Conecte-se agora
Fechar

Nas cidades com piores IDHs do Acre, cerca de R$ 17 milhões foram desviados dos cofres públicos

Publicado

em

banner-da-serie

Nas cidades com o pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado do Acre, os prefeitos terminaram seus mandatos afastados do maior cargo municipal, devendo explicações à sociedade por possíveis crimes de improbidade administrativa, desvio de verba e fraude em licitações públicas, corrupção ativa e passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

Levantamentos feitos nos Ministérios Públicos e Tribunais de Contas do Estado e da União mostram um quadro de pouca transparência, falhas de gestão, indícios de enriquecimento ilícito que se unem a péssimos indicadores de educação,  renda e falta de perspectivas de crescimento.

A reportagem do ac24horas percorreu cerca de 2 mil quilômetros para mostrar a realidade de quase 67 mil habitantes, pessoas que vivem nestas cidades e que de alguma forma foram afetadas pelo desvio de R$ 17 milhões do erário , dinheiro que poderia ser investido em mais saúde e educação, por exemplo.

O pior IDH do Acre está na microrregião de Tarauacá, no município de Jordão, com índice de 0,469. Com pouco mais de 7 mil habitantes, o Tribunal de Contas do Estado analisa tomada de contas especial sobre as prestações de contas da prefeitura de 2013 e 2014. São três processos: um para apurar a não implantação pela prefeitura de um sistema de legislação eletrônico; o segundo sobre o portal de transparência municipal e o terceiro para apurar irregularidades na folha de pagamento.

O prefeito reeleito do município de Jordão foi Elson Farias, do PCdoB. Ele não foi afastado do cargo, mas não esconde sua insatisfação em administrar o segundo município com pior em qualidade de vida do estado. A cidade não consegue esconder sua pobreza. Neste período de inverno, por exemplo, a carne consumida pela população é transportada no lombo de adolescentes, exposta ao tempo, sem nenhuma fiscalização.

A rota da corrupção na gestão pública de prefeituras do Acre

mapa-do-crime

Entre Jordão e Assis Brasil – no outro extremo do estado na tri-fronteira com os países de Bolívia e Peru – a distância em linha reta é de 282 quilômetros, mas o esquemas de suposta corrupção envolvendo o prefeito e empresários, segundo dados apurados pela reportagem. Em Assis Brasil, cidade com pouco mais de 6 mil habitantes, Humberto Goncalves Filho, o prefeito Betinho, foi acusado de meter a mão no dinheiro da saúde e até nos recursos que foram enviados para as vítimas da alagação que aconteceu em 2015. Pelo menos R$ 8 milhões sumiram dos cofres públicos para finalidades desconhecidas. Corrupção ativa e passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica estão entre as acusações imputadas pela Policia Federal através da operação “Homens de Palha”.

Subindo a fronteira a partir do portão de entrada no estado do Acre pela rodovia transoceânica que liga Brasil e Peru, em Brasileia, cidade com mais de 23 mil habitantes, o modus operandi da quadrilha comandada por prefeitos também agiu na calada da noite. Segundo a Policia Federal, mais de R$ 7 milhões foram desviados dos cofres públicos. O esquema começou na saúde e se alastrou por quase toda a estrutura da gestão do ex-prefeito Everaldo Gomes, afastado do cargo no dia 14 de julho. A Operação ganhou o nome de “Metástase”.

Praticamente 3 horas e 6 minutos de Brasileia [viagem feita por carro], cerca de 229 km, em Plácido de Castro, a prática criminosa inova na modalidade: passa a ser praticada com fraude em licitações e contratações de empresas terceirizadas de pessoal administrativo. O prefeito Roney Firmino foi preso e conduzido à sede da Policia Federal.

Segundo investigações, Firmino não agia sozinho. Cerca de R$ 2 milhões sumiram dos cofres públicos de três cidades com a ajuda de empresários e servidores públicos. Mais dois prefeitos ajudaram no golpe: No nordeste do estado, Tonheiro Ramos, da cidade do Bujari, também foi preso pela mesma acusação, e mais distante, voltando a região isolada do Acre, em Santa Rosa do Purus, Rivelino Mota praticava a mesma fraude, com o mesmo grupo de empresários. Eles foram alvos da Operação Labor II, desencadeada pela Polícia Federal.

No fio da navalha – Ainda da mesma safra de gestores enrolados com a justiça, o prefeito Jonas Dalles, da cidade de Acrelândia (Baixo Acre), foi afastado do seu cargo por ordem judicial.

No dia 13 de maio deste ano com o afastamento de Dilma Rousseff, passou a ser presidente do Brasil o peemedebista Michel Temer.

jonas-dallesComo não é amigo do presidente Michel Temer, o prefeito Jonas Dalles, da cidade de Acrelândia (AC), localizada cerca de 100 km da capital, não teve sorte. Ele é campeão em afastamentos do cargo. O primeiro deles, concedido pela juíza Maria Rosinete dos Reis Silva, no dia 20 de maio de 2015, ocorreu pelo fechamento do Conselho Tutelar. O prefeito ficou afastado por 120 dias, impedido até de entrar no prédio da prefeitura.

Jonas porém, não ficou conhecido apenas por esse processo. Velho investigado do Ministério Público Estadual por denúncias de atos de improbidade administrativa, enriquecimento ilícito de particular, lesão ao erário, além de atentar contra os princípios da administração pública, violando os deveres de honestidade, legalidade e moralidade, Jonas terminou seu mandato longe da cadeira mais cobiçada da política municipal. O vice, Donizete Melo, foi quem fechou a gestão até o dia 31 de dezembro.

Na próxima reportagem desta série ac24horas vai mostrar como estão essas cidades atualmente, de que forma a população está sendo afetada com os escândalos de corrupção? Como foi o processo de transição e quais as expectativas dos novos prefeitos? Como estão vivendo os acusados, o que fazem, qual o futuro político de cada um?

O leitor vai conhecer, também, o ex-prefeito que trocou o gabinete pela lavoura e foi investir em plantação de bananeiras.

Propaganda

Cotidiano

Sesc prorroga inscrições e abre vaga para mais um cargo; veja as vagas

Publicado

em

O Serviço Social do Comércio – Sesc no Acre, prorrogou as inscrições para processo seletivo com a finalidade de preencher vagas efetivas e formação de cadastro de reserva em cargos de nível superior e fundamental para a cidade de Cruzeiro do Sul e abriu vagas para cadastro de reserva para nível médio. As inscrições vão até 24 de abril.

​As vagas se destinam aos cargos de Instrutor de educação física e auxiliar de cozinha e agora para recepcionista de hotel. As inscrições serão realizadas até 24/04/2018 exclusivamente através do endereço eletrônico www.sescacre.com.br.No site o candidato tem acesso ao edital completo do processo seletivo.

As taxas de inscrição custam R$ 60, R$ 30, para os cargos de nível superior e fundamental, respectivamente e R$ 45 para nível médio. As provas serão realizadas no dia 20 de maio de 2018, na cidade de Cruzeiro do Sul, em local a ser divulgado no site do Sesc.

Edital completo no site www.sescacre.com.br.

Continuar lendo

Cotidiano

Secretaria de Saúde de Rio Branco inicia vacinação contra a gripe

Publicado

em

A secretaria de Saúde de Rio Branco (SEMSA) iniciou nesta quarta-feira, 18, a vacinação contra a Influenza em 53 unidades de saúde da capital. A campanha de imunização prossegue até o dia 1º de junho e o objetivo é alcançar 80 mil pessoas.

Devem ser vacinadas pessoas com mais de 60 anos, crianças com mais de 6 meses e menos de 5 anos, grávidas, puérperas (que tiverem filhos 45 dias antes da vacinação), professores, agentes penitenciários, pessoas privadas de liberdade, portadores de doenças crônicas.

A diretora de Vigilância Epidemiológica da SEMSA, Socorro Martins, explica que a vacina age contra três tipos de vírus: a H1N1, a H3N2 e a Influenza do tipo B. Ela cita que no ano passado, 84% do público alvo foi imunizado, número que se espera chegar a 90% este ano. Socorro destaca que este ano a composição da vacina é diferente da utilizada no ano passado e faz um chamado a população: “No ano passado houve rejeição a vacina e relatos de pessoas que teriam passado mal com a vacina da Influenza, que este ano está diferente. Então todos do público alvo devem se vacinar, com exceção dos que têm alergia ao ovo, já que a vacina tem ovo em sua composição”.

Nas unidades de saúde já há procura pela dose da vacina contra a Influenza. Cássia Rúbia fez questão de levar a filha, Evelyn Vitória, de 6 meses, logo no primeiro dia da vacinação “porque a gente é que tem que se preocupar com nossos pequenos. Zelar pela saúde deles. Faço questão de manter a carteira dela em dia”, disse.

A aposentada Maria Souza Rodrigues, conta que se vacina todo ano e está feliz com o resultado. “Não perco não. Essa vacina é muito importante para gente da minha idade”.

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Marina Silva e Joaquim Barbosa podem se unir para disputar presidência

Nelson Liano Jr.

Publicado

em

Existem especulações de que a ex-ministra acreana Marina Silva (Rede) poderá fazer uma aliança com o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa (PSB). Os dois foram os que mais cresceram na pesquisa DataFolha à presidência da República quando não aparece o nome do ex-presidente Lula (PT), que dificilmente será candidato. Marina com 15% e Barbosa com 10%, apesar de ainda não ter se manifestado como candidato. Se essa união vier a se confirmar repetirá a eleição de 2014 quando a Rede ainda não estava legalizada e Marina foi vice de Eduardo Campos, que morreu num trágico acidente aéreo, deixando a candidatura principal para a acreana. A dobradinha também significa um aumento sensível do tempo de rádio e televisão para Marina. A fonte que me revelou a articulação coloca Marina na cabeça de chapa e Barbosa como vice, mas as posições podem mudar dependendo do acordo que dos dois partidos cheguem. Quem tem sido o maior incentivador da união é o também ex-ministro do STF, Ayres Brito. Tenho a percepção que se isso realmente acontecer terão uma candidatura competitiva não importando a ordem dos fatores. Seria uma chapa fora dos padrões com uma ex-seringueira da Amazônia e um negro mineiro que venceu na vida apesar de todos os obstáculos. Além disso, os dois têm serviços prestados à sociedade e são conhecidos da população brasileira.

Reflexos no Acre
Se a Rede e o PSB se unirem a nível nacional quem mais ganharia seria o pré-candidato ao Senado Minoru Kimpara (Rede). Nesse caso, o PSB acreano poderia aderir também à sua candidatura e pedir votos para o ex-reitor da UFAC. Teria um dos dois senadores da FPA e mais o Minoru.

Ainda não decidiu
A Rede estuda a possibilidade de fazer uma aliança com o Avante para a disputa do Governo do Acre. O candidato seria o jovem professor de filosofia da UFAC David Hall (Avante). Essa decisão evitaria especulações de apoios “velados” às candidaturas mais conhecidas de Gladson Cameli (PP), Marcus Alexandre (PT) e Coronel Ulysses (PSL). Seria uma ajuda também para os candidatos da Rede ao Senado e deputados federal e estadual.

Jovem político disputado
Conversei com o vereador da Capital, Emerson Jarude, que conseguiu a carta de liberação do PSL para trocar de partido. Ele me disse que pretende esperar o resultado da eleição de 2018 para escolher o novo partido. Isso porque com a cláusula de barreiras muitos partidos poderão desaparecer se não conseguirem eleger um determinado número de deputados federais.

Apoio pessoal
Jarude me revelou que pretende, nessas eleições, apoiar pessoas e não partidos. Já manteve conversações com o pré-candidato Minoru Kimpara e também com o Coronel Ulysses. O jovem vereador tem simpatia por candidaturas independentes.

Filiação em massa
O deputado estadual Manoel Moraes (PSB) conseguiu no começo da semana fazer uma festa política representativa em Xapuri. Foram filiados 112 novos membros ao PSB do Alto Acre. É um reforço considerável para Moraes disputar a reeleição.

Não entra em bola dividida
O deputado estadual Luiz Gonzaga (PSDB) é o típico político acreano com tempero mineiro. Vai sempre pelo caminho mais seguro. No seu quarto mandato como deputado estadual, Gonzaguinha, irá disputar a reeleição, ou seja, um quinto mandato. Conhece os caminhos das pedras e desistiu de tentar se eleger federal.

Tendência tucana
A candidata a deputada federal pelo PSDB deverá ser a jornalista Mara Rocha (PSDB). Obviamente que terá o apoio do irmão, deputado federal Major Rocha (PSDB), que será o candidato a vice de Gladson Cameli. Deve ser candidata única da legenda já que o ex-deputado Sérgio Barros (PSDB) ainda está com problemas para viabilizar legalmente a sua candidatura.

Tudo tem sua hora
A prefeita de Rio Branco, Socorro Nery (PSB) deveria escolher o horário adequado para fazer a Operação Tapa Buraco. Esses dias criou-se um tumulto na Avenida Rocha Viana no momento do Rush por conta das equipes trabalhando. Melhor é fazer isso à noite para não tumultuar o trânsito da cidade.

Sinuca de bico para o MDB
O PP tem mais de 50 nomes de candidatos a deputado estadual. Por isso, não quer nem pensar em fazer uma coligação com o MDB. O que complica são os nomes pesados medebistas, Vagner Sales (MDB), Eliane Sinhasique (MDB), Roberto Duarte (MDB) e Meire Serafim (MDB). Quem é que vai querer entrar pra disputar com um time desses?

DEM e PSDB
Os dois partidos estão se unindo para a disputa de estadual. Entre os nomes da forte chapa que se formou, Luiz Gonzaga (PSDB), Antônio Pedro (DEM), Branca do Quinari (PSDB), Chico Batista (PSDB), Pelé Campos (PSDB) e Francineudo (PSDB), entre muitos outros.

Vida de paz
O ex-deputado estadual, secretário da ALEAC e prefeito de Feijó, Juarez Leitão (PT) deu um tempo para a política. Está empenhado em formar uma fazenda com um primo às margens do Rio Juruá, próximo ao município de Eirunepé (AM). Me disse que não troca o novo projeto pelas rasteiras da política mais nunca.

Primeiro o espírito
Não consigo entender essa obsessão da AMEACRE (Associação dos Ministros Evangélicos do Acre) com o Estatuto da Família. Depois de conseguirem aprovar o polêmico texto na Câmara Municipal de Rio Branco levaram a proposta para a ALEAC para tentar aprova-lo a nível estadual. Segundo o MPE o Estatuto é inconstitucional. É uma matéria que deve ser regida pelo Congresso Nacional e não por uma Câmara de Vereadores ou uma Assembleia Legislativa. Outra coisa simples de entender, quem rege e garante a união de uma família é o amor. Querer fazer julgamentos das relações familiares das pessoas impondo uma visão “estática e moral” é uma enorme incoerência. A minha sugestão é que os pastores da AMEACRE se preocupem mais com as questões espirituais dos seus seguidores e se afastem da política. Por que tanto interesse com a política? Fica uma dica do Evangelho de Mateus para os pastores acreanos: “Buscai primeiro o Reino de Deus e tudo mais vos será acrescentado”.

Continuar lendo
Propaganda

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.