Conecte-se agora
Fechar

Presidente Michel Temer diz em pronunciamento que não teme delação e que não renunciará

Publicado

em

O presidente Michel Temer afirmou na tarde desta quinta-feira (18) no Palácio do Planalto que não teme delação e que não renunciará.

Ele fez um pronunciamento motivado pela delação premiada dos empresários Joesley e Wesley Batista, donos da JBS. As delações já foram homologadas pelo Supremo Tribunal Federal.

“No Supremo, mostrarei que não tenho nenhum envolvimento com esses fatos. Não renunciarei, sei o que fiz e sei a correção dos meus atos. Exijo investigação plena para o esclarecimento ao povo brasileiro”.

Reportagem publicada no site do jornal “O Globo” nesta quarta (17) informou que Joesley entregou ao Ministério Público gravação de conversa na qual ele e Temer conversaram sobre a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso na Operação Lava Jato.

“Não temo nenhuma delação, nada tenho a esconder”, disse Temer. “Nunca autorizei que se utilizasse meu nome”

“Meu governo viveu nesta semana seu melhor e seu pior momento”, disse Temer, em referência a indicadores de inflação, emprego e desempenho da economia e à revelação da delação dos donos da JBS. “Todo o esforço para tirar o país da recessão pode se tornar inútil”, afirmou.

Na noite desta quarta, após a veiculação da reportagem, a Presidência divulgou nota na qual confirmou que, em março Temer e Joesley Batista se encontraram, mas negou ter havido conversa sobre tentar evitar a delação de Cunha.

No âmbito do STF, o ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato, autorizou abertura de inquérito para investigar Temer, a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Com a decisão de Fachin, Temer passa formalmente à condição de investigado na Operação Lava Jato. Ainda não há detalhes sobre a decisão, confirmada pela TV Globo.

As revelações do jornal geraram reações imediatas no Congresso Nacional, a ponto de os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), encerrarem as sessões desta quarta nas quais estavam sendo discutidos projetos.

Além disso, tanto parlamentares da oposição quanto da base aliada passaram a defender a saída de Temer por meio de reúncia ou impeachment.

 Pela Constituição, se o presidente renunciar ou sofrer impeachment, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, assume interinamente a Presidência e tem de convocar novas eleições.

Aécio Neves

Na mesma delação, também segundo o jornal “O Globo”, os donos da JBS revelaram pedido do senador Aécio Neves (PSDB-MG) de R$ 2 milhões à empresa para pagar as despesas com advogados que o defendem na Lava Jato.

Aécio indicou um primo dele para receber o dinheiro, e a entrega foi filmada pela Polícia Federal. A PF também rastreou o caminho do dinheiro e descobriu que foi depositado em uma empresa do também senador Zeze Perrella (PMDB-MG).

Nesta quinta, Aécio Neves foi afastado do mandato de senador, por determinação do Supremo Tribunal Federal. Além disso, a irmã dele, Andrea Neves, foi presa pela Polícia Federal por suspeita de envolvimento no episódio envolvendo a JBS. Um primo de Aécio, Frederico Pacheco de Medeiros, também foi preso.

Embora a Procuradoria Geral da República tenha pedido a prisão de Aécio, o ministro Edson Fachin rejeitou o pedido e não levará o caso a plenário, que só avaliará o caso se o procurador-geral, Rodrigo Janot, decidir recorrer da decisão.

Mais Informações

Acre

Estudantes da João Aguiar realizam protesto contra a falta de segurança na instituição

Publicado

em

Estudantes da escola João Batista Aguiar, no Manoel Julião, saíram pelas ruas do Conjunto neste sábado, 18, em protesto contra a falta de segurança no estabelecimento de ensino.

Eles usaram uma faixa e diversas cartolinas pedindo providências ao setor de Segurança Pública do Acre.  “Todo político que muito fala em segurança  é o que mais se compromete com a criminalidade”, dizia a faixa principal carregada pelos alunos.

Há meses que a escola vem sofrendo com roubos.  Nesta semana, por exemplo, criminosos  arrombaram portas e grades do prédio da instituição para entrar e levar bens.

Na ação, ele levaram um bebedouro, computadores e, ainda, parte da merenda escolar enviada à escola para a alimentação dos estudantes. Esse não foi o primeiro crime na escola. Vários registros já foram feitos na delegacia da região.

Continuar lendo

Acre

Há uma conversa adiantada para que o Livres apoie o Coronel Ulysses, diz Jarude

Publicado

em

Flertando com a pré-candidatura do coronel Ulysses ao governo do Acre, o Livres (antigo PSL), partido que tem como principal proposta o Estado mínimo e o incentivo à iniciativa privada e à livre concorrência, foi apresentado a um grupo fechado de empresários e políticos do Juruá, em evento na noite desta sexta-feira, 17, no Ponto Alto Bier & Wein, localizado na Rua Beijamin Constant, no Morro da Glória, na cidade de Cruzeiro do Sul.

O vereador Emerson Jarude, de Rio Branco, foi o palestrante da noite. Emerson deixou claro que, a priori, a legenda não levou o nome de nenhum nome majoritário ao município.

O objetivo foi lançar os ideais do Livres no Juruá, a partir de Cruzeiro do Sul. “Neste momento não. O foco é a construção da nominata municipal. Quanto ao nome ao Governo, faremos essa agenda em Cruzeiro do Sul novamente. Há uma conversa bem adiantada para que o Livres o apoie”, disse Jarude ao se referir ao nome de Ulysses Araújo.

O evento teve a participação de representantes do Livres em Porto Walter, Marechal Thaumaturgo, Rodrigues Alves e Mâncio Lima, além de pessoas de Cruzeiro.

Continuar lendo

Acre

Morre aos 72 anos, Rita Batista, coordenadora do Educandário e fundadora do PCdoB no Acre

Publicado

em

Morreu na manhã deste sábado, 18, dona Rita Batista, fundadora do PCdoB e atual coordenadora do Educandário Santa Margarida. Ela faleceu em sua residência, no Conjunto Castelo Branco. A causa da morte ainda é desconhecida. Dona Rita sofria de hipertensão e problemas respiratórios.

Rita Batista era mãe de quatro filhos, entre eles o atual secretário Municipal de Educação, Márcio Batista, ex-vice prefeito de Rio Branco.

“Minha referência e inspiração partiu para a vida eterna!! Muito obrigado pelos princípios de vida e retidão ideológica”, disse Márcio Batista.

Dona Rita fundou o PCdoB no Acre em 1978. Enfrentou, à época, a ditadura militar atuando no meio político em defesa das mulheres. Foi a primeira mulher a apresentar um programa de rádio na Rádio Difusora Acreana.

Em 1985, ela disputou o Senado e em 1988 compôs a chapa majoritária do PC do B como candidata a vice-prefeita de Rio Branco.

Há três anos, Rita Batista dirigia o Educandário Santa Margarida. Ela deixa quatro filhos e seis netos.

NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO DE RITA BATISTA.

Rita Batista , mãe de Márcio Batista nos deixou o exemplo de luta. Seguiremos lutando.

PC do B HOMENAGEIA
RITA BATISTA, FUNDADORA DO PARTIDO

As almas de todas as mulheres são imortais. Mas as almas das mulheres justas são imortais e divinas.

Rita Batista, fundadora do PCdoB no Acre, recebeu um convite especial de Deus: cuidar das criancinhas no Céu, como ela cuidava aqui na terra, no Educandário Santa Margarida.

Rita era uma mulher de diamante, aço líquido e rosas. Sempre lutou como uma leoa por seus filhos, seus netos, seus camaradas.

A vida de Rita sempre foi de amor incondicional aos mais pobres, ao seu Partido e ao povo acreano.

Rita lutou com honra, com dignidade e altivez. Rita tinha a firmeza do ferro fundido e a leveza dos jardins.

Os camaradas do Acre e do Brasil se despedem com a certeza de que Rita Batista cumpriu a sua missão de mãe, de camarada e de mulher das lutas do povo acreano.

Vá em paz, camarada Rita!

Os dirigentes e militantes do PCdoB do Acre.

Continuar lendo
Propaganda

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.