Conecte-se conosco
Fechar

“Não fui convidado e campanha tem seu momento”

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

A idéia gestada pelo governador Tião Viana de em data a ser marcada no mês de julho ser realizada uma convenção da FPA, seguindo o estilo das convenções das eleições americanas, em que os candidatos comparecem a um evento para serem sabatinados pela imprensa, foi vista ontem pelo prefeito Marcus Alexandre (foto) com surpresa. “Só soube pela sua coluna, respeito qualquer movimentação, não fui convidado, na última reunião da FPA isso não foi discutido e acho que campanha tem a sua hora. A minha campanha agora é trabalhar pela cidade”, disparou ontem Marcus. A novidade que o Tião Viana quer introduzir na seleção do candidato ao governo já tem o aval dos demais nomes da FPA. É pensamento do governador que já no mês de setembro o nome que disputará o governo esteja oficializado. O interessante da iniciativa é que pela primeira vez a indicação do candidato ao governo da FPA passe por uma sabatina pela imprensa não oficial, de forma livre e sem temas acordados anteriormente.

Sem o mínimo fundamento
Fui dar uma olhada em uma peça publicitária da prefeitura de Brasiléia, alvo de uma ação da oposição, sob o argumento que se trata de culto à personalidade para promover a prefeita Fernanda Hassem. Sem o mínimo sentido. O argumento é pueril. Deram vazão a uma imaginação fértil que a fonte usada na peça lembra o “13”, o número do PT. Nem semelhança! Oposição tem que ser dura, cobrar, fiscalizar, não dar trégua, mas dentro de um princípio contra uma ilegalidade administrativa, o que não é o caso. Quando a oposição faz uma denúncia por denúncia se descredencia. A peça é um chamamento a se cuidar da cidade. Só.

Língua nervosa
O ex-presidente Lula não vem mais ao Acre nesta sexta-feira. Estava tudo ainda em segredo. Mas uma “língua nervosa” do primeiro escalão vazou a notícia que estava guardada a sete chaves, criando um clima muito ruim de suspeição no primeiro escalão governamental.

Não é a primeira vez
Não é a primeira vez que isso acontece. Isso não é bom dentro de um governo, porque notícias que são sigilosas e ficam restritas ao grupo de secretários são vazadas, criando um clima de suspeita geral. No caso do Lula, o vazamento só pode ter sido feito por alguém de dentro.

Culpa de quem vazou
No caso do cancelamento da vinda do Lula a culpa única e exclusiva da notícia, que ainda estava em segredo, ter vazado, não pode ser debitada ao jornalista, que cumpriu seu papel, mas a um governista boquirroto que não deveria ter tornado público um assunto ainda interno.

O MP cumpriu a lei
O MP está certo em proibir uma entidade particular de Cruzeiro do Sul de usar logomarcas das Forças Armadas, Corpo de Bombeiros, PM, passando a falsa impressão de que tinha autorização e que, os seus cursos seriam uma ponte para entrar nessas unidades militares. Ninguém entendeu, pois, o discurso raivoso de ontem do deputado Eber Machado (PSDC) contra a ação do MP. O MP apenas cumpriu a lei. O Eber precisa ser mais prudente.

Partir para estruturação
Com a aprovação do sistema de bolsas de estudo ontem pela ALEAC, os professores das escolas em tempo integral já vão receber este mês e até os salários retroativos. Boa notícia. É um belo projeto do governo. Falta agora dotar as escolas de estruturas para funcionar 100%. A aprovação teve o dedo do deputado Daniel Zen (PT), autor do anteprojeto de Lei.

UFC em Porto Walter
Em que um prefeito que faz uma boa administração, como o Zezinho Barbary (PMDB), de Porto Walter, melhora a sua imagem, ao espancar um cidadão graciosamente? O seu ato só veio reforçar a sua fama de homem truculento. O mais grave é que exerce função pública.

Fiscais somos todos nós
O deputado Jesus Sérgio (PDT) clama ao DNIT que coloque um fiscal permanente nas obras que começarão a ser executadas na recuperação da BR-364. Tudo certo. Só que, ele como deputado tem por obrigação do voto a ser um fiscal de tudo o que envolve recurso público.

Candidatos militares
O secretário de Segurança, Emylson Farias, garantiu à coluna que o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar e a Polícia Civil terão candidatos a deputado estadual. Desde que sejam qualificados é bom que entrem na disputa, porque na política, quanto mais cabra, mais cabrito. Só rechaço quando vejo semi-analfabetos tentando entrar na carreira política.

Nada mais justo
Acrelândia, o maior produtor de bananas do Acre, está em crise. O produtor antes vendia o cacho até a 15 reais, o preço desabou para, 2 reais e 50 centavos. Só que a pauta da Fazenda que incide na venda continua de 8 reais. A proposta do deputado Nelson Sales para que a alíquota se adéqüe aos novos preços é justa, até como forma do governo ajudar os produtores, neste momento de crise econômica. A banana está a preço de banana.

MP na parada
O MP deve fiscalizar com rigor esta venda da sede da prefeitura de Cruzeiro do Sul, anunciada pelo prefeito Ilderlei Cordeiro, mesmo porque é um bem cultural do município. E de forma pragmática não vai conseguir resolver os problemas financeiros daquela prefeitura.

Não existe um projeto
O que fica claro é que o prefeito Ilderlei Cordeiro nem sabe o que fará com o dinheiro resultante da venda, uma hora fala em pagar o INSS, outra em fazer uma nova rodoviária. O  Ilderlei ainda não conseguiu encontrar um foco para sua administração., está perdido.

Outro sem foco
Outro prefeito que não consegue se encontrar é o prefeito de Feijó, Kiefe, que parece não ter nenhuma afinidade com a gestão pública, não disse até o momento o que foi fazer ou o que vai fazer durante a sua gestão. E não é nenhum tapado, mas um empresário bem sucedido.

Um absurdo, Pedro Longo!
As blitz do DETRAN são necessárias para tirar os carros irregulares das ruas e tem resultado até em prisão de bandidos. Mas quando se faz uma blitz às 6 horas da manhã no Mercado de Cruzeiro do Sul, quando os cidadãos vão às compras, passa a ser um abuso, Dr. Pedro Longo!

Deu eco no parlamento
O assunto deu eco ontem na Assembléia Legislativa, num protesto do deputado Nicolau Junior (PP). Na sua versão este fato está causando revolta entre os cruzeirenses.

Descolar a imagem
Aliados do ex-prefeito Vagner Sales acham que ele deve manter relações com o prefeito Ilderlei Cordeiro, mas descolar a sua imagem, para não ser contaminado pela baixa popularidade que já atravessa o prefeito. É uma relação que tende ficar complicada.

Questão fechada
A deputada Leila Galvão (PT) tem questão fechada de que não pode haver mais de uma candidatura a deputado estadual pelo colégio eleitoral de Brasiléia, na FPA. Se pegar o fato que a eleição de 2018 será muito disputada dentro do PT pelas vagas, a Leila tem a sua razão.

Mais tempo para o filho
O deputado Daniel Zen (PT) deve apresentar um anteprojeto de Lei em que se prorrogue a licença- maternidade das mães que tenham filhos com problemas e que tenham de ficar nas incubadoras. Quer que a licença tenha o mesmo prazo de recuperação da criança. Justíssimo.

Próximos da tropa
Podem aparecer outros candidatos militares, mas dificilmente terão mais votos na categoria que o Major Rocha (PSDB) e que o Coronel Ulisses, principalmente, na PM, pela relação próxima de ambos com a tropa.

Costurando por fora
Enquanto muitos dos candidatos a senadores pela oposição trocam farpas, o senador Sérgio Petecão (PSD) vai costurando por fora e comendo pelas beiradas novos apoios. Ninguém tem andado mais nos municípios reunindo, conversando, levando emendas, que o senador Petecão. Na política, quem não aparece desaparece. É uma máxima que tem razão de ser.

Ninguém é dono dos votos
Nota-se muita revolta entre os deputados da base do governo com mais de oito secretários estaduais sendo candidatos a deputado estadual na eleição do próximo ano. É uma revolta sem nexo, pelo fato de que ninguém é dono de votos. Voto se conquista.

Ponto pacífico
Virou ponto pacífico dentro do PMDB: o partido tem candidato ao Senado ou indica o vice.

Bom mandato
Já pode se dizer nestes primeiros meses da nova legislatura na Câmara Municipal de Rio Branco que, o vereador Roberto Duarte (PMDB) vem cumprindo um mandato produtivo.

No comando do PRB
O vereador Manuel Marcos assumiu a presidência regional do PRB, que era ocupado pelo deputado federal Alan Rick, que foi para o DEM. Quem acompanha a coluna pode se lembrar que, sempre coloquei que o grupo do vereador Manuel e da deputada Juliana Rodrigues (PRB) ganharia a disputa pelo comando do partido. Só restou ao Alan Rick arrumar as malas.

Ficou engessado
Não se pode julgar a popularidade do ex-prefeito Tião Bocalon (DEM) pelas últimas pesquisas. O problema de saúde de sua mulher o tem deixado muito tempo fora do Acre. Mas, não se enganem que na hora que tiver em campanha os seus números subirão nas pesquisas.

Não me lembro de ter acontecido
Desde de o primeiro governador eleito pelo voto popular até hoje não aconteceu um tipo de exposição de candidatos a governador, como a que foi anunciada pelo governador Tião Viana, com os postulantes sendo questionados pela imprensa perante uma platéia, como ocorre nas convenções americanas com seus debates. Acho muito boa a idéia porque se terá a oportunidade de avaliar o que cada um tem a dizer sobre ser governador. Será importante também porque foge daquele modelo engessado dos debates nas emissoras de televisão. Será uma novidade democrática, principalmente, em se tratando da FPA, de onde o prato vinha feito.

Continuar lendo

Blog do Crica

Bestene: “O PP terá chapas próprias para federal e estadual”

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

DEM manda coronel cantar em outra freguesia

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

PMDB trabalha uma coligação com PSDB e DEM

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo
Publicidade

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.