Conecte-se agora

Alan Rick assina requerimento para instalação da CPI Mista para investigar os crimes financeiros

Publicado

em

O deputado federal Alan Rick (PRB) assinou nesta quarta-feira, 24, requerimento para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) Mista para investigar as operações financeiras da JBS e os danos causados ao erário público pela empresa.

Para a instalação do colegiado, são necessárias, no mínimo, 27 assinaturas de senadores e 171 de deputados.

A JBS já é investigada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão que regula e fiscaliza o mercado financeiro, por ter lucrado com a compra de dólar no mercado futuro em valor equivalente a R$ 1 bilhão, horas antes da divulgação das primeiras notícias sobre o acordo de delação da empresa.

No dia seguinte, o real se desvalorizou 8% em relação ao dólar e a empresa lucrou mais de R$ 1 bilhão.

“O povo brasileiro quer punição severa para esses milionários que aumentaram sua fortuna mais de 40 vezes em apenas 10 anos entre os governos Lula e Dilma, de forma muito suspeita, e que deram esse prejuízo enorme ao país”, afirma Alan Rick.

A CVM apura indícios de prática do crime de “insider trading”, ou seja, agir no mercado com informações privilegiadas.

Por outro lado, bancos estatais de fomento como Caixa e BNDES já perderam mais de R$ 3 bilhões com a JBS no mercado de ações.

“É um escárnio esses empresários estarem livres e soltos passeando em Nova York depois de causarem enorme prejuízo ao Brasil.
As multas estipuladas de R$ 110 milhões, parceladas em 10 prestações, a garantia da PGR de que não serão mais denunciados, seus processos perdoados e ainda poderem morar fora do Brasil são uma afronta ao povo brasileiro”, critica o deputado acreano.

Há também uma proposta de Projeto de Lei que obriga delatores a devolverem o dinheiro que lucraram no mercado com a ajuda de informações privilegiadas de suas delações.

O objetivo é instalar a CPI ainda esta semana.

Anúncios

Cidades

DNIT pretende entregar obra de recuperação da BR-317 até o dia 5 de novembro

Publicado

em

Foto: Reprodução 

Iniciados no ano passado e retomados em maio deste ano, após o período do inverno amazônico, os serviços de recuperação da BR-317 nos trechos Xapuri/Capixaba e Xapuri/Epitaciolândia estão próximos de serem concluídos.

A previsão da Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura Rodoviária (DNIT) é de que até o próximo dia 5 de novembro a obra seja entregue, com a finalização da restauração e da sinalização horizontal.

De acordo com o superintendente do órgão no Acre, Carlos Moraes, estão sendo restaurados 52 quilômetros na BR-317/AC, sendo que 23 quilômetros são no trecho entre os municípios de Xapuri e Epitaciolândia.

A obra, que vem sendo realizada em ritmo intenso e com muitas máquinas e homens, priorizou os pontos mais críticos da rodovia federal na utilização dos cerca de R$ 60 milhões destinados à obra nos trechos citados acima, segundo Moraes.

“Estamos restaurando 52 km da rodovia. Um investimento de mais de R$ 60 milhões. Como o recurso não era suficiente para restaurar toda a rodovia, priorizamos os trechos mais críticos, que são esses segmentos que totalizam esses 52 quilômetros”, explicou.

Ainda faltam ser concluídos cerca de 1.300 metros de restauração a 30 quilômetros de Epitaciolândia. A empresa responsável pela obra está trabalhando aos sábados, domingos e feriados para concluir os serviços dentro do prazo estipulado pelo DNIT.

Continuar lendo

Cidades

Acesso à Vila Evo Morales em Plácido de Castro recebe galeria, elevação do leito e recapagem

Publicado

em

O governador Gladson Cameli destacou neste sábado, 24, avanço na implantação do acesso à Vila Evo Morales, cidade boliviana na fronteira com Plácido de Castro.

Neste momento, segundo o governador, estão sendo feitos o alteamento de quase 3 metros do leito da estrada e a implantação de uma galeria de 26 metros de comprimento.

“Após a conclusão desses serviços vamos começar a recapagem da pista”, disse o governador.

Continuar lendo

Cidades

Xapuri inicia operação tapa-buracos com asfalto oriundo de parceria com o governo

Publicado

em

A prefeitura de Xapuri deu início a uma operação tapa-buracos que vai beneficiar as principais ruas da cidade com asfalto fornecido pelo governo do estado por meio de convênio denominado Programa Ruas do Acre, firmado com os 22 municípios no mês de agosto passado.

O programa do governo repassará 8.400 toneladas de massa asfáltica para as 22 prefeituras, em um investimento de mais de R$ 5 milhões, divididos proporcionalmente de acordo com as populações de cada município, com a finalidade específica de recuperação de vias urbanas.

Na ocasião da assinatura do convênio, o governo esclareceu que os critérios adotados para a parceria com as prefeituras foram técnicos, não levando em conta questões políticas e partidárias. Durante o ato, o governador Gladson Cameli afirmou desejar que os prefeitos se sentissem parte do projeto de gestão do seu governo.

“Eu faço uma administração sem subestimar a vontade popular. Tenho procurado ouvir o que a população quer de um governante. Por isso, estou fazendo parceria com as 22 prefeituras para cumprir o papel de fazermos uma gestão para todos. E com certeza ainda faremos muitas outras parcerias”, destacou o governador.

Nesta sexta-feira, 23, o prefeito de Xapuri, Ubiracy Vasconcelos (PT), agradeceu ao governo pela parceria e pela confiança na sua administração. Segundo ele, a prefeitura é a responsável pelo transporte do asfalto até o município e pela contratação da empresa que está executando os serviços.

“O trabalho faz parte da parceria prefeitura e governo do estado, onde o governo está disponibilizando 282 toneladas de massa asfáltica e a nossa prefeitura está transportando de Rio Branco e contratou com recursos próprios uma empresa especializada para a execução dos serviços”, explicou.

De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura de Xapuri, o asfalto destinado pelo governo vai ser usado em obras de manutenção das duas principais ruas de Xapuri, Coronel Brandão e 24 de Janeiro, além de alguns bairros da cidade com necessidade mais urgente.

Continuar lendo

Cidades

Com apoio do Exército, aldeias e comunidades do Acre ganham rede de água potável

Publicado

em

O Exército Brasileiro deverá implantar sistema de abastecimento de água simplificado em aldeias indígenas de Jordão e comunidades ribeirinhas de Marechal Thaumaturgo.

A obra do governo do Estado, por meio do Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser), alcançará quase quatro mil pessoas em 31 aldeias indígenas de Jordão e três comunidades ribeirinhas de Marechal Thaumaturgo com a distribuição de água potável. Ao todo, serão implantados 53 sistemas de abastecimento simplificado. Cerca de R$ 8,5 milhões em recursos já estão assegurados para o início das benfeitorias.

Pedido nesse sentido foi feito pelo governador Gladson Cameli diretamente ao comandante do 2º Grupamento de Engenharia, o general acreano Marcelo Pereira Lima de Carvalho.

Cameli quer auxílio no transporte aéreo e fluvial de insumos, materiais e pessoal. Assim como a extração de matéria-prima (madeira e areia) para a execução dos trabalhos, previstos para serem concluídos em 10 meses.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas