Conecte-se agora
Fechar

Primeiro Supermercado 24 horas do Acre, Pague Pouco recebe milhares de clientes em inauguração

Marcos Venicios

Publicado

em

A manhã deste domingo, 1º de outubro, ficou marcada pela inauguração de um dos principais Supermercados do Acre, o Pague Pouco, o primeiro e único do segmento que funcionará nas quintas, sextas e sábados durante o período de 24 horas. Localizado na avenida Getúlio Vargas, o novo empreendimento do Grupo Recol conta com a terceira loja que prima por economia e comodidade. Mais de 160 empregos diretos foram gerados somente com esta loja e junto com as outras duas, ultrapassa a casa dos 340 postos de trabalho.

O empresário Marcello Moura, sócio proprietário do novo Supemercado, chegou por volta das 6h da manhã deste domingo, 7, no estabelecimento para preparar os últimos detalhes da inauguração.

Em entrevista ao ac24horas, Marcello ressaltou a importância do novo serviço disponibilizado. “O Pague Pouco vem de cara com um atributo que não existe na cidade ainda que é o fato de na quinta, na sexta e no sábado ele abre durante 24 horas. Nós vamos entender a necessidade de nossos consumidores a partir destes dias para saber se a gente decide abrir 24 horas durante todos os dias. Isso é apenas a primeira fase, um teste. A gente vai impulsionar esse serviço e manter esse serviço. A gente entende que aqui não tem essa cultura ainda, mas estamos apostando que dará certo. Vamos impulsionar isso para dar ao consumidor que tem horários de compras diferentes uma maior comodidade, sem aquela correria do dia a dia”, disse.

Clientes se aglomeraram do lado de fora da Loja

Moura explicou também sobre a demora para que o empreendimento ficasse pronto e a consolidação da marca com a inauguração do terceiro Supermercado. “Demoramos o tempo necessário para que tudo ficasse pronto por questões legais , por questões de obra, e depois por definição de marca e definição de atuação até a gente entender o que tinha que ser o Pague Pouco. O Grupo Recol já está nesse segmento de supermercados há 11 anos. Essa terceiro Loja do Pague Pouco é a consolidação do segmento de varejo alimentar e a partir de agora a nossa responsabilidade é maior, nós já atendemos um público muito maior do que estavamos acostumados a atender. O momento pós inauguração é um momento de muito estudo, muito trabalho para que a gente consiga atender a necessidade do consumidor”, enfatiza o empresário.

Loja que abriu suas portas às 9h da manhã deste domingo ficou tomada por clientes

Para ficar amplo, funcional e apresentando o slogan “Mais Barato Sempre”, o Grupo Recol investiu cerca de R$ 15 milhões na nova Loja que contará com 17 caixas em pleno funcionamento e estacionamento amplo para melhor atender os clientes. A inauguração contou com uma vasta lista de produtos em promoção, música ao vivo, distribulção de churrasquinho e refrigerante. De acordo com direção do Pague Pouco, o consumidor pode esperar grandes ofertas para as madrugadas também.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Cotidiano

Petrobras anuncia altas de 1,40% no preço da gasolina e de 1,80% no diesel; novos valores a partir desta terça

Publicado

em

A Petrobras anunciou um novo reajuste para os combustíveis, com aumento de 1,40% no preço da gasolina nas refinarias e alta de 1,80% no do diesel. Os novos valores valem a partir da terça-feira, dia 12.

A nova política de revisão de preços foi divulgada pela petroleira no dia 30 de junho. Com o novo modelo, a Petrobras espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores.

Em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a Petrobras agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente.

Além da concorrência, na decisão de revisão de preços, pesam as informações sobre o câmbio e as cotações internacionais.

Continuar lendo

Destaque 3

Tarifa branca de energia entra em vigor dia 1º, mas consumidor deve ter cautela

Publicado

em

Com entrada em vigor prevista para 1º de janeiro do ano que vem, a tarifa branca de energia elétrica pode representar uma diminuição no valor da conta de luz para os que consumirem menos nos horários de pico (entre as 19h e as 21h. A adesão é opcional.

A Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee) alerta aqueles que queiram aderir à tarifa para que levem em consideração seu perfil de consumo, sob pena de verem o efeito contrário, com aumento na conta.

O presidente da Abradee, Nelson Leite, sugere que, antes de optar pela tarifa branca, o consumidor analise o próprio perfil e hábitos de uso da energia elétrica ao longo do dia. “Não é uma decisão simples. Ela envolve alguns cálculos e algumas estimativas do consumidor”, disse Leite hoje (6), durante o lançamento de uma cartilha explicativa elaborada pela instituição, com respostas para as dúvidas dos consumidores em relação à medida.

A nova modalidade permite ao consumidor pagar tarifas diferenciadas de acordo com a hora do dia. Na primeira fase, poderão adotar a tarifa os consumidores de de baixa tensão, como residências, pequenos comércios e indústrias, com consumo médio mensal superior a 500 quilowatts-hora (KWh). Em média, o consumo das famílias brasileiras é de 160 kWh/mês.

Nos horários de pico, a tarifa terá um valor mais alto. Fora desse horário, o preço cobrado será mais baixo. Também haverá uma tarifa de cobrança intermediária que valerá uma hora antes do início do horário de pico, entre as 18h e as 19h, e depois, entre as 21h e as 22h.

Inicialmente, a medida atingirá uma pequena parcela dos consumidores brasileiros. No primeiro momento, poderão aderir à tarifa branca cerca de 4 milhões de unidades consumidoras, o que representa cerca de 5% de tais unidades, estimou Leite.

Em janeiro de 2019 poderão aderir à nova tarifa aqueles que tenham média anual de consumo maior que 250 kWh/mês. Já a partir de 2020, a modalidade estará aberta a todas as unidades consumidoras, com exceção daquelas de baixa renda, beneficiadas pela tarifa social.

O consumidor deverá fazer a adesão na concessionária de energia que atende a sua cidade. Após análise do pedido, a concessionária tem 30 dias para fazer a troca do medidor de energia, no caso de unidades consumidoras já existentes, ou os prazos e procedimentos padrão para novas solicitações de fornecimento.

Continuar lendo

Cotidiano

Prazo para renegociação de dívidas rurais segue até 29 de dezembro; mais de 6 mil já foram renegociadas

Publicado

em

Produtores rurais inadimplentes da Região Amazônica têm até 29 de dezembro de 2017 para renegociarem suas dívidas. Essa renegociação foi aberta pela Lei 13.340 desde setembro do ano passado a qual permite recalcular as dívidas ou liquidá-las com concessão de rebates que podem chegar a 85% de desconto.

Graças a lei 13.340, os agricultores familiares têm uma grande oportunidade para repactuar ou liquidar as dívidas em condições diferenciadas. A lei permite o alongamento da dívida em 10 (dez) anos, incluindo carência até 2020, facilitando o pagamento dos financiamentos. Até o momento, mais de 6 mil já foram renegociadas.

Os bônus aplicados aos contratos, em caso de repactuação, variam de 5% a 85%, porém dependem dos valores contratados e obedecem a uma escala que vai de R$ 15 mil a R$ 500 mil.

Se o produtor optar pela repactuação, recebe carência até 2020, independentemente da data de formalização da renegociação.

Continuar lendo
Propaganda

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.