Conecte-se agora

Odebrecht afirma ter dito a JV que não tinha R$ 2mi em 2010

Publicado

em

Na delação feita no âmbito da Lava Jato, Marcelo Odebrecht afirmou ter dito a Jorge Viana que a empreiteira não tinha como “aparecer como doadora oficial de dois milhões para a campanha de governador do Acre”. Essa foi a resposta de Odebrecht a uma solicitação feita por Jorge Viana, hoje senador, para a campanha de governador de Sebastião Viana em 2010.

video

“Jorge Viana me ligou por volta de 2010 pedindo apoio para a candidatura do irmão Tião Viana. Eu fui muito franco e disse: Jorge, eu não tenho como doar os 2 milhões de reais que você está me pedindo para a campanha do governador do Acre. Isso foge de qualquer relativismo nosso interno.”

LEIA MAIS:
Lava Jato: Ministro do STF manda investigar Sebastião e Jorge Viana

Marcelo falou ainda em depoimento de uma “relação” com Jorge Viana. “Por mais relação que eu tenha com você, não tenho como fazer isso. Eu aí sugeri a ele: Eu tenho, você sabe, um valor que eu acerto com o Palocci. Se você conseguir com o Palocci que desconte do valor que eu tenho acertado com ele tudo bem. Ele foi lá, falou com o Palocci e o Palocci autorizou descontar da planilha italiano.”

LEIA TAMBÉM:
Sebastião e Jorge: falsidade ideológica e envolvimento no esquema de Palocci

FIQUE POR DENTRO
>>Jorge e Sebastião são destaque na mídia nacional por suposto
recebimento de R$ 2 milhões de caixa dois da Odebrecht

O comandante Odebrecht deixou claro que os dois milhões solicitados por Jorge Viana extrapolava o limite “de doação oficial”.

“Nossos limites de doação oficial eram bem mais baixos. Eu sabia que grande parte ia sair por fora. Então acho que foi dado 500 mil reais oficial e 1,5 milhão foi pago de caixa dois”.

Os detalhes do depoimento de Marcelo Odebrecht estão disponibilizados em vídeo no YouTube.

Destaque na mídia e a defesa de JV

Os milhões em caixa dois doados à campanha petista do Acre em 2010 foram destaque na grande mídia nacional durante a semana. E Jorge Viana se defendeu. Disse que “do PMDB ao PSDB, passando pelo meu partido, o PT, mas também o DEM, PSD, PSB, PRB e PP, todos os representados no Congresso estão envolvidos nesta crise. Muitos são acusados de corrupção, outros têm de se explicar sobre suas campanhas”.

E acrescentou que ele e Sebastião Viana vão provar na Justiça que são inocentes. “O envolvimento do meu nome e do governador Tião Viana, não há nenhuma denúncia de corrupção contra nós, mas questionamentos sobre a arrecadação da campanha em 2010.”

Propaganda

Destaque 6

Sudam envia R$ 480 mil para Plano de Turismo Indígena do Acre

Publicado

em

A Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) está repassando R$480 mil à Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo para elaboração do Plano de Desenvolvimento do Turismo Indígena no Acre.

O extrato do convênio está publicado na edição da última sexta-feira (17) do Diário Oficial da União. A secretário de Empreendedorismo e Turismo, Eliane Sinhasique, informou que o convênio ainda não começou a ser implementado.

Audiências serão realizadas nas aldeias, já o plano, segundo pretende o Governo do Acre, será elaborado em conjunto com os povos indígenas. “O plano será construído com as aldeias, com a Funai. As audiências com os índios irão dizer quais atrativos, atividades que irão desenvolver, capacidade de carga”, disse a secretária ao ac24horas.

Continuar lendo

Destaque 6

Dengue explode no Acre com 8 mil casos, 4 mortes e 2 mil exames investigados

Publicado

em

Quatro mortes e 8 mil casos de dengue foram confirmados no Acre, em 2019, número que é 50% superior às ocorrências em 2018. . O número pode ser ainda maior, porque outros 2 mil registros do ano passado ainda são investigados.

Nas duas primeiras semanas deste ano, 158 casos de dengue foram confirmados no Acre. O Departamento de Vigilância Epidemiológica do Estado ainda investiga se a morte de um adolescente de 16 anos, este ano, foi em decorrência da doença.

Segundo Márcia Andrea de Abreu, coordenadora do Núcleo de Doenças Transmitidas por Vetores do Acre, por causa do inverno amazônico, desde novembro, o estado apresenta alto risco de infestação pelo mosquito Aedes aegypti.

A atenção é a região do Vale do Juruá, relata Marcia Andrea.

O governo do estado orienta que moradores redobrem os cuidados com medidas como tampar as caixas d’águas e não deixar água acumulada no quintal, como em pneus velhos e tampas de garrafas, por exemplo.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas