Conecte-se agora
Fechar

Polícia: Operação Êxodo prende dezenas de bandidos no Acre; armas e drogas são apreendidas

Publicado

em

A Operação Êxodo, da Polícia Civil do Acre, teve um balanço parcial apresentado durante coletiva de imprensa. A nova fase da operação foi deflagrada na manhã desta terça-feira, dia 12, em Rio Branco e outras cinco cidades acreanas. Um total de 44 mandados de prisão, busca e apreensão foram executados.

Os 80 agentes envolvidos nos trabalhos se dividiram em Manoel Urbano, Tarauacá, Bujari, Sena Madureira, Senador Guiomard e Rio Branco para dar cumprimento a 28 ordens de prisão e 16 mandados de busca e apreensão. Além de droga, armas e câmeras de segurança foram apreendidas pela polícia.

Segundo o delegado Odilon Neto, responsável pelas investigações, os trabalhos foram bem difíceis, mas contaram bastante com o apoio de moradores que repassaram informações durante toda a investigação para essa nova fase. Ele pediu que a sociedade colabore com a polícia.

“Lembro que essa é uma operação a nível estadual. Essa investigação é bem complexa, pois os delitos muitas vezes ocorrem na clandestinidade. Conseguimos, assim, colocar [os criminosos] atrás das grades, um duro golpe em Rio Branco e outros municípios. A polícia não vai ficar atrás. As pessoas eram monitoradas por câmeras de segurança”, explica o delegado.

Os trabalhos, sempre feitos em parceria com o Ministério Público do Acre, na avaliação do secretário de Polícia Civil, Carlos Flávio Portela, são efetivos e devem perdurar por mais tempo, inclusive com novas fases na Capital e interior do estado, visto que, em todas as etapas, houve êxito no combate ao crime organizado.

“Nós já arrecadamos mais de 215 mandados cumpridos nas três fazes. Estamos cumprindo nosso papel. Conseguimos apreender objetos que estavam sendo utilizados por criminosos para a prática do crime. A população tem nos auxiliado. A gente destaca por positivo a operação. A gente vai estará tento e cumprindo as operações”, avisou.

Mais Informações

Acre

Analista judiciário é executado e o corpo é encontrado no Ramal da Zezé, no Belo Jardim

Publicado

em

O analista judiciário do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), Francisco das Chagas Farias de Abreu, foi encontraram na noite de sexta-feira (17), com marcas de tiros, no Ramal da Zezé, região do bairro Belo Jardim, Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo informações de peritos que atenderam a ocorrência, o analista foi assassinado com tiros na cabeça. Na cena do crime, a perícia coletou pelo menos seis cápsulas de arma calibre 380, objetos plásticos e documentos de uma caminhonete.

O caso foi registrado na delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (Dhpp), que investiga a hipótese de um crime de latrocínio, roubo seguido de morte já que a vítima tinha uma caminhonete e não foi encontrada no local. No Ramal, ninguém disse ter visto quem atirou no trabalhador.

Curiosamente, dias atrás, em seu Facebook, o analista havia sido alertado para tomar cuidado com a bandidagem”.

 

 

Continuar lendo

Acre

Estudantes da João Aguiar realizam protesto contra a falta de segurança na instituição

Publicado

em

Estudantes da escola João Batista Aguiar, no Manoel Julião, saíram pelas ruas do Conjunto neste sábado, 18, em protesto contra a falta de segurança no estabelecimento de ensino.

Eles usaram uma faixa e diversas cartolinas pedindo providências ao setor de Segurança Pública do Acre.  “Todo político que muito fala em segurança  é o que mais se compromete com a criminalidade”, dizia a faixa principal carregada pelos alunos.

Há meses que a escola vem sofrendo com roubos.  Nesta semana, por exemplo, criminosos  arrombaram portas e grades do prédio da instituição para entrar e levar bens.

Na ação, ele levaram um bebedouro, computadores e, ainda, parte da merenda escolar enviada à escola para a alimentação dos estudantes. Esse não foi o primeiro crime na escola. Vários registros já foram feitos na delegacia da região.

Continuar lendo

Acre

Há uma conversa adiantada para que o Livres apoie o Coronel Ulysses, diz Jarude

Publicado

em

Flertando com a pré-candidatura do coronel Ulysses ao governo do Acre, o Livres (antigo PSL), partido que tem como principal proposta o Estado mínimo e o incentivo à iniciativa privada e à livre concorrência, foi apresentado a um grupo fechado de empresários e políticos do Juruá, em evento na noite desta sexta-feira, 17, no Ponto Alto Bier & Wein, localizado na Rua Beijamin Constant, no Morro da Glória, na cidade de Cruzeiro do Sul.

O vereador Emerson Jarude, de Rio Branco, foi o palestrante da noite. Emerson deixou claro que, a priori, a legenda não levou o nome de nenhum nome majoritário ao município.

O objetivo foi lançar os ideais do Livres no Juruá, a partir de Cruzeiro do Sul. “Neste momento não. O foco é a construção da nominata municipal. Quanto ao nome ao Governo, faremos essa agenda em Cruzeiro do Sul novamente. Há uma conversa bem adiantada para que o Livres o apoie”, disse Jarude ao se referir ao nome de Ulysses Araújo.

O evento teve a participação de representantes do Livres em Porto Walter, Marechal Thaumaturgo, Rodrigues Alves e Mâncio Lima, além de pessoas de Cruzeiro.

Continuar lendo
Propaganda

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.