Conecte-se agora
Fechar

Vaza a lista com nomes do servidores da saúde que serão demitidos pelo governo do Acre

Publicado

em

Vazou a lista dos 277 nomes da Secretaria de Saúde que o governo do Acre terá de exonerar num prazo máximo de 45 dias. ac24horas conseguiu ter acesso aos nomes.

Segundo o Ministério Público Estadual, os servidores estariam com prazos contratuais vencidos e trabalhando em situação irregular, exercendo funções na Secretaria de Educação e Esporte, Secretaria de Saúde, Hospital das Clínicas do Acre, Instituto de Meio Ambiente do Acre e Instituto Socioeducativo do Acre.

O secretário de Saúde do Are, Gemil Júnior divulgou nota na tentativa de esclarecer alguns aspectos da medida adotada em virtude da Recomendação no 001/2007, da 2a Promotoria Especializada de Defesa do Patrimônio Público do Ministério Público do Estado do Acre

Veja a lista:

Propaganda

Destaque 6

Senador Gladson Cameli se reúne com profissionais da Engenharia e discute valorização da profissão

Publicado

em

O senador Gladson Cameli (Progressistas) participou na manhã desta sexta (20), juntamente com o senador Sérgio Petecão (PSD), o deputado federal Major Rocha (PSDB) e o presidente do PSC, Jamyl Asfury, de um encontro com o Sindicato dos Engenheiros do Acre (SENGE), no auditório do Centro de Estudos de Línguas em Rio Branco. A valorização do profissional da engenharia e sua valorização para o desenvolvimento do estado foi pauta do encontro que reuniu profissionais engenheiros, arquitetos, agrônomos, geólogos e geógrafos.

A equipe do Senge apresentou um vídeo da Expedição Rio Acre 2016, um estudo realizado na Bacia do Rio Acre para avaliar o risco de implantação de medidas para regularização de vazão e contenção de enchentes, onde mostrou o papel dos engenheiros e atuação dos profissionais nas enchentes.

Cameli destacou a importância das obras de engenharia e infraestrutura e importância dos investimentos na área para o estado do Acre.

“Como engenheiro, sei do valor e a necessidade da valorização desses profissionais, que muito têm a contribuir com o nosso estado e são protagonistas no desenvolvimento do país. Uma engenharia valorizada reflete na melhoria da infraestrutura das nossas cidades e melhoria da qualidade de vida do nosso povo”, disse Cameli.

A infraestrutura é uma das principais bandeiras defendidas pelo senador. No encontro, o senador se filiou ao SENGE.

Tião Fonseca, presidente do SENGE, reiterou o apoio do senador a categoria. “Esse encontro com a presença do senador Gladson, uma pessoa que conhece bem nossa profissão, é muito importante para dialogar com profissionais da engenharia, geólogos, geógrafos e estudantes que irão atuar diretamente com a sociedade. Esses profissionais merecem valorização e melhorias”, afirmou.

Continuar lendo

Destaque 5

Para evangélicos, veto a estatuto está baseado em ideologia e falam em retaliação nas urnas

Publicado

em

A Associação dos Ministros Evangélicos do Acre (Ameacre) emitiu nota na qual lamentou o veto, pela prefeita Socorro Neri (PSB), do projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal que criava o Estatuto da Família e que não reconhecia a relação entre pessoas do mesmo sexo como união estável.

Para a entidade, o veto está baseado muito mais em aspectos ideológicos, em virtude de pressões da comunidade LGBT, do que propriamente em princípios de ordem jurídica.

A prefeita Socorro Neri acatou parecer entregue pela Procuradoria Jurídica do Município recomendando a não sanção do projeto.

“Agora, aguardamos a apreciação dos vereadores que poderão derrubar o veto, reiterando a constitucionalidade do estatuto, haja visto o mesmo ter seus artigos impressos na Constituição Federal, desmontando os argumentos tão frágeis do MP e da OAB”, diz a associação dos líderes evangélicos.

Num recado com vistas às eleições, os ministros citam o pleito de outubro dizendo que a defesa pelos direitos tradicionais da família fará a diferença nas urnas. “Esse momento revela quem é pela Família é quem não é, e esse será o diferencial nas eleições 2018.”

Em tom ameaçador, os líderes religiosos disseram que não vão tolerar os ataques baseados numa “doutrinação marxista” a sua “cultura social”.

A nota é vista como o rompimento das boas relações que vinham sendo mantidas até aqui entre a comunidade evangélica e a cúpula do governo e da prefeitura dominada por partidos de esquerda que defendem o casamento gay, o aborto e descriminalização da maconha, indo de frente aos valores dos protestantes.

A chance de o veto ser derrubado pelos vereadores é alta pela força da bancada evangélica na Câmara Municipal. O próprio presidente da Casa é um pastor, Manoel Marques (PRB).

Continuar lendo

Destaque 2

Com direito a parabéns para Petecão, turma do ac24horas diz que Gleici vai ser usada pelo PT

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.