Conecte-se conosco
Fechar

Qual o seu desejo? Eis o que te desejo nesta segunda:

Charlene Carvalho

Publicado

em

Não, não!! O poema abaixo não é meu. Quem dera fosse! É de Flávia Wenceslau. O recebi a primeira vez de uma alma boa, há uns dois anos. Paixonei. No sábado, apesar de uma pilha de trabalho à mesa, saí  para almoçar com os queridos amigos Moisés Alencastro, Lidiane Moraes, Sidney Barcelos e Rose Moreto. Demos uma passadinha na loja da Polyana Costa, que me trouxe tão boas memórias, e lá encontrei outras pessoas queridas, Idma Biggi e Clara Báder. Tempo, tempo, tempo…

Como é bom ter amigos. De longe. De perto. Por perto. Ao derredor…. Foi bom.

Como tinha muito a fazer, voltei pras teclas do computador, liguei o Spotify aleatoriamente e achei o lindo poema, em forma de canção, agora em uma interpretação primorosa do Padre Fábio (Gato) de Melo. Enquanto escrevia e ouvia repetidamente a música, fiquei meditando na letra, essa aqui:

Eu te desejo vida, longa vida/Te desejo a sorte de tudo que é bom/De toda alegria ter a companhia/Colorindo a estrada em seu mais belo tom/Eu te desejo a chuva na varanda/Molhando a roseira pra desabrochar/ E dias de sol pra fazer os teus planos/Nas coisas mais simples que se imaginar /Eu te desejo a paz de uma andorinha/No voo perfeito contemplando o mar/E que a fé movedora de qualquer montanha/Te renove sempre, te faça sonhar/Mas se vier as horas de melancolia/Que a lua tão meiga venha te afagar/ E a mais doce estrela seja tua guia/ Como mãe singela a te orientar/Eu te desejo mais que mil amigos/A poesia que todo poeta esperou/Coração de menino cheio de esperança/Voz de pai amigo e olhar de avô/ Eu te desejo a chuva na varanda/Molhando a roseira pra desabrochar/ E dias de sol pra fazer os teus planos/Nas coisas mais simples que se imaginar …

Como Deus é bom. Como ele nos preenche de paz e irradia amor em todos os nossos bons e maus momentos. Como as palavras de Flávia Wenceslau aqueceram meu coração. Como a voz do Padre Fábio me trouxe paz. Fiquei com a música na cabeça e um desejo: desejar o mesmo a cada um dos que gastam um pedacinho do seu dia/noite ao passar por aqui e dar aquela audiência qualificada à coluna.

Então é isso, leitor: “Eu te desejo vida” é o que desejo pra vocês tudim nessa semana que começa!

É o que te desejo…
Bom dia!!!

Se tudo der certo, hoje é dia almoçar com duas amigas queridíssimas: Francesca (Nena) Abugoche Kilde e Socorro Rodrigues. Oportunidade para colocar os assuntos em dia, saber das últimas novidades e celebrar a vida e a amizade. 

LOOK DO DIA
O problema de encontrar com a Nena e a Socorro, seja para um café ou almoço informal, é sair toda arrumadinha e bem vestida. Porque as duas são a elegância em pessoa e eu a esculhambação estampada em forma de gente. Mas perto delas eu me comporto. Bem longe do padrão tradicional, mas me visto como uma mocinha elegante no máximo que eu consigo, claro. Vou fazer fotEnha e postar na rede social, porque sou dessas e não é todo dia que saio de casa toda arrumada, né???

TEATRO
Na próxima sexta-feira, 19, o Teatro Plácido de Castro será palco, a partir das 20h, do IV Festival de Esquetes da Oficina de Teatro Expressão. A apresentação faz parte do encerramento da turma de jovens e adultos para iniciação teatral e que tem em Daniel Scarcello, um talentoso ator e empreendedor de cultura no Acre, um dos seus organizadores.

MAIS ARTE
Vem coisa boa por aí. Diogo Soares e uma trupe das artes prepara uma ocupação do bem dos espaços culturais de Rio Branco a partir do próximo final de semana, com arte por toda a parte com música, dança e teatro. O DNA do Diogo é dos bons. Vamos aguardar.

Turma que vai apresentar o IV Festival de Esquetes da Oficina Teatro Expressão, na próxima sexta-feira no Teatro Plácido de Castro

HOUSE OF CARDS
Preparem os corações, porque maio é o mês de finalmente assistirmos à nova temporada da série House of Cards. É aquela história, né? Toda temporada o congressista Francis Underwood e sua mulher, Claire, fazem de tudo para conquistar seus objetivos, não importa o que aconteça. Um mundo político recheado de ganância, corrupção e luxúria na capital Washington. Impossível não querer assistir. Na Netflix, naturalmente.

MOONLIGHT
Nós pessoas não agraciadas com a possibilidade de assistir o aclamado Moonlight, sob a luz do luar nos cinemas, uma vez que o Cine Araújo não gosta muito de nos presentear com bons filmes, podemos finalmente assisti-lo também a partir deste mês na Netflix. Só para lembrar, o filme narra a jornada de autoconhecimento de Black, enquanto tenta escapar do caminho fácil da criminalidade e do mundo das drogas de Miami.

DE OLHO NA REDE
O levantamento é da crítica de moda do New York Times, Vanessa Friedman. Segundo ela, há uma crise no ramo dos grandes influenciadores digitais. Recentemente, a modelo Kendal Jenner (80 milhões de seguidores no Instagram) se envolveu em duas confusões, quando publicidades da qual participou foram muito mal recebidas nas redes. A Disney se viu obrigada a cortar os laços com PewDiePie, um youtuber estrela que fez comentários antissemitas. Isso para ficar só em dois casos.

COBRANÇA
No artigo, Friedman mostra que o problema de influenciadores das redes sociais em campanhas é que seus seguidores os veem como amigos, não como estrelas distantes. Cada vez mais, quando usados para ações de marketing tradicional, são cobrados pela sua base de ‘amigos’. Soa como traição. E, com frequência maior, pode se tornar um tiro no pé para quem promove a campanha. Fica o alerta para os influenciadores digitais locais.

Belíssimo registro esse do amor de Daniel Cruz por sua mãe Eliete Cruz. A foto, no já tradicional Manto Verde é de Magdiel Jorge

LEITURA
Foi lendo um artigo com o singelo título: O prazer dos livros que você detesta, que descobri – do vera – que não sou a única a brigar mentalmente com o autor quando discordo de seu ponto de vista, que não sou a única a insistir na leitura ruim e que me armo de argumentos para me contrapor ao que discordo. E mais que isso, me deu saudade dos clubes do livro.

DEBATE
Aprendi a ler, lendo. Mas aprendi também debatendo, divergindo, concordando. Na maioria das vezes, se leio coisas e temas na internet que discordo, guardo pra mim. Se vou a um grupo de whats e manifesto minha manifestação fora da caixinha, quase sempre levo umas bordoadas, por isso, quase sempre desisto. Mesmo assim mantenho a opinião. Afinal cada um tem a sua. Nesse mundo onde todo mundo tem que concordar com o textinho – da moda – e da vez, prefiro seguir dirigindo na mão inglesa, mantendo minhas próprias opiniões. Ninguém precisa concordar com elas, claro. Pelo contrário. Essa é a grandeza do debate.

SAUDADE
Mas, na real, estou com saudade do clube do livro. Daquela boa conversa sobre o último livro que você leu. Qual o novo autor da hora, quem você não pode deixar de ler de jeito nenhum. Bora voltar com o Clube, meninas?? Sim, sim, isso é uma indireta para Mirla Regina, Raquel Eline, Jaqueline Assem, Maria José Maia Postigo e Shirlei Gusmão.

SÓ TEM VANTAGENS
A boa vantagem do clube do livro vai muito além das dicas. Ele nos coloca na boa rota da leitura, da importância de não desistir do livro ruim, fugir das obviedades e compartilhar sua – minha – grande nova descoberta da semana, que nunca estará na lista dos mais vendidos da Veja.
Se você gosta do debate e dos livros, monte o seu próprio clube. É muito bom.

Continuar lendo

Charlene Carvalho

Mayara Padrão diz que deixar o Geração Gazeta foi uma escolha

Charlene Carvalho

Publicado

em

Continuar lendo

Charlene Carvalho

O Profeta que me abraça nos dias de amargor

Charlene Carvalho

Publicado

em

Continuar lendo

Charlene Carvalho

As estações do amor e o amor próprio que não é egoísta

Charlene Carvalho

Publicado

em

Continuar lendo
Publicidade

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.