Conecte-se agora
Fechar

Ney Amorim vem sendo cortejado até por partidos de oposição ao PT

Ray Melo, da editoria de política do ac24horas

Publicado

em

Bom dia! Boa tarde! Boa noite!

Antes de começar a atualização, eu gostaria de pedir desculpas aos meus três leitores pela ausência. Estive muito ocupado com o desafio do ‘Mapinguari Vermelho’. Precisei de muito tempo para responder as cartinhas de pais. Emocionados, eles destacavam a importante contribuição do blog do Ray para que seus filhos abandonassem o desafio da “Baleia Azul”. A decepção maior é que apesar do reduzido número de 10 desafios, ninguém consegue cumprir nenhum. Mas o assunto hoje é outro. Vamos deixar de lado as promessas de campanhas não cumpridas pelos governos do PT e vamos falar do debate antecipado das candidaturas apresentadas para as eleições 2018.

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre, deputado Ney Amorim (PT) virou o objeto do desejo dos partidos nanicos que orbitam o PT e também das legendas de oposição. Depois que surgiram alguns boatos nos bastidores, que suas pretensões em disputar o Senado vão enfrentar uma forte resistência dos cardeais petistas e até fogo amigo, alguns líderes de oposição passaram a cortejar Amorim. Principalmente, porque ele tem uma habilidade política invejável e conquistou a simpatia de uma boa parte das lideranças e da militância petista no interior do Estado, além de contar com o apoio de deputados estaduais de oposição na corrida por uma cadeira de senador.

“O PSDB está de portas abertas para o Ney Amorim”. Essa frase é do presidente regional do ninho tucano no Acre, deputado federal Major Rocha. O dirigente partidário acredita que Amorim tem chances reais de “acabar com o reinado de Jorge Viana (PT). “Anota o que vou dizer, Ray. A Frente Popular está sendo esvaziada. Tem muita gente pulando do barco e procurando os partidos de oposição. Aqui no PSDB, eu gostaria de receber políticos do peso do Ney Amorim. Só não garanto espaço para o governador Sebastião Viana, já que ele acredita que é uma liderança global e está no mesmo nível que Donald Trump e Putin”, ironiza o líder tucano Major Rocha.

“Quero abastecer com etanol da Álcool Verde”


Durante as compras no supermercado Pague Pouco, encontrei o amigo Railton Caetano, apreciador da água que passarinho não bebe, ele me questionou quando poderia abastecer seu carro com álcool produzido na usina Alcobras, que depois de passar 20 anos fechada, sem nunca ter entrado em funcionamento, virou Álcool Verde. “Ray, eu tenho 61 anos, poxa cara, eu antes de morrer ainda quero abastecer meu carro com álcool da usina Álcool Verde. Cadê aquele milagre do combustível barato que o Binho e o Jorge Viana prometeram? Como eu perco o amigo, mas não perco a piada sapequei: você vai abastecer com álcool produzido aqui no mesmo dia em que fizer o piso de sua casa com o produto da fábrica de tacos de Xapuri.

Sibá Machado virou agente da CIA


O serviço de inteligência da Polícia Civil não conseguiu encontrar o vereador Juruna (PSL) para cumprir o mandado de prisão expedido pela Justiça do Acre, mas o deputado afastado Sibá Machado (PT) parece que virou agente da CIA e realizou a missão quase impossível de achar o local que Juruna estava escondido. Como o vereador condenado faz parte da Frente Popular do Acre, coligação comandada pelo PT, só após o ministro Marco Aurélio Mello, do STF, conceder liminar dando direito ao parlamentar de se defender em liberdade dos processos contra ele no Judiciário do Estado, foi que Sibá publicou a foto. O blog deixa a dica para colocar Sibá Machado no caso de Bruno Borges, que está desaparecido. Sibá poderia auxiliar a polícia nesta investigação.

O deputado da produção
O ex-secretário de produção e deputado estadual Lourival Marques (PT) que abra o olho. Ele ganhou a eleição se colocando como o cara que revolucionou o setor produtivo do Acre, mas nos últimos dias, com sua ausência no parlamento, o deputado Jonas Lima (PT) assumiu a bandeira da produção e vem fazendo reivindicações e apresentando os resultados de sua ação parlamentar junto aos pequenos produtores. Vindo da roça, Jonas Lima conhece como ninguém o assunto. A tendência é ele ampliar sua votação na próxima eleição, contando com o apoio dos pequenos produtores de todo Estado. Todos os finais de semana, ele faz uma peregrinação nas comunidades rurais, colhendo sugestões e reivindicações dos trabalhadores rurais.

Acordão entre caciques
O burburinho é grande nos bastidores políticos sobre um suposto “acordão” entre caciques dos partidos de oposição e cardeais petistas para as eleições 2018. Pessoas ligadas aos envolvidos teriam soltado a língua em conversas de mesa de bar. A história ou estória, é que Gladson Cameli (PP), Sérgio Petecão (PSD) e Jorge Viana (PT) teriam fechado um acordo para manter uma vaga a atual configuração no Senado, ou seja, tentar garantir a reeleição de Jorge Viana e Petecão. O acordo envolveria o lançamento de apenas uma candidatura da aposição. No outro lado, o PT trabalharia para JV ser o candidato único. Antes que comecem as pedradas, estou apenas noticiando a conversa que presenciei, mas não vou revelar os autores do “boato”.

Uma senhora candidata ao Senado
Nos últimos dias estive analisando o cenário político local. Não temos nenhuma mulher pré-candidata ao Senado ou ao governo. Isso é intrigante, já que as mulheres representam a maioria do eleitorado. Não seria o momento de colocar uma mulher num cargo majoritário? O blog deixa a sugestão para que os partidos formalizem um convite a promotora de Justiça Alessandra Marques, a nossa rainha no Nilo. Se ela foi capaz de capaz de derrubar uma pirâmide financeira internacional, quem sabe ela dê um basta nas ações criminosas de políticos profissionais no Senado da República. “Você está falando comigo? Você está preso”, esta frase direcionada a um divulgador da Telexfree, que a desacatou poderia se repetir contra um ‘propineiro’.

Quase rola um “fight”


Quase que a sala da assessoria política da Aleac vira um octógono na última quinta-feira. Tudo por causa de uma resposta áspera para uma pergunta simples. O embate aconteceu entre entre Raimundinho da Baixada (não é o deputado Raimundinho da Saúde) e o dirigente do DEM, Frank Lima. Raimundinho perguntou se era verdade que o deputado federal Alan Rick (PRB) estaria com a ficha de filiação pronta para ingressar no DEM. Frank Lima retrucou perguntando qual seria o partido de Raimundinho e o aconselhou a cuidar de sua legenda e esquecer o DEM. O tempo fechou. Foi preciso de intervenção da turma do “deixa disso” para impedir o confronto de titãs.

Blog do Ray

Nelson Sales afirma: “terceirização vai transforma Huerb em cabide de emprego”

Ray Melo, da editoria de política do ac24horas

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Ray

O vendedor de “quêbe” que virou candidato a vice-governador do Acre

Ray Melo, da editoria de política do ac24horas

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Ray

“Quem é o Acre na fila do pão quando o assunto é a redução da emissão de carbono?”

Ray Melo, da editoria de política do ac24horas

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.