Conecte-se agora

Grupo da Coréia do Sul se apresentará no Acre no mês de julho

Publicado

em

O Asian Music Festival é um dos maiores eventos que acontece na região norte o qual homenageia a vasta cultura asiática, trazendo expressões artísticas desde dança, canto, teatro até artes marciais e está em sua 2ª edição, que será nos dias 15 e 16 de julho no Resort Hotel a partir das 11 horas.

O evento contará com a presença dos dançarinos do circuito nacional como C. Kim, dançarino e coreógrafo profissional, Shi Bessat, dançarino, cantor e ex integrante da boyband Champs.

Os convidados serão jurados do concurso de dança K-Cover Star, um concurso voltado para dançarinos amadores em categoria cover.

E nesta 2ª edição chamada de The Big Show, as novidades não param por ai. Em parceria com a produtora paulista K-Experience, o Asian Music Festival trará direto da Coréia do Sul o grupo de K-Pop Blanc7. Essa será a primeira vez que a região Norte receberá um show dessa proporção e de um estilo musical que vem conquistando milhares de fãs pelo mundo.

Além de todos estes convidados especiais, o forte do evento são as apresentações de artistas de toda a região, são mais de 40 apresentações no primeiro dia com dançarinos, cantores e artistas marciais. Outra novidade nesta edição, será a área de games organizada pela Unicorns Gaming e também uma área exclusiva aos fãs de K-Pop, um café temático típico do Japão e uma área especial para cosplay.

O Asian Music Festival está preparado para receber público de toda a região Norte, fãs fervorosos de K-Pop, entusiastas da cultura asiática e curiosos que já estão ansiosos nas redes sociais pelo lançamento oficial da venda dos ingressos que acontecerá on-line.

TODOS PAGAM MEIA ATÉ 15 DE JUNHO

Primeiro dia (15/07) – R$ 20,00

Segundo dia + Fanmeeting Blanc7 (16/07) – 80,00

Fansign Blanc7 (16/07) – R$ 100,00 (Valor único)

Mais informações: www.asianmusicfestival.com.br ou redes sociais, Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, Snapchat

Coordenador do Asian Music Festival

Dimitri Kawada

contato@asianmusicfestival.com.br

www.asianmusicfestival.com.br

Propaganda

Destaque 7

Falta de neurologista no Huerb causa revolta em pacientes e familiares

Publicado

em

Mais uma vez o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) é motivo de reclamação por parte de pacientes e familiares de quem busca atendimento na unidade de saúde.Nesta sexta-feira, 24, a revolta é pela falta de médico neurologista.

Segundo a denúncia, há mais de 50 pacientes aguardando por atendimento. Além da falta de profissionais, não há acomodação para todos e alguns pacientes estão alojados em cadeiras.

Elda da Silva Castro conta que levou a irmã, Maria da Silva Castro, com suspeita de AVC na quarta-feira, 22, e até hoje não conseguiu atendimento por um neurologista. “Minha irmã chegou aqui com todos os sintomas de um AVC. Fizemos uma ressonância no INTO que confirmou. Ela tá só piorando da dormência, puxando da perna e com a língua pesada. Até agora, nenhum neurologista passou para atender minha irmã. Isso é um absurdo”.

Fotografias enviadas ao ac24horas mostram os corredores do Huerb lotado de pacientes que aguardam atendimento. A reportagem tentou falar com o médico Welber Lima, diretor do hospital, mas não obteve retorno.

Continuar lendo

Destaque 7

Juíza ordena que Iapen libere entrada de salgados e refrigerante em visitas íntimas

Publicado

em

Numa decisão a pedido do Ministério Público Estadual, a juíza da Vara de Execuções Penais, Luana Campos, exige que o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen) autorize a entrada de salgados e refrigerante durante visitas íntimas. A nova ordem contraria parte do artigo 10 da portaria 513/2019 do Iapen, que proibia a entrada de alimentos durante as visitas íntimas.

O argumento utilizado pela juíza dá conta de que falta variedades na alimentação nos presídios do estado, por isso tal decisão. A portaria permite que o visitante possa entrar com até três salgados e um refrigerante de até dois litros nos dias de visita. “… a alimentação fornecida pela unidade penitenciária não tem variedade”, alega.

Ao ac24horas, o diretor-presidente do Iapen, Lucas Gomes, disse que, a princípio, por se tratar de uma decisão, o órgão irá acatar a portaria, no entanto “o Iapen vai entrar com pedido de recurso e reconsideração na decisão da juíza e, caso ela negue, o órgão seguirá com o pedido aos órgãos superiores”.

De acordo com o documento, “o Iapen não observa as regras do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária”. O Iapen tem prazo de 10 dias para cumprir a ordem judicial.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.