Conecte-se agora
Fechar

Destaque 6

Temporal atinge Brasiléia e Epitaciolândia e causa enxurrada

Publicado

em

Um forte temporal atingiu as cidades de Brasiléia e Epitaciolândia na madrugada de sexta para sábado, dias 16 e 17. Casas foram destelhadas, e ruas ficaram alagadas com o transbordamento de córregos, esgotos e igarapés. Residências e pontos comerciais foram tomados pela água barrenta levada por enxurradas.

Vânia Rebouças, que vive na parte baixa de Epitaciolândia, conta que foram momentos de correria para tirar as coisas do chão da casa. “Foi preciso os vizinhos ajudarem, e depois a gente ajudar lá. A água veio muito rápida, e não deu tempo de fazer muita coisa. A chuva estava forte, os bombeiros vieram aqui também”, relata.

Em Brasiléia, a situação também é crítica: pelo menos 50 casas já foram atingidas pelas águas. O rio Acre teve o nível aumentado, atingindo bueiros, consequentemente, a água da dos esgotos próximos à ponte metálica já está invadindo imóveis. Diante disso, o poder público já entrega kits de limpeza para higienização dos locais.

Segundo apurou o ac24horas, após a chuva da madrugada, o rio Acre está marcando 9,20 metros na cidade, e a previsão é que o manancial continue com o nível em elevação. E toda essa água deve chegar em Rio Branco nos próximos dias, o que preocupa as autoridades da cidade. A Defesa Civil já observa o nível do manancial.

Graça Alencar, que vive em Brasiléia, diz que o rio ainda não está transbordando, mas como o esgoto da cidade é jogado lá, a tendência é que o esgoto continue transbordando, e a população sendo atingida pela água contaminada. “É um absurdo, porque eles não tratam o esgoto, e como é jogado lá, vai voltar tudo para as casas, sem falar das fossas”, diz.

Continuar lendo

Destaque 6

Ao ac24horas, Jorge Viana diz que nunca defendeu fuga e asilo de Lula e revela que vai processar revista

Publicado

em

O senador Jorge Viana (PT-AC) procurou a redação do ac24horas para rebater as afirmações contidas na Revista IstoÉ, onde ele afirmaria que defende a fuga e o asilo do ex-presidente Lula, caso a sua prisão seja decretada. O parlamentar enfatizou que “são mentirosas e levianas as informações publicadas pela revista IstoÉ”. As afirmações do petista foram repercutidas no Blog do Crica, do jornalista Luis Carlos Moreira Jorge.

Ele afirma ainda que jamais deu tais declarações e jamais foi ouvido pela revista IstoÉ. ” A revista mente e incorre na calúnia e difamação”, diz o senador que informou que vai recorrer à Justiça para reparação de danos à sua honra e imagem.

“O povo do Acre conhece o senador Jorge Viana e sabe de sua seriedade e da sua responsabilidade diante da crise institucional que o país atravessa. Em momentos como este, é duro sofrer uma injustiça, mas a verdade será reposta nos tribunais. Até adversários reconhecem que o presidente Lula está sendo vítima de uma campanha acusatória sem precedentes na história recente do país, em decorrência de uma ação partidarizada de alguns que deveriam ter a obrigação de cumprir as leis e a Constituição”, explica a nota da assessoria do petista.

O senador reafirmou ainda que acredita no Judiciário brasileiro e que a inocência de Lula será reconhecida e declarada pelo Supremo Tribunal Federal.

Sobre as supostas declarações atribuídas ao Senador Jorge Viana, a assessoria de imprensa do parlamentar esclarece:

1. São mentirosas e levianas as informações publicadas pela revista IstoÉ de que o senador teria defendido a solução de asilo e fuga ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para evitar uma eventual prisão.

2. O senador não deu tais declarações e jamais foi ouvido pela revista IstoÉ.

3. A revista mente e incorre na calúnia e difamação.

4. O senador vai recorrer à Justiça para reparação de danos à sua honra e imagem.

5. O povo do Acre conhece o senador Jorge Viana e sabe de sua seriedade e da sua responsabilidade diante da crise institucional que o país atravessa.

6. Em momentos como este, é duro sofrer uma injustiça, mas a verdade será reposta nos tribunais.

7. Até adversários reconhecem que o presidente Lula está sendo vítima de uma campanha acusatória sem precedentes na história recente do país, em decorrência de uma ação partidarizada de alguns que deveriam ter a obrigação de cumprir as leis e a Constituição.

8. O senador Jorge Viana acredita no Judiciário brasileiro e que a inocência de Lula será reconhecida e declarada pelo Supremo Tribunal Federal.

Assessoria de Imprensa
Senador Jorge Viana

Continuar lendo

Destaque 6

Eber Machado afirma que vai votar para derrubar veto de Sebastião Viana ao projeto do Pró-Saúde no Acre

Ray Melo, da editoria de política do ac24horas

Publicado

em

O governador Sebastião Viana, do PT, poderá amargar a primeira grande derrota na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) em quase oito anos de mandato. O deputado estadual Eber Machado (PSDC), que integra a base de governo, anunciou na manhã desta quinta-feira (15), que vai votar para derrubar o veto do chefe do executivo ao projeto que regulamenta os servidores do Pró-Saúde e evita a demissão de 1.800 servidores ameaçados de perderem seus empregos.

“Entendo que esse posicionamento eu tomei anteriormente quando votei a favor do projeto que evita a demissão dos trabalhadores do Pró-Saúde. Vou manter a coerência do voto e manter meu posicionamento. Meu voto é favorável para derrubada do verto governamental. Quero me posicionar aqui na tribuna da Casa do Povo e diante da população de todo o Estado. Eu jamais poderia mudar de posição e vota contra quem tanto ajuda o sistema de saúde do Estado”, diz Eber.

O projeto de lei de autoria do deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS), foi aprovado na noite de 12 de dezembro do ano passado na Aleac, altera a lei que criou o programa Pró-Saúde, transformando a paraestatal em autarquia, medida que, em tese, poderia salvar os 1.800 servidores ameaçados de demissão após a decisão da Justiça que o programa criado no governo Binho Marques, do PT, teria que se abster de fornecer mão de obra para saúde estadual.

Após a aprovação do projeto no plenário da Aleac, alegando a inconstitucionalidade, Sebastião Viana vetou a matéria e encaminhou de volta ao Poder Legislativo. O chefe do executivo afirma que os deputados estaduais estariam cometendo crime responsabilidade e poderiam ser processados por improbidade administrativa. Durante discurso no lançamento de uma das muitas etapas da obra do Huerb, com a presença de Raimundinho da Saúde, Viana afirmou que o deputado estaria querendo fazer árvore voar.

Continuar lendo
Propaganda

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.