Conecte-se conosco
Fechar

Proposta para Rocha indicar o vice em chapa pode azedar de vez relação com Bocalom

Ray Melo, da editoria de política do ac24horas

Publicado

em

A novela para chegar ao consenso da escolha de uma chapa única para disputar o governo do Acre pela oposição ainda poderá se arrastar por mais alguns emocionantes capítulos. Após participar de uma reunião com líderes oposicionistas em Brasília, o deputado federal Major Rocha (PSDB) poderá ser o responsável pela indicação do candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo senador Gladson Cameli (PP).

O encontro aconteceu justamente no momento em que o ex-prefeito de Acrelândia, Tião Bocalom (DEM), concedeu entrevista ao programa Bar do Vaz, do jornalista Roberto Vaz, afirmando que só abre mão de sua candidatura ao Senado, caso o nome do deputado federal Alan Rick seja aceito como candidato a vice-governador para representar o Democratas no bloco de partidos que apoia o pré-candidato do PP.

Procurado pela reportagem, o deputado federal Major Rocha confirmou que participou da reunião e que está estudando a proposta de indicar o nome que poderá ser o vice de Gladson Cameli. O líder do ninho tucano informa ainda que, Mara Rocha, Eduardo Ribeiro e Roberto Duarte serão os nomes que poderá apresentar para apreciação da oposição, caso desista da candidatura e concorra à reeleição.

“Sempre manifestei minha vontade de disputar uma vaga no Senado, mas não serei empecilho num possível consenso das oposições. Participei de uma reunião onde foi colocado que poderei indicar o vice na chapa de Gladson. Fiquei de analisar a proposta. Acredito que os nomes do vereador Roberto Duarte, do superintendente do Incra, Eduardo Ribeiro e da jornalista Mara Rocha sejam boas opções”, analisa Rocha.

Enquanto os líderes do bloco trabalham para consertar do lado do PSDB, a proposta feita a Major Rocha poderá desagregar do lado do DEM de Tião Bocalom. O ex-prefeito de Acrelândia colocou suas condições para apoiar Gladson Cameli, uma delas seria a indicação do candidato a vice-governador pelo seu partido. Pelo roteiro que vem sendo escrito pelos líderes oposicionistas, o final da novela ainda é indefinido.

Continuar lendo

Acre

Outdoor em homenagem ao Coronel Brilhante Ustra amanhece destruído no Acre

Publicado

em

“Lutamos contra terroristas como a Dilma para salvar o Brasil do comunismo. Apenas cumpri minha missão”. Essa era a frase do coronel Ustra, membro do Exército Brasileiro, que estava estampada em um outdoor colocado na Avenida Ceará em homenagem ao militar. Na manha desta quinta, dia 19, o painel amanheceu destruído.

Objeto de críticas tanto dos membros da sociedade civil, como de políticos e da própria Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Acre (Sejudh), o outdoor soou à um aparcela da sociedade acreana como uma “apologia à tortura”, termos bastantes utilizados quando se faz no período do governo milita, o último encerrado na década de 1980.

Na internet, a colocação do painel também gerou uma repercussão negativa. “Exaltar frase burra de um torturador, de um criminoso cruel, em outdoors pela cidade. Essa é a #direitaacre! Vamos celebrar a estupidez humana, como já diria o poeta!”, postou o cantor Diogo Soares, do Los Porongas.

Em nota, o secretário de Direitos Humanos do Acre, Nilson Mourão, afirmou: “Num Estado Democrático de Direito, é plenamente compreensível o direito à livre expressão e opinião, mas isso não significa agir com irresponsabilidade em incitar a violência de alguma forma, mas, principalmente, a violência de Estado contra o cidadão”.

QUEM FOI O CORONEL

Carlos Alberto Ustra morreu em outubro de 2015. Ele foi coronel do Exército Brasileiro, ex-chefe do DOI-CODI do II Exército, um dos órgãos atuantes na repressão política, durante o período do ditadura militar no Brasil.

Ustra foi considerando o primeiro militar reconhecido pela Justiça como torturador e comandante de uma delegacia de polícia acusada de ser palco de mais de 40 assassinatos e de, pelo menos, 500 casos de torturas.

O coronel Ustra é tido como uma das referências do presidenciável Jair Messias Bolsonaro, deputado federal pelo Rio de Janeiro.

Continuar lendo

Acre

Freguesia Hamburgueria deve indenizar consumidora por servir refrigerante vencido

Publicado

em

A hamburgueria Freguesia, uma das mais conceituadas de Rio Branco, foi condenada a indenizar moralmente uma cliente Camila Costa Farias por servir bebida vencida à consumidora. A determinação foi proferida pelo 1º Juizado Especial Cível da Comarca de Rio Branco.

A juíza de Direito Lilian Deise, titular da unidade judiciária, esclareceu que a condenação tem caráter punitivo e pedagógico, para isso foram utilizados os critérios de razoabilidade e proporcionalidade em concordância com os fatos descritos nos autos.

A decisão foi publicada na edição n° 5.985 do Diário da Justiça Eletrônico (fl. 133 e 134), desta terça-feira (17), e estabelece R$ 500 de danos morais e restituição dos R$ 5 pagos em refrigerante.

Entenda o caso

Na reclamação registrada pela cliente consta fotografia que comprova o vencimento do refrigerante. Ao constatar que o refrigerante adquirido era impróprio para o consumo, teve o produto substituído no local por outro produto também vencido.

A falha na prestação de serviço ocorreu em fevereiro deste ano. Ainda segundo a petição inicial, a funcionária da ré se negou a restituir o valor pago pela bebida. Por isso, a reclamante registrou que não houve um tratamento satisfatório no empreendimento alimentício.

Decisão

A juíza de Direito ressaltou que não pode ser admitida a entrega de produtos inapropriados para o consumo. “Observo que a ré agiu sem os devidos cuidados necessários, expondo, assim, a saúde de seus consumidores, disponibilizando produtos para venda fora do período de validade”.

A magistrada enfatizou, por fim, que o estabelecimento comercial, como prestador de serviço no ramo da alimentação, tem o dever de zelar pelos produtos fornecidos aos consumidores, colocando à disposição dos mesmos itens que estejam em perfeitas condições de consumo. Da decisão cabe recurso.

Continuar lendo

Acre

Ao lado do deputado Alan Rick em Brasília, Bolsonaro diz em video: “O Acre é nosso!”

Publicado

em

“O Acre é nosso!”, diz o deputado federal Jair Bolsonaro (RJ), pré-candidato à Presidência da República, em um vídeo no plenário da Câmara dos Deputados ao lado do colega, o também deputado Alan Rick (DEM), que o chama de “mito”.

Bolsonaro também cita o coronel Ulysses no vídeo. Alan menciona o empresário Rodrigo Pires e defensor Valdir Perazzo.

“O Acre é nosso! Valeu pessoal, um grande abraço. Parabéns pela manifestação explicita de apoio e consideração. Tamo junto (sic)”, diz Jair Bolsonaro.

Continuar lendo
Publicidade

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.