Conecte-se conosco
Fechar

Justiça pede penhora de terras do apresentador Ratinho no Acre avaliadas em R$ 225mi

Publicado

em

O apresentador do SBT, Carlos Massa, o Ratinho está passando por uma blitz promovida pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, órgão do Ministério da Fazenda, que busca seus bens para quitar a dívida tributária de R$ 74 milhões referente ao Imposto de Renda.

Segundo informações da revista Época, sua fazenda no Acre, avaliada em R$ 225 milhões, é um dos bens penhorados para garantir o pagamento da dívida. Foi solicitado à Agência Nacional de Aviação Civil que informasse sobre as aeronaves em nome de Ratinho.

A defesa do apresentador e empresário está contestando a cobrança na Justiça, pois discorda da metodologia aplicada para calcular o imposto.

Continuar lendo

Acre

Rocha vota para que Temer seja investigado e diz ainda que falta o resto da quadrilha

Publicado

em

O deputado federal Major Rocha (PSDB) manteve sua postura pela investigação de todo e qualquer ato que tenha base ou fundamento contra políticos e votou novamente pela investigação da denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o presidente da república Michel Temer. Como da outra vez onde, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, Rocha votou contrário ao relator e pela investigação.

“Nossa posição sempre foi pelas investigações, pois somente assim os fatos denunciados seriam esclarecidos, seja na forma de comprovação da denúncia ou com a inocência de Temer. Não podemos ficar omissos e com um presidente cuja condenação pode vir tão logo ele tire os pés do Planalto. A verdade não pode tardar e a investigação é o melhor caminho”, destacou.

Rocha ressaltou que o trabalho de faxina no Planalto começou com o impeachment da ex-presidente Dilma Roussef e precisa ser terminado com a retirada do restante da quadrilha: “Até agora fizemos apenas 50% do trabalho de faxina, mas estamos na luta pela retirada do resto da quadrilha”.

Mas o deputado tucano salientou ainda que a denúncia ofertada pelo ex Procurador Geral da República (PGR), Rodrigo Janot, revela ter a organização criminosa (Orcrim) se iniciado ainda em 2006, nos tempos do “mensalão do PT” e de Lula no Planalto.

“Ora, o PT votou pela aceitação da denúncia atual e, com isso, chancelou as ligações da atual Orcrim do PMDB com o partido deles [PT]. E quem disse isso foi o Janot. Assim, eles admitem estarem também envolvidos. Ou seja, até para os petistas a atual quadrilha é apenas uma continuação da Orcrim de Lula e companhia”, complementou.

O deputado Rocha afirmou ainda a intenção de repetir o voto contrário aos interesses do presidente Temer quando a questão for levada o plenário da casa para a decisão final. Para o parlamentar, se a Câmara não autorizar a investigação, corresse o risco de apenas empurrar a sujeira para debaixo do tapete: “Só o que queremos é a resposta às acusações da PGR”.

Continuar lendo

Acre

Mulheres são prejudicadas por erro de interpretação de uma ação protocolada pelo CRM

Ray Melo, da editoria de política do ac24horas

Publicado

em

“Subo à tribuna indignada com o que estão fazendo com as mulheres do Estado do Acre”, disse a deputada Eliane Sinhasique (PMDB), ao informar que “as mulheres estariam sofrendo o pior golpe que poderiam sofrer” no que ela classifica como grave erro de interpretação de uma ação ordinária protocolada pelo CRM, que foi interpretada de forma errônea pelos gestores da saúde.

“Isso significa que as mulheres não podem mais ter seu PCCU coletado por enfermeiros, apenas por médicos, mas não é isso que diz a ação ordinária protocolada pelo CRM. Em todos os postos estão dizendo que não coletam mais o exame porque CRM ajuizou uma ação contra a União e entenderam que os enfermeiros não podem mais coletar a lâmina do PCCU”, diz Sinhasique.

Segundo a parlamentar, o que está sendo contestado pelo CRM é o enfermeiro solicitar exame. “Está havendo um equivoco enorme que está prejudicando as mulheres. Desde que me entendo por gente os enfermeiros é quem fazem a coleta da lâmina de PCCU. As mulheres que moram no interior estão sendo prejudicadas, já que se deslocam de longas distâncias e não realizam o exame”.

Sinhasique ressalta que as mulheres de localidade isoladas vêm à cidade apenas para realizar a coleta, “mas chegam aqui e recebem a notícia que o enfermeiro não pode coletar e que ela tem que agendar uma consulta na Fundação Hospitalar, que pode demorar meses para acontecer. O governo não pode tratar as mulheres dessa forma”, protesta a peemedebista na tribuna da Aleac.

A deputada informa que o Estado não disponibiliza médicos suficientes para atender a grande maioria da população que é a feminina. “São essas mulheres que gestam, que colocam seus filhos no mundo, amamentam e trabalham como machos para sustentar suas famílias quem estão sendo prejudicadas por esse erro. Não podemos permitir que isso aconteça”, finaliza Sinhasique.

Continuar lendo

Acre

Segurança do presidente Temer fará mapeamento em Rio Branco antes de agenda

Publicado

em

Um grupo de agentes do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI/PR) fará uma vistoria detalhada em pontos de Rio Branco antes da viagem do presidente Michel Temer à Capital acreana. A medida, rotineira, tem ainda um motivo especial: a pauta da agenda presidencial, que vai debater justamente a Segurança Pública.

O presidente, que tem previsão de chegada para a manhã de sexta-feira, dia 27, confirmou presença no Fórum dos Governadores do Brasil, que receberá autoridades da União, Estados e municípios. O intuito é debater a política nacional de Segurança Pública, incluindo as barreiras ao narcotráfico e a segurança de fronteiras.

A Secretaria de Imprensa da Presidência da República, ou o Gabinete da Presidência, ainda não confirmaram a vinda do presidente à imprensa. Mas ele o fez, pessoalmente, ao governador Sebastião Viana, há cerca de 10 dias, em Brasília, durante audiência no Palácio do Planalto.

Além de Michel Temer, o evento reunirá ministros do Poder Executivo e secretários de Estado. Os presidentes do Senado Federal e da Câmara dos Deputados, senador Eunício Oliveira e deputado Rodrigo Maia, já confirmaram presença no Fórum.

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármem Lúcia, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, também já incluíram o encontro nas agendas institucionais. Justamente por isso, o assunto é tratado com muita sensibilidade pela equipe do (GSI/PR).

Continuar lendo
Publicidade

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.