Conecte-se conosco
Fechar

Publicado

em

A avenida Ceará, uma das mais movimentadas de Rio Branco, no trecho em frente ao Palácio do Comércio, ficou completamente inundada na tarde desta terça-feira, 10.

No local, um vendedor de salgados ficou ilhado sob um abrigo em um ponto de ônibus. Carros pequenos, motos, caminhonetes e até caminhões tiveram dificuldade de passar pelo trecho inundado.

Também há registro de outros acessos alagados. A rua Manoel Barata, acesso entre as ruas Hugo Carneiro e Isaura Parente, também ficou debaixo d’água.

Na manhã desta terça-feira, mais cedo, o pesquisador meteorológico Davi Friale alertou que temporais poderiam causar transtornos à população como rápida inundação de ruas, queda de galhos e árvores, destelhamentos e danos às edificações, além do perigo potencial dos raios em vários pontos.

Continuar lendo

Acre

Rocha vota para que Temer seja investigado e diz ainda que falta o resto da quadrilha

Publicado

em

O deputado federal Major Rocha (PSDB) manteve sua postura pela investigação de todo e qualquer ato que tenha base ou fundamento contra políticos e votou novamente pela investigação da denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o presidente da república Michel Temer. Como da outra vez onde, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, Rocha votou contrário ao relator e pela investigação.

“Nossa posição sempre foi pelas investigações, pois somente assim os fatos denunciados seriam esclarecidos, seja na forma de comprovação da denúncia ou com a inocência de Temer. Não podemos ficar omissos e com um presidente cuja condenação pode vir tão logo ele tire os pés do Planalto. A verdade não pode tardar e a investigação é o melhor caminho”, destacou.

Rocha ressaltou que o trabalho de faxina no Planalto começou com o impeachment da ex-presidente Dilma Roussef e precisa ser terminado com a retirada do restante da quadrilha: “Até agora fizemos apenas 50% do trabalho de faxina, mas estamos na luta pela retirada do resto da quadrilha”.

Mas o deputado tucano salientou ainda que a denúncia ofertada pelo ex Procurador Geral da República (PGR), Rodrigo Janot, revela ter a organização criminosa (Orcrim) se iniciado ainda em 2006, nos tempos do “mensalão do PT” e de Lula no Planalto.

“Ora, o PT votou pela aceitação da denúncia atual e, com isso, chancelou as ligações da atual Orcrim do PMDB com o partido deles [PT]. E quem disse isso foi o Janot. Assim, eles admitem estarem também envolvidos. Ou seja, até para os petistas a atual quadrilha é apenas uma continuação da Orcrim de Lula e companhia”, complementou.

O deputado Rocha afirmou ainda a intenção de repetir o voto contrário aos interesses do presidente Temer quando a questão for levada o plenário da casa para a decisão final. Para o parlamentar, se a Câmara não autorizar a investigação, corresse o risco de apenas empurrar a sujeira para debaixo do tapete: “Só o que queremos é a resposta às acusações da PGR”.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão e prende 14 pessoas no município de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

A Polícia Civil em Cruzeiro do Sul, realizou nas primeiras horas desta quarta-feira, 18, ação de cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão nos bairros, Cruzeiro e Cruzeirinho, Miritizal, Lagoa, São José e Alumínio, durante a ação policial foram presas 11 pessoas e três menores de idade apreendidos com envolvimento em vários crimes como roubo, tráfico de drogas, homicídio, porte ilegal de arma de fogo e organização criminosa.

A ação contou com a participação de 35 agentes de Polícia Civil, dois delegados e dois escrivães, com uso de nove viaturas caracterizadas e descaracterizadas. O delegado encarregado, Elton Futigami, disse que eles são os responsáveis pela morte encomendada de um jovem. “Eles estavam todos em uma casa no bairro quando fizemos a abordagem. Ainda vamos individualizar os crimes de cada um deles”, disse.

Um menor, de 16 anos, é apontado como o autor dos disparos. De acordo com o delegado, ele confessou o crime sem demonstrar nenhum arrependimento. “Ele confessou ser o responsável e também por outro crime que estávamos investigando. A investigação aponta que ele teve participação em 9 a 12 homicídios”, ressaltou Futigami.

Para o secretario de Segurança Pública, Emylson Farias, as forças de segurança tem dado a resposta do Estado no combate a criminalidade com apoio das instituições como judiciário e o Ministério Publico.

“Estamos presentes em todos os municípios do Estado desenvolvendo um trabalho conjunto das forças de segurança no combate firme a criminalidade e ao trafico de drogas. Tivemos a compreensão e o apoio das instituições como o Poder Judiciário e o Ministério Público, isso foi imprescindível. Não é apenas mais uma operação e sim um duro golpe no crime organizado. Nada disso poderia ser feito se não houvesse a cooperação de todos”, disse Emylson Farias.

Continuar lendo

Cotidiano

Concurso público para as polícias Civil e Militar do Estado do Amazonas terá mais de 8 mil vagas; saiba mais

Publicado

em

O concurso público para as polícias Civil e Militar do Amazonas a ser realizado ainda este ano oferecerá 8.259 vagas. Deste total, serão ofertadas 5.865 vagas para a Polícia Militar (PM) e 2.394 vagas para a Polícia Civil (PC). Os números foram divulgados no início da tarde desta quarta-feira (18) pelo vice-governador e secretário de Segurança Pública do Estado (SSP-AM), Bosco Saraiva.

Somente para a função de delegado serão 338 vagas; escrivão 615 e investigador de polícia serão 1.044 vagas. Para o Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPCT), serão 150 vagas para auxiliar de perito; 32 vagas para padioleiro; 117 para perito criminal; 33 para perito legista e cinco vagas para perito odonto legista. Ainda para o DPTC serão oferecidas 60 vagas para o cargo de assistente administrativo.

Na segunda-feira, o secretário estadual de Educação, José Augusto de Melo, havia anunciado que a pasta também fará um grande concurso, com 8,1 mil vagas. Confira essa matéria clicando aqui.

Reposição de quadros

“Esse concurso é importante para a recomposição dos quadros das policias e isso vai representar um efetivo regular para o policiamento da cidade, tanto da capital quanto do interior. A situação do interior é gravíssima porque há municípios que não há policiais, e isso é uma coisa inadmissível. Nós temos em andamento um projeto de patrulhamento ostensivo da cidade e dos municípios do interior, especialmente dos grandes municípios como, Parintins, Coari, Tefé, Tabatinga, Eirunepé, Carauari. Esses municípios estão padecendo dos mesmos problemas que Manaus, quanto a criminalidade”, avaliou Bosco.

Bosco Saraiva afirmou que aguarda ainda para esta quarta-feira (18) o quantitativo de vagas que serão oferecidos no concurso para o Corpo de Bombeiros e que tão logo reúna esse número, irá encaminhar pedido para que a Procuradoria Geral do Estado inicie a confecção dos editais.

“Essa semana ainda os dados finais estão na PGE já para começar a tratar da formalização dos editais. Isso tudo já foi autorizado pelo governador Amazonino Mendes e é uma determinação dele que a gente trabalhe com rapidez”, concluiu o secretário.

Fonte: acritica.com

Continuar lendo
Publicidade

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.