Conecte-se conosco
Fechar

Vagner Sales abre mão da pré-candidatura ao senado pelo PMDB para Marcio Bittar

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

“O Márcio Bittar, como candidato ao Senado pelo PMDB, pode encomendar o terno”. A frase do ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (PMDB), dita ontem em primeira mão à coluna, após uma reunião de quatro horas de conversa com o ex-deputado federal Márcio Bittar, definiu quem será o nome que disputará uma das vagas de senador pelo PMDB. “O Márcio é um político preparado para ser candidato a senador, a governador, a qualquer coisa na política acreana, tem votos e é conhecido em todo Estado”, pontuou Vagner. Acha que, com a decisão, que será apresentada ao comando do PMDB na próxima semana, tudo caminha para que a chapa para o Senado da oposição venha a ser o Márcio e o Sérgio Petecão. “Os demais candidatos vão acabar desistindo e optando por candidaturas de deputado federal”, prevê o peemedebista. O fato de sua filha Jéssica Sales ser candidata à deputada federal e sua mulher Antonia Sales à Assembléia Legislativa, segundo ele, pesou muito na decisão de abrir espaço para que Márcio Bittar entre no PMDB e dispute o Senado. “Ficaria antipático três candidaturas numa mesma família”, observou. Considerou uma “palhaçada” a tese da candidatura alternativa ao governo, por achar que o melhor nome da oposição ser o do senador Gladson Cameli (PP).

Quem sairá por mentiroso?
O prefeito de Senador Guiomard, André Maia, ameaça ir com a polícia e fiscais lacrar a “Peixes da Amazônia”, por a empresa nunca ter recolhido impostos. E deu um prazo de 48 horas para a quitação. O dirigente da empresa, Fábio Vaz, nega que tenha algum débito e diz que já pagou. Quem sairá por mentiroso? André ou Fábio. A troca de acusações chegou à opinião pública e não há mais como ter recuos e deixar o disse pelo não disse. Apostas abertas e a roleta girando. Quem é que sairá por mentiroso nesta história de pescador. Alguém mente!

Ficar atento
Por isso é bom ficar atento para o final da novela, que a coluna deu em primeira mão.

Quis dizer o que?
O senador Jorge Viana (PT), em recente papo com um amigo da imprensa, proferiu a seguinte frase, ao ser perguntado o motivo do seu apoio à candidatura de Marcus Alexandre ao governo, em 2018? “Será um governo no qual terei espaço”? Foi para quem este recado?

Bomba desativada
Uma bomba de repercussões políticas de alto poder explosivo foi desativada esta semana segundos antes de explodir. Não fosse a informação ter vazado, o escândalo estava feito.

Reflexos profundos
E com reflexos profundos na sucessão estadual, porque seria explorada politicamente.

Repetindo sempre
Repetindo sempre o mesmo mantra de que, na política, as paredes têm ouvidos apurados.

Passo longe
Passo longe da vida pessoal de casais e motivos de brigas, que dizem respeito somente aos envolvidos. Mas posso afirmar que, politicamente, a separação do deputado Heitor Junior (PDT) da vereadora Elzinha (PDT), em nada afetará a candidatura do Heitor à reeleição.

Nada de extraordinário
E não é de se ver como nada de extraordinário a separação de um casal, mesmo de políticos.

Chances diminutas
Ontem foi dia de filiações no PDT. A oficialização da entrada do secretário e pré- candidato ao governo, Emylson Farias, e do diretor do DERACRE, Cristovam Pontes, candidato a deputado federal. São dois projetos muito improváveis de decolarem, pelas circunstâncias políticas.

Questão de reconhecimento
O saudoso deputado federal Geraldo Fleming sempre foi uma das figuras políticas de importância do PMDB. É lamentável, sob todos os aspectos que, a sua foto não esteja na galeria do partido, juntoàs fotografias dos peemedebistas relevantes. Foi um PMDB com DNA.

Pancada forte
O deputado Jairo Carvalho (PDT) dá como certa a vitória do Pastor Pedro Abreu, apoiado por figuras da oposição, contra o Pastor Abrão, que tem o apoio de políticos do governo, pela disputa da presidência da Assembléia de Deus, eleição que acontecerá domingo, com cerca de 700 pastores votantes. Na verdade virou uma campanha política como outra qualquer e com todos os seus componentes.

Perdido todas
Em todas as eleições que enfrentou contra o Pastor Pedro Abreu o Pastor Luiz Gonzaga perdeu. Está faltando mais uma derrota para o Abreu pedir música no Fantástico.

Não alimentou a polêmica
O senador Jorge Viana (PT) não quis aumentar a polêmica com a sua declaração que o Brasil não pode gastar 1,3 do seu PIB apenas para custear o Judiciário, depois da saraivada de críticas que levou de alguns magistrados. Agiu certo: não ganharia nada em aprofundar o debate.

Brasiléia será o palco
O próximo ato que reunirá todos os quatro pré-candidatos ao governo pela FPA deverá ter como palco a cidade de Brasiléia. O anúncio oficial do candidato escolhido está marcado para o final de setembro. É que nenhum dos quatro nomes tem densidade eleitoral em todos os municípios e como tal o PT quer ter tempo para projetar a imagem do escolhido.

Movimentar
A meta de pré-candidaturas na FPA, lançada pelo governador Tião Viana, foi dar uma sacudida política na FPA, o que vem dando certo.

Assunto a dois
A questão do nome a ser indicado pelo PMDB ao Senado passa pelas mãos do ex-prefeito Vagner Sales. E que somente este abrindo mão de sua candidatura estaria aberto o espaço para outro postulante. Os tambores do Márcio Bittar batem sem cessar pela desistência.

Só isso faria sentido
Para o Márcio Bittar só faria algum sentido político de se filiar ao PMDB, caso fosse para ser o candidato a senador. Márcio já passou há muito tempo de ser soldado raso na política.

Todo cuidado é pouco
O presidente do PHS, Manoel Roque, vê como simpática a entrada do secretário Henry Nogueira, para ser candidato a deputado estadual. É criar calo para o sapato. Henry tentou de todas as maneiras tirar o PDT do ex-deputado Tchê, numa manobra que virou manchete.

Incentivo ao estudo
Este incentivo do vereador Jackson Ramos (PDT) de concentração de esforços na escola para um maior aprendizado do português e matemática é válido sob todos os aspectos. Este projeto vem tendo bons resultados em Feijó. Educação não é gasto, mas um investimento.

Mais forte
A deputada federal Jéssica Sales (PMDB) tem toda uma cancha que não tinha, quando entrou candidata há pouco mais de um mês da eleição. É um nome forte na oposição para bisar o mandato. Principalmente, nos municípios do Vale do Juruá.

Fanatismo religioso
Cada um escolhe a religião que quer e a pratica como melhor entender. Só que, quando chega às raias do fanatismo sai do eixo da normalidade. Jornalistas contam que estão evitando ouvir o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, porque responde as perguntas com pregações.

Errou de escolha
Colegas jornalistas costumam dizer que, ao invés de ter disputado a prefeitura de Cruzeiro do Sul, o prefeito Ilderlei Cordeiro deveria ter disputado com São Pedro a posse das chaves do céu. Deveria aliar a religiosidade ao trabalho para resolver os problemas do município.

Temer fica
Por tudo que se tem lido e escutado na mídia nacional o presidente Temer tem votos suficientes para evitar que a oposição consiga aprovar a autorização ao STF para lhe processar.

É da maior hipocrisia
É da maior hipocrisia quando vejo políticos ditos de esquerda protestando pela liberação de emendas aos parlamentares. Não é nada ilegal porque são impositivas. E na política quem tem a carta maior é que ganha no jogo. E se estivessem na situação do Temer fariam o mesmo.

Deveriam repetir no Acre
Grupos estão se reunindo em outros Estados e formando filas nos Postos de Gasolina para colocar 50 centavos de combustível, exigindo a Nota Fiscal e dando notas maiores para troco. Uma forma pacífica e bem bolada de protestar contra aumentos do preço da gasolina. Poderia acontecer, no Acre. Os empresários têm também que sentir no bolso.

Vão perder tempo com o jogo bruto
Conversando ontem com uma das figuras mais importantes da oposição, este fez uma observação política com a qual concordo no todo: não é atacando o ex-prefeito Tião Bocalon e muito menos tentando lhe desqualificar que o farão recuar da sua idéia de candidatura alternativa. Porque estão tratando com um político de convicções e que já enfrentou campanha para o governo sem um pau para dar num gato. Na política, com o jogo bruto não se chega a lugar algum. Todos têm o direito de condenar a tese da candidatura alternativa ao governo, mas é um erro trocar o diálogo pelo atirar de pedras contra a sua pessoa. E muito menos menosprezar a sua importância numa eleição que se prevê muito disputada para o governo. Como dizia Che Guevara que, se pode ser duro sempre, mas jamais perder a ternura.

Continuar lendo

Acre

MPAC media nova agenda entre estado e hospital privado e serviços são restabelecidos

Publicado

em

Continuar lendo

Acre

Deputado Raimundo Angelim aprova criação de áreas de livre comércio no Acre

Publicado

em

Continuar lendo

Acre

Mãe desesperada faz oração ao ver filho morto a tiros no chão, no 2º Distrito de Rio Branco

Publicado

em

Continuar lendo
Publicidade

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.