Conecte-se agora
Fechar

Todo dia é dia de índio, guardiões da floresta encantada

Charlene Carvalho

Publicado

em

Então hoje é o dia do índio. Não sou muito fã da data.  Sou um ser que ama e respeita a floresta. E, por conseguinte, tenho absoluto respeito por seus guardiões. E não há melhores guardiões para a nossa floresta que as tribos indígenas. Bem verdade que nem todas fazem o seu dever de casa como deveriam, mas há sim uma turma bem comprometida com a causa.

Por aqui gosto cada vez mais de ver o trabalho que vem sendo desenvolvido pelos Ashaninkas do Amônia (foto). O sentimento de pertencimento que eles possuem deveria ser melhor estudado pelos antropólogos. Se orgulham de quem são, de onde vem. De suas origens. Da luta pela demarcação de suas terras. Do seu espaço no mundo. Coabitam a terra dos homens, sem perder de vista a perspectiva da floresta, da sua condição de guardiões do sagrado, da preservação dos saberes ancestrais. Salve, salve pátria mal-amada! Salve as nações que não se deixam abater pela aculturação e seguem na luta e na defesa da floresta encantada!

 Javã e Manuella Costa comemoraram na segunda-feira, com uma bonita festa para familiares e amigos, os sete anos da filha Ana Luiza

SAFADÃO
Cláudio Angelim, acreano de boa cepa, foi a Miami com um objetivo claro: participar da gravação do novo DVD do Wesley Safadão. Bandeira do Acre e celular na mão, registrou tudo em suas redes sociais. Bonito de ver o carinho do Safadão de cabelos cortados com o Cláudio e todos os seus fãs. Claro que agora ele aproveita o restante das férias para conhecer outras maravilhas do lugar. Merece.

Cláudio Angelim com Wesley Safadão, em Miami. Porque há pessoas que gostam de curtir seus bons momentos de lazer de maneira prazerosa. Valeu pela bandeira acreana lá menino do RT!

JOÃO TOTA
Preciso reparar um erro. Ou melhor, um esquecimento. Na semana passada perdemos o ex-deputado federal João Tota, um paraibano que adotou o Acre, em especial Cruzeiro do Sul, como sua terra. Nós jornalistas formados nas redações do Acre antigo, que não temos o famigerado diploma na área de comunicação, devemos muito a ele. Se hoje temos registro profissional reconhecido pelo Ministério do Trabalho, o mérito é também da ação parlamentar e esforço pessoal de João Tota.

RECONHECIMENTO
Lembro bem daqueles meses em a Ufac estava prestes a instalar o curso de jornalismo e a instabilidade pairava sobre os profissionais que não tinham diploma. Em especial sobre aqueles que não tinham formação de nível superior. Não havia horizonte. O registro profissional era algo longínquo, quase impossível. Ninguém queria ajudar. Tota se dispôs. E ajudou.

REGISTRO
Tota foi ao ministro do Trabalho à época, Francisco Dornelles, colocou a situação dos jornalistas acreanos, alguns com mais de 30 anos de profissão, e garantiu o registro profissional de todos. E Tota nunca fez disso bandeira política ou pediu, até onde sei, qualquer favorecimento à categoria. Pelo contrário. A maioria dos jornalistas que tem esse registro profissional não sabe ou nem lembra do empenho dele nessa causa.

MEMÓRIA
Por uma questão de justiça, faço aqui esse registro. E deixo à sua esposa, Maria das Vitórias e aos seus filhos Tibério, Ítalo e João Tota Jr., meu sincero agradecimento. Agradecimento este que fiz em vida, mas que é preciso ficar registrado.

Deputado Federal Alan Rick com o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação da Saúde – SGTES, do Ministério da Saúde, Rogério Abdalla e acreanos formados em Medicina no exterior, que agora podem participar da seleção do Mais Médicos, graças às mudanças nas regras do novo edital que deve sair na próxima semana e beneficia brasileiros formados no exterior

O TREM DA VIDA
Minha boa amiga Letícia Campos me presenteou na terça-feira pela manhã com uma frase que gosto muito – vem de uma canção super pop – “a vida é trem-bala, parceiro/E a gente é só passageiro prestes a partir”. O dia passou e a música ficou. Me peguei com saudade de lugares que há muito não ando. De coisas guardadas. De memórias esquecidas. O nó é que algumas memórias estão sendo reavivadas em mim.

SUQUINHO TOMBANTE
Nisso lembrei de uma frase do filme conexões perigosas – com Harrison Ford – que guardei pra vida: O poder é um suco. Acostume-se a bebê-lo. Poder pode ter muitas variáveis. Muitos tipos. Muitos usos. Inúmeras possibilidades. Mas é preciso saber bebê-lo. Sorvê-lo como convém. Isso é para poucos. E como a vida é trem bala, não custa permanecer nos trilhos para não tombar com o suco do poder.

CINEMA
Vale a pena ir ao Via Verde Shopping no feriadão assistir Velozes e Furiosos 8, que está em cartaz desde a semana passada. Tem outras coisas bem legais pra fazer por lá nesse período, para quem tem folga, claro. E dinheiro no bolso.

COMIDA BOA
Feriado também é ótimo para comer bem. Um espaço que recomendo é o Point do Pato, da Socorro Moreira Jorge. O atendimento é de primeira e o cardápio maravilhoso. Poucas pessoas mantém um padrão de qualidade na rabada, no pato e no risoto ao tucupi como a Socorro. Mas lá tem muita variedade da culinária acreana.

CAFÉ
Tomar café é muito, muito bom. Alimenta e energiza o corpo e o espírito. Bom saber que tem uma turma boa investindo em espaços de café de qualidade em Rio Branco. Falo do café expresso e suas muitas variáveis.

Mais Informações

Charlene Carvalho

A política e a arte de andar com os pés trocados

Charlene Carvalho

Publicado

em

Continuar lendo

Charlene Carvalho

Sobre fé, graça e a reforma que vem

Charlene Carvalho

Publicado

em

Continuar lendo

Charlene Carvalho

Abreviações temporárias de uma sociedade sem tempo

Charlene Carvalho

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.