Conecte-se conosco
Fechar

PDT terá candidato ao governo em qualquer cenário

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

O presidente do PDT, Luiz Tchê, diz que trabalha com a hipótese do secretário de Segurança, Emylson Farias, ser o candidato ao governo pelo partido, mas que caso isso não venha a ser concretizado buscará outro nome para a disputa. “O certo é que não ficaremos sem um nome para a eleição de governador, o partido terá candidatura própria em qualquer cenário”, disse ontem à coluna. Tchê (foto) promete não se tomado de surpresa caso os dirigentes do PT desistam da opção Emylson Farias ser a candidatura do PDT: “sempre estou precavido contra o PT”. O sinal vermelho foi acesso no PDT a partir da notícia de que o deputado Daniel Zen (PT) será o nome que a direção petista tentará emplacar para ser a candidatura da FPA ao governo em 2018. O PDT terá também chapa própria para deputado estadual e Câmara Federal.

Feito o que é o certo
Vejo muita gente da oposição clamando por maior presença do senador Gladson Cameli (PP) nos municípios. Iria resolver o que? Seria como que abrir a campanha antecipada de governador fora do ano eleitoral, o que seria um erro. Uma queimação. Faz mais buscando liberar recursos, em Brasília, do que ficar rodando nos municípios. A disputa é em 2018.

Fora do furacão
Notada a ausência do Nepomuceno Carioca dos grandes debates. Parece restrito aos bastidores, não está mais no olho do furacão do enfrentamento político, como era comum. Antes, o Carioca era chamado para resolver até intriga em jogo de dominó de parceiros da FPA. Um ponto a favor do Carioca: diferente de alguns “companheiros” que ficaram ricos nestas últimas duas décadas, ele mantém o mesmo padrão patrimonial.

Não é impossível, mas nada fácil
O Movimento das Mulheres do PT quer tentar eleger ao menos uma deputada estadual, a escolhida é a secretária Sawana Carvalho. Não é impossível, mas nada fácil. Teria que derrotar nomes fortes como Jonas Lima, Louro Marques, Daniel Zen, Leila Galvão e Jackson Ramos.

Jogando com a realidade
Joguem com a possibilidade do PT eleger quatro deputados estaduais. Elegeu cinco porque tinha na coligação da eleição passada, a deputada Maria Antonia e os deputados do PEN, que juntos somaram 17 mil votos para a legenda, o que não acontecerá nesta eleição. Sem falar com os mais de 10 mil votos do Ney Amorim, que agora disputará o Senado. É um jogo bruto.

Carta de liberação
O deputado federal Alan Rick espera apenas a sua liberação do PRB para que seja anunciada a data da sua filiação no DEM. A direção regional do DEM quer trazer uma liderança nacional para prestigiar ao evento. O senador José Agripino (DEM) é o nome em mente.

Exemplo a ser seguido
A decisão do prefeito Marcus Alexandre de enxugar gastos e cortar toda e qualquer contratação está em consonância com a crise econômica e política, que não se sabe nem qual será o desfecho. É um exemplo prudente a ser seguido pelos prefeitos do interior.

Dobradinha
Os deputados Leila Galvão (PT) e Léo de Brito (PT) farão uma dobradinha nos municípios do Alto Acre. O Léo tem ajudado muito os prefeitos desses municípios e a Leila é hoje a maior liderança política do PT naquela região. Ambos tendem ser bem votados nesses redutos.

Não decide nada
Ainda que não haja nenhum pedido de vista e o caso Dilma-Temer venha ser julgado no TSE, no próximo dia 6, e seja desfavorável a ambos e redunde em cassação, ainda assim Temer poderá recorrer no mandato, que é um direito seu. Não será fator decisivo para a sua queda.

Interessante, muito interessante!
Interessante, para não dizer cômico, a grita do PT por eleição direta agora, mas só para presidente. Para o Senado e Câmara Federal, nem pensar! E mudar o sistema eleitoral, também, não querem. Esquecem, que: é minoria para um impeachment e diretas, já!

A experiência conta muito
Não se ouve ou não se lê uma declaração do deputado federal Flaviano Melo (PMDB) sobre a disputa do governo e para senador. Com a experiência de dezenas de anos de mandato só fala na hora certa. E o momento certo para tomar alguma decisão para valer é em 2018.

Mero aperitivo
Tudo o que acontecer na política em 2017 será um mero aperitivo para 2018, quando a onça descerá o barranco para beber água. Por isso, não adianta o açodamento dos apressados.

Quem tem calo, sabe onde o sapato aperta
Não venha com a conversa mole que, trata-se de um movimento político, o protesto que culminou com o fechamento da BR-364. Este tipo de protesto também aconteceu quando o DERACRE era o responsável pela obra. Se a obra agora é do DNIT tem que cobrar é dele.

Não serve com justificativa
Que o DERACRE fez um serviço de péssima qualidade na BR-364 é cantiga antiga. Pode até se relembrado, mas agora cabe ao DNIT colocar as máquinas na pista e fazer um trabalho sério.

Cobrar do temer
Não é demais a cobrança do deputado federal Léo de Brito (PT) para que o presidente Temer libere verbas para a obra. Sabe-se que não há verba alocada para o trecho entre Tarauacá-Cruzeiro do Sul, a pior parte da estrada. Foi denunciado pelo deputado Luiz Gonzaga (PSDB).

Bananal de Tarauacá
O que a coluna noticiou virou moda em Tarauacá, a população protesta contra os buracos plantando bananeiras. Bisando o que publiquei: é tanto buraco que, a cidade vai virar um bananal. Não cabe mais a desculpa da prefeita Marilete que pegou a cidade arrasada.

Ruas do Povo, campeãs de problemas
As ruas que mais dão problemas são as do programa “Ruas do Povo”. O presidente do DEPASA, Edvaldo Magalhães, está fazendo o certo, acionando as empresas que fizeram obras de baixa qualidade, para que refaçam ou devolvam os recursos. Está a se resguardar juridicamente.

Nenhuma justificativa
Por já ter sido prefeito e ocupado a direção de vários cargos públicos, não se justifica o fato do prefeito de Epitaciolândia, Tião Flores, perder repasses da Saúde por incúria administrativa. Foram mais de 200 mil reais bloqueados. E num quadro nacional de grave crise econômica.

Temporada de cobrança
Está aberta a temporada de cobranças dos novos prefeitos, que assumiram prometendo fazer tudo o que os seus antecessores não fizeram, os 100 dias de carência se foram. Sem desculpas!

Tinham a varinha mágica
Todos os novos prefeitos, na campanha tinham a varinha mágica com solução para tudo.

Sem olhar partido
O senador Sérgio Petecão (PSD) tem um ponto positivo a favor do seu mandato, o de liberar emendas parlamentares sem olhar que partido governa a prefeitura beneficiada. E tem que ser assim mesmo, o debate deve ficar para a campanha política e os palanques.

Insistir na convocação
Mesmo sabendo que a maioria dos vereadores que integram a CPI dos Transportes Coletivos é ligada ao prefeito Marcus Alexandre, ainda assim o vereador Roberto Duarte (PMDB) apresentará requerimento com a sua convocação. Na verdade quer surfar no fato político da negativa ao seu pedido. Errado? Não! O jogo político é cada um usar as armas que tem.

Investiu muito
Dos últimos três governadores do PT o que mais investiu no setor agrícola foi o governador Tião Viana. Teve alguns resultados positivos. Mas nada que pudesse ser considerado um salto, porque pegou o setor praticamente do zero. Ninguém pode lhe tirar este mérito.

História política
O Ferreirinha, que foi vereador, secretário municipal, é uma figura querida por todos que o conhecem. Um bonachão. Os vereadores de Plácido de Castro começaram a criticar a sua escolha para ser secretário de Saúde da administração do prefeito Luiz Pereira. Até que o chamaram para uma sabatina na Câmara Municipal de Plácido de Castro. Queriam saber por que ele não sendo médico ocupava a pasta da Saúde e onde estavam os medicamentos comprados, que faltavam nos Postos de Saúde. Naquela sua tranqüilidade, Ferreirinha sabendo que vários vereadores não tinham preparo intelectual, mal conheciam as letras, matou o jogo na sua primeira explanação na tribuna: -não tem analfabeto sendo vereador? E por que um professor, como eu, não pode ser secretário de Saúde? Quanto aos remédios, os doentes tomaram tudo. Remédio é para tomar. Acabou e vou comprar mais. A sabatina terminou ai e o Ferreirinha continuou sendo secretário sem mais aporrinhação. Grande, Ferreirinha! Que o diga o ex-prefeito Luiz Pereira.

Continuar lendo

Blog do Crica

Bestene: “O PP terá chapas próprias para federal e estadual”

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

DEM manda coronel cantar em outra freguesia

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

PMDB trabalha uma coligação com PSDB e DEM

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo
Publicidade

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.