Conecte-se agora

Amor maduro está na moda, sabias?

Publicado

em

Quem é jovem ou mesmo já passou dos 40, muitas vezes acredita que amor, o bom amor de um para com o outro, só flui na juventude. Se você não encontra sua outra metade da laranja até os 30, já era. Vai ficar pra titio, pra titia pelo resto dos seus dias. Se não fez um “bom” casamento, se esse casamento não deu certo e veio a separação, a chance da pessoa de ser feliz de novo no amor é rara, raríssima, principalmente se for mulher. Tenho uma notícia pra você. Não é bem assim. Cada vez mais o amor maduro, a redescoberta do amor na maturidade, tem transformado a vida das pessoas. 

CASAIS FELIZES
Tenho amigos e amigas que hoje são felizes após decepções e casamentos ruins. Reencontraram o amor e vivem uma vida plena depois dos 40, dos 50 anos. Um desses casais tem uma história interessante. Foram amigos de infância. Cada um foi viver sua vida longe da cidade natal. Anos se passaram e a vida os colocou na mesma cidade de novo. Hoje são felizes juntos.

HÁ ESPERANÇA
Portanto, não se deixe abater se a idade chegou e você acha que a possibilidade de amar e ser feliz ficou no passado. Uma das vantagens da vida moderna é a possibilidade de não termos que sermos enterrados vivos para as possibilidades do amor maduro. E isso vale para homens e mulheres.

AMOR POSSÍVEL
Agora tem uma coisa também. Há que, muitas vezes, ter expectativas realistas. Príncipes encantados, mulheres perfeitas não existem. Existem pessoas com defeitos e qualidades, com boas e más situações de vida. Se você decide viver dentro da realidade e não no mundo das coisas, fica mais fácil. Não sou conselheira sentimental e nem tenho muita moral para tratar do tema, mas não sou cega.

ENTRE AMIGOS
Sábado fui lá para a chácara da Jocum, casa do Pr. Daniel Batistela e da Pra. Fátima Batistela, almoçar. Uma reunião de amigos de muitas raças, tribos e idades. Reunidos em torno da mesa em comunhão e amizade. É sempre muito bom compartilhar do pão e da carne do churrasco com eles.

PAZ E HARMONIA
Das coisas que mais gosto no casal Batistela, a hospitalidade, amabilidade e capacidade de reunir pessoas diversas, sem dúvidas estão no topo da lista. E há paz na casa deles. A gente chega e vai ficando, ficando. Sou grata ao Daniel e a Fátima por 17 anos de amizade e hospitalidade. Ah, lá todos são bem-vindos.

CENTRO DE ORAÇÃO
Falando em Jocum e Daniel Batistela, esse ano começa uma grande obra na missão no Acre: a ampliação da área da escola, templo e atendimento, que contará ainda com um espaço para orações 24h. É um grande projeto que precisa da ajuda de todos. Você também pode ajudar.

NOVA DIREÇÃO
A SM Gastronomia vai assumir o “Espaço A” a partir de fevereiro e fará uma bela festa para convidados e apresentação do novo serviço no próximo dia 7, às 18h30. Uma oportunidade de conhecer o que irão oferecer a partir de agora aos seus clientes.

PARTY
Quem não gosta de carnaval tradicional de samba, pagode, axé e tals, tem uma opção. Uma galera apaixonada por música eletrônica está organizando o Eletric Summer Carnival, dia 25, no Círculo Militar, ali no Espaço das piscinas e do novo restaurante em estilo Deck.

ENTRE AMIGAS
Céia Folhadela, reuniu uma pequena parte da turma no último sábado em sua residência para lembrar dos nossos bons tempos em uma das cidades mais belas e amadas do Acre, Sena Madureira. Dessa vez não pude ir. Mas fiquei morrendo de vontade de provar do maravilho bolo da professa Nazaré Guedes e o caldo de feijão da Céia. No próximo encontro estarei lá com certeza.

NO WHATS
Aliás, para dos amigos das antigas de Sena está devidamente reunida em um grupo de Whats criado pelo Gean e Carlinhos Batista. Galera de Rio Branco, Manaus, Porto Velho, várias cidades do país e, claro, os que ainda moram às margens do Iaco. Pense num grupo animado.

Rachel Moreira e Andréa Zílio aproveitam as férias de janeiro para conhecer um pouco mais das belezas da Califórnia. Na foto posam perto de um dos principais cartões postais de São Francisco, a Golden Gate

Jane Vasconcelos, Tcharle Oliveira e Taty Campos, amizade que se leva para a vida. Aqui na festa de casamento de Taty, no ano passado

Ana Luíza e a mãe Deiva Menezes, adeptas há muitos anos dos cachos naturais bem tratados e hidratados, em contraponto à ditadura dos cabelos lisos a qualquer preço

Céia Folhadela, Nazaré Gudes, Ália Ganun, Nayra Guedes, Nilza Araújo, Terezinha e Ainda Costa, meninas de Sena Madureira que não esquecem suas origens

Propaganda

Charlene Carvalho

Poesias do cartunista Braga

Publicado

em

Continuar lendo

Charlene Carvalho

Se for preciso mudar, não deixe que a indecisão prepondere; siga em frente

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas