Conecte-se agora

Bolacha Miragina Quadrada, porque eu sou dessas!

Publicado

em

É o seguinte, dois pontos, na outra linha, como dizia minha melhor professora de português da vida, Nazaré Guedes, dos bons tempos de Belizário Távora:

Quando o assunto é bolacha Miragina e me chamam pro debate eu vou é com gosto!

Esses dias o Igor Martins, blogueirinho e youtuber do pé quase rachado, postou um texto sobre qual a melhor bolacha Miragina. Dizia que não achava diferença entre a quadrada e a redonda e tals, mas queria saber a opinião da geral.

Li e chamei a Kethleen Maklaine pra roda, porque desse quadrado a gente entende. Então, espera que eu preciso te explicar, leitor: tem diferença sim, entre bolacha Miragina quadrada e redonda. Muita diferença!! Nem vem! Marrapaz… Pergunta pro Vinícius Charife. Ele fecha com a gente nessa mesa que jamais será redonda, e sempre quadrada!

Como a Kethleen, sou do clube da Miragina quadrada desde sempre. É a melhor para fazer sanduíche de manteiga – aviação, touro me lembra aquelas latas de 10 kg da infância que ficava rançosa. Gosto, não! -, com geleia ou doce de banana – prefiro doce de banana – e, claro, a melhor de todas as receitas, a maravilhosa sopa de bolacha.

Sobre sopa de bolacha, preciso dizer: tenho uma amiga – não revelarei o nome pra ela não passar vergonha – que tava no trabalho e perguntou ao chefe se ele queria café e ele respondeu: quero sim, minha filha. Mas, pera, faz uma sopa de bolacha que é melhor! E ela saiu a procurar no Google o que raios era uma sopa de bolacha, até que alguém a salvou da desgraça e ensinou como faz.

Sim, sim, sopa de bolacha –quadrada ou redonda – Miragina tem receita, manin. Né de qualquer jeito não!! Tem ciência. É praticamente nossa Garam Masala – sabe o que é não? Vai no Google, porque nesse caso precisa mesmo, fiii – cada família tem a sua. Sou dos que gostam da sopa com a bolacha quebrada, com mais café que leite (ninho, por favor) e uma colher (de sobremesa) bem servida de manteiga e caldinho de café bem quente (tu entendeu o que é o caldo de café, não complica minha receita, leitor!!). Há quem goste com mais leite. Outros com muita bolacha e pouco café. Tem gente que acha crime quebrar a bolacha no meio. Tem quem goste de usar leite de gado (eca!!). Como disse, cada família tem a sua. Fique à vontade. Inclusive se quiser usar a malfadada redonda. Afinal, a sopa é sua…

Voltando ao gosto. Bolacha redonda tem gosto estranho, nem adianta tentar me provar o contrário. A quadrada é mais gostosa. Ponto. Simples. E não adianta o Zé Luiz – sócio da Miragina e filho da D. Miriam, dona da receita dessa delícia acreana – me dizer que a massa é a mesma, a receita é a mesma, é tudo feito na mesma máquina e tals, que não funciona. Tem diferença, gente!! Vai dizer que pra ti tanto faz? Sério? Você está comendo essa bolacha do jeito errado, menino. Prestenção!

E Rosângela Cezino, nem invente de querer me explicar as coisas da indústria. Não vai funcionar. Uma coisa é redonda. Outra completamente diferente é a quadrada.

Bem, como o assunto é polêmico, deixo cá com vocês o vídeo do Igor, que é mil vezes melhor que minhas mal quadradas linhas. Assistam e se deliciem.

E, ah, como ele, não ganhei um pacote sequer de bolacha para escrever esse texto….

Bom dia!!!!

MENINO DE OURO
Eu nem ia escrever esse textão agora, porque ainda nem é o tempo certo. Mas, vamos lá. Ontem, quinta, 25, foi aniversário desse menino lindo da foto, meu primo Stênio Carvalho. Stênio é a pura expressão de que o amor que há nos corações suplanta qualquer adversidade. Ele é o avesso da maioria de nós, os Assem de Carvalho. É educado, cheio de amigos, simpático e como diz a Rafisa, Relações Públicas da família. Tem uma família linda, construída em alicerces firmes ao lado da Mayara, essa menina que conheço tão pouco e amo tanto, porque faz tão bem ao nosso menino-homem e lhe deu um filho lindo, Cristian, que ama essa prima postiça pra valer. Sim, esse bebê aí da foto gosta muito de mim. Pode acreditar. E ele não é de espalhar sorriso à toa, visse?

Mas Stênio, isso tudo é só para dizer que te amo muito. Que todos nós somos gratos, muito mesmo, a Deus pela tua vida. Pelo teu coração de ouro. Nunca teremos como expressar em palavras essa gratidão por todo o cuidado que você tem para com a família. E, principalmente, por todo o amor e cuidado que você dedicou à nossa querida tia Amone, sua avó, que mesmo vivendo lindos 94 anos, nos deixou tão cedo!

Que o senhor te conserve sempre assim. Que o Cristian seja uma extensão desse homem maravilhoso que tu és. Que Deus te abençoe, te guarde, te fortaleça e te dê forças sempre. Você é muito amado. E muito abençoado. Obrigada, malinha, por me amar como eu sou! Isso faz toda a diferença, porque sei que me amar é para os fortes!
Beijos!!

Propaganda

Acre

Amores líquidos

Publicado

em

Continuar lendo

Charlene Carvalho

Amigos de empresária mobilizam redes sociais para ampliar estoque de sangue no Hemoacre

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.