Conecte-se conosco
Fechar

Ação parlamentar de Alan Rick garante R$ 2,5 milhões para obras do complexo em Sena Madureira

Publicado

em

A ação parlamentar do deputado federal Alan Rick (PRB) garantiu, junto ao Ministério do Esporte, a aprovação de recursos da ordem de R$ 2,5 milhões para as obras do Complexo Esportivo do Estádio Marreirão, em Sena Madureira, que incluem a ampliação das arquibancadas, construção de alojamentos, vestiários, restaurante e uma quadra de grama sintética. Os recursos foram garantidos pelo ministro Leonardo Picciani ao próprio deputado no final de março. O projeto já está pronto e as obras serão realizadas pela prefeitura de Sena Madureira.

Na manhã desta quinta-feira, 20, Alan Rick esteve em Sena Madureira e ao lado do prefeito Mazinho Serafim (PMDB), conheceu de perto a realidade do local que deve ter as obras reiniciadas nos próximos meses, uma vez que a prefeitura já dispõe de recursos iniciais para a primeira etapa do projeto.

“Essa obra é um sonho da população de Sena Madureira. Há muitos anos reformas ou tentativas de reformas vem se arrastando aqui sem sucesso e, muitas vezes, com sérios problemas. Agora, graças à ajuda do deputado Alan Rick, que alocou R$ 2,5 milhões no Ministério do Esporte para o nosso município, nossa gestão vai poder reconstruir o Marreirão e resgatar a história do futebol em Sena Madureira. Aqui teremos um espaço de esporte e lazer de qualidade para os nossos jovens e para toda a população da nossa cidade. Sou grato ao deputado Alan Rick, pelo apoio que tem dado à nossa gestão com esses recursos”, disse o prefeito Mazinho Serafim.

Alan Rick, por sua vez, lembrou que há dois anos vem batalhando, junto ao Ministério do Esporte, pela liberação desses recursos. “ O Marreirão foi palco de uma bela história do futebol em Sena Madureira. Espaço onde grandes times e grandes talentos se apresentavam todos os domingos. Infelizmente nos últimos anos ficou completamente abandonado. Mas essa história está mudando. Graças a Deus, temos essa oportunidade de virar e mudar essa página da história do município”, disse o deputado.

“Não tenho dúvidas de que esse complexo esportivo vai ser uma referência na região. Quero parabenizar o prefeito pelo belo projeto que aqui vai se tornar realidade e, dessa forma, resgatar a história do futebol em Sena Madureira e garantir espaço de lazer para toda a comunidade”, disse Alan Rick.

REVITALIZAÇÃO DE UM ESPAÇO DE GRANDES HISTÓRIAS

O Estádio Antônio Marreiro Filho, o Marreirão, em Sena Madureira, foi inaugurado em 1983 pelo então governador Nabor Júnior. Até a década de 1990, foi a principal praça esportiva do município, onde era realizado, anualmente, o campeonato municipal com times de grande expressão na região, entre os quais o Grêmio, Comercial, Fluminense, Assincra, Vasco da Gama entre outros. Mas o que era um espaço de lazer, hoje é um lugar abandonado.

Com a garantia dos recursos de R$ 2,5 milhões do Ministério do Esporte viabilizados pelo deputado federal Alan Rick, o Complexo do Marreirão deixa de ser um sonho e torna-se realidade. Lá também estão garantidas as obras do estacionamento para deficiente e demais clientes, dois vestiários com banheiro, reforma do túnel de acesso ao campo, construção da praça de alimentação interna, construção de três quiosques de alimentação para o público externo, pavimentação das áreas internas de trânsito e circulação para os frequentadores, implementação de quatro torres profissionais de iluminação e também a construção de arquibancadas para deficientes, ampliação do muro lateral, além de alojamento com restaurante.

Continuar lendo

Acre

MPAC media nova agenda entre estado e hospital privado e serviços são restabelecidos

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio da Promotoria Especializada de Defesa da Saúde, mediou, nesta segunda-feira, 23, nova agenda entre representantes do governo do Estado – Secretária de Estado de Saúde (Sesacre) –, Hospital Santa Juliana e Diocese de Rio Branco. No encontro, Estado e instituição afirmaram que os serviços de cirurgias cardíacas e exames ambulatoriais de alta complexidade, prestados aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), via convênio firmado entre governo e hospital, serão retomados esta semana.

O Promotor de Justiça Glaucio Ney Shiroma Oshiro que acompanha o caso desde o início, foi o mediador do encontro. A agenda é resultado da última reunião realizada na quinta-feira, 19, com a Sesacre e a Diocese, sob a condução do procurador-geral de Justiça, Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto.

Glaucio Ney destacou que a atuação do MPAC é para garantir que a população seja assistida pelos procedimentos de cirurgias cardíacas e exames de cintilografia, densitometria e litotripsia, que chegaram a ser suspensos na semana passada, em razão de impasses contratuais entre as partes. Pela Sesacre, se fizeram presentes, o secretário adjunto de Atenção à Saúde, Ráicri Barros e a assessoria jurídica. O Conselho Presbiteriano da Diocese de Rio Branco representou o Hospital Santa Juliana, junto também com sua assessoria jurídica.

O promotor de Justiça destacou que entre os principais pontos do acordo, ficou firmado que os serviços serão restabelecidos com a vinda do médico responsável pela realização dos procedimentos. Assim, a população estará novamente resguardada.

“Consensuamos, ainda, que os próximos passos a serem dados é uma nova abertura de diálogo entre a Sesacre e a Obras Diocese, para ajustar algumas controversas existentes a respeito do convenio firmado entre ambos. Além disso, no prazo de 15 dias, eles encaminharão ao MPAC, seus posicionamentos a respeito da solução destas controvérsias. O MPAC estará fazendo o monitoramento dessas resoluções, a fim de resguardar a legalidade de todos os atos”, afirmou o promotor.

Desde o início do ano, tramita na Promotoria Especializada de Defesa da Saúde, um procedimento administrativo, instaurado para acompanhar a prestação de serviço pelo Hospital Santa Juliana. A partir da abertura do procedimento, foram realizadas diversas reuniões, com deliberações acordadas entre as partes e registradas em Ata pelo MPAC.

Pela Diocese, o Padre Jairo Coelho confirmou a retomada dos serviços. “Depois das agendas com o MPAC, retomamos o diálogo com a Sesacre e o governo do Estado, e tratamos do compromisso assumido pelo órgão e pelas obras sociais da Diocese por parte do Hospital Santa Juliana. Agora os serviços serão retomados normalmente, tanto as cirurgias, quanto os exames ambulatoriais de alta complexidade”, afirmou.

Diálogo consensual
O secretário adjunto da Sesacre disse que o governo vem mantendo um diálogo aberto ao longo das tratativas sobre o contrato, e que o objetivo é buscar a construção de soluções e a retomada dos serviços, pois o governo a importância do Hospital para a Saúde do Estado, em prol da população.
“Essa é nossa segunda agenda com o MPAC que nos possibilitou sairmos com bons encaminhamentos para que as áreas técnicas das equipes apresentem as avaliações e promovam os ajustes que são necessários nesse momento. Já houve um entendimento e uma resolução para a retomada e como existe a questão do deslocamento do profissional para a realização das cirurgias no hospital, essa semana estes procedimentos já voltam a acontecer”, garantiu o gestor.

Continuar lendo

Acre

Deputado Raimundo Angelim aprova criação de áreas de livre comércio no Acre

Publicado

em

Foi aprovado na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra) da Câmara, o Projeto de Lei 7.581, de 2017, de autoria do deputado federal Raimundo Angelim (PT-AC) que cria Áreas de Livre Comércio nos municípios Tarauacá (ALCT), de Feijó (ALCF) e de Jordão (ALCJ), com a finalidade de promover o
desenvolvimento destas localidades.

“É uma satisfação poder contribuir, por meio do mandato para o fortalecimento da economia e, consequentemente o desenvolvimento dos municípios do nosso Estado por meio das isenções e benefícios proporcionados pela comercialização realizada nas áreas de livre comércio”, complementa o deputado.

A proposição foi aprovada por unanimidade e autoriza o Poder Executivo a criar áreas de livre comércio de importação e exportação, sob regime fiscal especial, demarcadas em áreas contínuas com a superfície de 20 Km2, envolvendo, inclusive, os perímetros urbanos dos municípios, incluindo locais próprios para entrepostamento de
mercadorias a serem nacionalizadas ou reexportadas.

De acordo com a proposta do deputado Angelim a entrada de mercadorias estrangeiras nas Áreas de Livre Comércio far-se- á com a suspensão do Imposto de Importação e do Imposto sobre Produtos Industrializados, que será convertida em
isenção quando as mercadorias forem destinadas a: consumo e vendas internas nas Áreas de Livre Comércio; beneficiamento, em seus territórios, de pescado, pecuária, recursos minerais e matérias-primas de origem agrícola ou florestal; agropecuária e piscicultura; instalação e operação de turismo e serviços de qualquer natureza;
estocagem para comercialização no mercado externo; industrialização de produtos em seus territórios; bagagem acompanhada de viajantes, observados os limites fixados pelo Poder Executivo por intermédio da Secretaria da Receita Federal.

As demais mercadorias estrangeiras, inclusive as utilizadas como partes, peças ou insumos de produtos industrializados nas Áreas de Livre Comércio gozarão de suspensão dos tributos referidos neste artigo, mas estarão sujeitas a tributação no momento de sua internação.

Não se aplica o regime fiscal previsto neste artigo: a armas e munições de qualquer natureza; a automóveis de passageiros; a bebidas alcoólicas; a perfumes; ao fumo e seus derivados.

A matéria, que é conclusiva nas comissões, segue agora para a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara.

Continuar lendo

Acre

Mãe desesperada faz oração ao ver filho morto a tiros no chão, no 2º Distrito de Rio Branco

Publicado

em

Mariano de Oliveira de Souza, 31 anos, foi assassinado com quatro tiros na cabeça, na manhã desta segunda-feira, 23, em um bar, no Beco da Ciagana, região do bairro 06 de Agosto, 2º Distrito de Rio Branco.

À polícia, mãe da vítima informou que o autor do disparos foi uma pessoa chamada Alisson. O bar em que Mariano morreu era de sua família.

Ao ver o filho morto no chão, a mãe passou a orar chorando intercedendo intensamente por ele. O fato chamou a atenção de quem estava no local.

O Samu foi acionado para atender o rapaz, mas quando os paramédicos chegaram ao local, ele já estava morto. O caso foi encaminhado para ser investigado pela Polícia Civil.

Continuar lendo
Publicidade

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.