Conecte-se agora

Enchente em Rio Branco será moderada, prevê professor Davi Friale

Publicado

em

Com o período de chuvas na Amazônia é normal o aumento no volume das águas dos rios. Porém, o cenário da enchente para 2017 não será destruidora igual a anos anteriores no Acre. Essa é a previsão do meteorologista Davi Friale.

Em seu site o Tempo Aqui, Friale mostra o estudo feito para saber previsões de como será a enchente de 2017. Em Rio Branco, as chances são de 90% de ser uma enchente moderada. Utilizando os princípios da Física e da Matemática, o pesquisador calculou a probabilidade de ocorrência de transbordamentos, enchentes e inundações, de um modo geral, em toda a região.

O site analisou a tendência da temperatura das águas dos oceanos que circundam a América do Sul e do comportamento geral da atmosfera neste continente. Considerou também as áreas drenadas pelas bacias hidrográficas de cada rio, assim como o volume e a velocidade de escoamento de suas águas. Observou ainda a capacidade de absorção da água pelos solos e o desnível do leito dos rios.

O percentual das probabilidades, segundo informado no site, não é fechado, ou seja, a soma de todos os graus de severidade dos eventos, não totaliza em 100%, pois cada situação é analisada e calculada particularmente.

RIO BRANCO E DEMAIS CIDADES DO VALE DO RIO ACRE
Nível do rio não passará da cota de transbordamento: 5%.
Nível do rio passará da cota de alerta, mas não transbordará significativamente: 15%.
Rio transbordará e provocará, apenas, enchente leve: 50%.
Rio provocará enchente moderada: 90%.
Rio provocará enchente e inundação de proporções alarmantes: 10%.

SENA MADUREIRA E POVOADOS DO VALE DO RIO IACO
Nível do rio não passará da cota de transbordamento: 5%.
Nível do rio passará da cota de alerta, mas não transbordará significativamente: 20%.
Rio transbordará e provocará, apenas, enchente leve: 70%.
Rio provocará enchente moderada: 80%.
Rio provocará enchente e inundação de proporções alarmantes: 20%.

TARAUACÁ
Nível do rio não passará da cota de transbordamento: 0%.
Nível do rio passará da cota de alerta, mas não transbordará significativamente: 0%.
Rio transbordará e provocará, apenas, enchente leve: 20%.
Rio provocará enchente moderada: 95%.
Rio provocará enchente e inundação de proporções alarmantes: 75%.

CRUZEIRO DO SUL E DEMAIS CIDADES DO VALE DO RIO JURUÁ
Nível do rio não passará da cota de transbordamento: 0%.
Nível do rio passará da cota de alerta, mas não transbordará significativamente: 0%.
Rio transbordará e provocará, apenas, enchente leve: 40%.
Rio provocará enchente moderada: 90%.
Rio provocará enchente e inundação de proporções alarmantes: 75%.

BOCA DO ACRE E DEMAIS CIDADES DO VALE DO RIO PURUS
Nível do rio não passará da cota de transbordamento: 20%.
Nível do rio passará da cota de alerta, mas não transbordará significativamente: 20%.
Rio transbordará e provocará, apenas, enchente leve: 60%.
Rio provocará enchente moderada: 70%.
Rio provocará enchente e inundação de proporções alarmantes: 25%.

Anúncios

Acre

Após críticas, Ufac afirma que não tem relação com debate

Publicado

em

A Universidade Federal do Acre (Ufac) publicou nota afirmando que o debate promovido pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) no último sábado, 24, não tem qualquer relação com as ações promovidas pela instituição e pontuou que não houve utilização de quaisquer recursos públicos da instituição no debate.

A nota vem à tona, após críticas acerca das exclusões dos candidatos à prefeitura de Rio Branco, Roberto Duarte e Jamyl Asfury, do debate promovido pelo DCE que ocorreu no último sábado (24), na Federação das Indústrias do Acre (FIEAC).

Em Nota, a Ufac veio a público reafirmar seu respeito à democracia e seu apartidarismo e pontuou que a atual gestão da universidade tem entre suas características a capacidade de dialogar com todos.

“Não há relação possível a ser estabelecida entre as ações promovidas no formato do debate proposto pelo DCE com os recursos públicos destinados e utilizados de forma proba e eficiente nas atividades da Ufac. A correlação é inadequada, pois a Ufac não faz parte da organização dos debates on-line com os candidatos à Prefeitura de Rio Branco, uma vez que a ação está sendo realizada pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE), instituição independente e que é responsável por suas próprias agendas”, afirmou Ufac em Nota.

Em outro trecho, a Ufac destacou que o foco da instituição é em Ensino, Pesquisa e Extensão e relembrou as ações de apoio que vem sendo desenvolvida pela instituição nesta pandemia da covid-19, tanto para seus alunos mais carentes com bolsas e auxílios financeiros e educação de qualidade, bem como com a sociedade, realizando ações para o combate à disseminação do coronavírus.

“Por fim, a gestão superior da Ufac reitera seu compromisso com a Democracia e com o povo acreano, mantendo a transparência nos atos e as portas sempre abertas a todos que queiram contribuir com a Educação no Acre”, afirmou.

Veja a nota na íntegra: 

Nota de esclarecimento

A Universidade Federal do Acre (Ufac) vem a público reafirmar seu respeito à Democracia e seu apartidarismo. A atual gestão da universidade tem entre suas características a capacidade de dialogar com todos. Assim, a reitoria tem construído agendas durante o mês de outubro com visitas aos parlamentares, independente de qual sigla partidária represente.

A Ufac é um patrimônio da sociedade acreana, instituição respeitada pela credibilidade, trabalho de qualidade e valor que agrega ao Estado, sendo a única Universidade Pública do Estado do Acre. Por sua vez, a Instituição tem compromisso e responsabilidade social e preza pela transparência das informações que são divulgadas, de modo que a informação sobre a realização de debate pela Ufac ou em suas dependências não são verdadeiras, de modo que nenhum evento está sendo autorizado a ser realizado pelo Comitê Covid-19.

Assim, não há relação possível a ser estabelecida entre as ações promovidas no formato do debate proposto pelo DCE com os recursos públicos destinados e utilizados de forma proba e eficiente nas atividades da Ufac.

A correlação é inadequada, pois a Ufac não faz parte da organização dos debates on-line com os candidatos à Prefeitura de Rio Branco, uma vez que a ação está sendo realizada pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE), instituição independente e que é responsável por suas próprias agendas.

A Universidade tem demonstrado cada vez mais seu comprometimento com o Estado do Acre, com seu povo, oferecendo ações de apoio em momentos difíceis como a da atual pandemia de covid-19, tanto para seus alunos mais carentes com bolsas e auxílios financeiros e educação de qualidade, bem como com a sociedade, realizando ações para o combate à disseminação do coronavírus. O foco da instituição é em Ensino, Pesquisa e Extensão.

Na segunda-feira, 26, esta Instituição de Ensino Superior (Ifes) inicia o Ensino Remoto Emergencial (ERE), ação que foi exaustivamente planejada para que nenhum aluno fique prejudicado.

Por fim, a gestão superior da Ufac reitera seu compromisso com a Democracia e com o povo acreano, mantendo a transparência nos atos e as portas sempre abertas a todos que queiram contribuir com a Educação no Acre.

Continuar lendo

Acre

Com 25 pessoas na UTI, Acre tem 111 internações por Covid-19

Publicado

em

A taxa geral de ocupação de leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) exclusivos para pacientes com a Covid-19 no Acre está em torno de 26%. Os dados são do boletim deste domingo (25).

Os dados são do Boletim de Assistência ao Enfrentamento da Covid-19, emitido pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O boletim mostra a ocupação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), por especialidade do leito e por regional.

Segundo dados oficiais, das 111 internações em leitos do SUS, 61 testaram positivo para Covid-19, ou seja, a maioria das pessoas que buscam atendimento médico foram infectadas pelo vírus. Os leitos clínicos, pediátricos e obstétricos registram 86 internações em decorrência da Covid-19.

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 70 Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), 19 estão ocupadas registrando uma taxa de ocupação de 27%.

Já região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 20 leitos de UTI existentes, cinco estão ocupados, registrando 25% de ocupação. Os leitos clínicos somam 95 e 05 estão ocupados, registrando 5% de ocupação.

Já regional do Alto Acre, que engloba as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, dois leitos de enfermaria estão ocupados, num total de 19 leitos disponíveis. A regional do Alto Acre é a única que não tem leitos de UTI para a Covid-19.

Continuar lendo

Acre

Preço da gasolina cai, mas valor do gás de cozinha dispara no Acre

Publicado

em

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) divulgou nesta segunda-feira, 26, a tabela que os Estados adotarão, a partir de 1º de novembro de 2020, como preço médio ponderado ao consumidor final para os combustíveis.

O preço da gasolina continua recuando no Acre, segundo essa tabela. Saiu de R$ 5,06 na tabela da segunda quinzena de setembro para R$ 5,05 na planilha publicada hoje no Diário Oficial da União.

O preço do óleo diesel também foi reduzido, mas o gás de cozinha aumentou de R$ 6,90 na última tabela para R$ 6,97 nos valores de hoje.

Veja a tabela atualizada:

Continuar lendo

Acre

Auxiliar de mecânico é morto com um tiro na Baixada da Sobral

Publicado

em

Um auxiliar de mecânico ainda não identificado pela polícia foi morto com um tiro na noite deste domingo, 25, na Avenida Sobral, situada no bairro Plácido de Castro, região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

A polícia informou ac24horas que a vítima trafegava em sua bicicleta na avenida quando foi surpreendida por dois homens, também não identificados, que esdatavam em uma motocicleta.

Os suspeitos se aproximaram e o passageiro efetuou três tiros na direção da vítima, que foi ferida com um tiro nas costas. Após a ação, os criminosos fugiram do local.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas quando os os paramédicos chegaram ao local, nada puderam fazer pelo homem, que já se encontrava morto.

Policiais Militares estiveram no local e isolaram a área para os trabalhos do Perito em criminalística e saíram em busca de prender os acusados, mas ninguém foi encontrado.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Polícia acredita que o crime foi motivado pela guerra entre organizações criminosa.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas