Conecte-se agora

“Oportunidades” já qualificou mais de mil jovens para o mercado de trabalho no Acre

Publicado

em

Em mais um curso profissionalizante direcionado a pessoas em situação de vulnerabilidade social, o Projeto Oportunidades forma esta semana mais uma turma com quarenta alunos, os deixando prontos para o mercado de trabalho.

Em 40 horas de curso, ministrado por professores do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) os alunos capacitados aprenderam técnicas de atendimento, postura e excelência no atendimento ao cliente.

Tendo Rafael Almeida, diretor-presidente do Instituto Socioeducativo do Acre (ISE), como um dos idealizadores do Oportunidades, essa turma representa um grande avanço social. Rafael, que também é assistente social explica que o projeto busca transformar a vida de indivíduos que estão às margens da sociedade.

“Nosso objetivo é recolocar essas pessoas no mercado de trabalho em um curto espaço de tempo, proporcionando-lhes uma vida com dignidade. A ideia principal é unir e capacitar,” explicou Rafael.

Para Tião Ferreira, professor e coordenador do Oportunidades, essa foi uma forma encontrada por ele e por outros profissionais sensíveis à causa de contribuir com a formação profissional de jovens que estão em situação de vulnerabilidade social. “Nós proporcionamos a essas pessoas, através do Senac e do Senai, educação profissional à custo zero.

Localizado no bairro Cidade Nova, no segundo distrito da capital, o projeto atende jovens de vários bairros de Rio Branco. De acordo com Rafael Almeida, por meio do Projeto Oportunidades já foram formados mais de mil jovens.

“Primeiramente olhamos pelo lado da prevenção, tirando jovens da ociosidade e do mundo da criminalidade. Nos esforçamos para formarmos empreendedores, profissionais para atuarem no comércio, na construção civil e em outras áreas que o mercado de trabalho necessita”. explica

Um exemplo de esforço e dedicação vem da jovem Ana Fornek, 18 anos, moradora do bairro 15, no segundo distrito da capital. Ana que está desempregada leva para a sala de aula sua filha Ana Sofia, de apenas quatro meses de idade.

“Esse projeto Oportunidade é acolhedor. Muita gente precisa se qualificar, mas às vezes lhes faltam recursos financeiros, e o Oportunidades não cobra nada de ninguém. Outra coisa boa é que pessoas de diferentes bairros podem participar. Tenho uma colega que vem do bairro Calafate estudar aqui. Dentre os vários cursos ofertados eu escolhi o Curso de Excelência no Atendimento, pois tenho perfil para trabalhar com pessoas”, explicou a jovem.

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas