Conecte-se agora

“Em Rio Branco, Educação é compromisso de vida”, diz Marcus Viana

Publicado

em

????????????????????????????????????

A ampliação da oferta de vagas em creches é uma forma de garantir a autonomia das mulheres e o acesso à educação para crianças com idade entre 2 e 4 anos. Embora a legislação vigente não estabeleça a obrigatoriedade do atendimento com creche, no município de Rio Branco a primeira infância é uma prioridade. Em parceria com o Governo Federal, por meio do Programa Brasil Carinhoso, a Prefeitura construiu oito novas unidades, o que permitiu ampliar a oferta de vagas na pré-escola e oferecer 1.832 novas vagas de creche.

Para a comerciária Arturiete Carneiro, a ação do município significou a possibilidade de retorno ao mercado de trabalho. “Tenho dois filhos. Quando fui mãe pela primeira vez, pude contar com o apoio de minha mãe. Mas quando chegou o caçula tive que deixar o trabalho. Agora, com o Gustavo na creche, posso trabalhar”, Enquanto Arturiete procura emprego, o filho Gustavo (4 anos) recebe educação e cuidados da equipe do Centro de Educação Infantil José Anacleto Gomes.

Gustavo é dos mais de 20 mil alunos atendidos pelo município de Rio Branco. Atualmente, a rede municipal de educação da capital conta com 100 unidades, sendo 11 creches, 5 centros de Educação Integrada (creche e pré-escola), 29 pré-escolas, 23 escolas de Ensino Fundamental, 15 escolas rurais, 14 anexos e 3 unidades conveniadas. O maior crescimento foi no atendimento à primeira infância, mas a evolução no quadro de matricula revela significativo avanço em todas as modalidades. No ano de 2012, o município atendia 19.268 alunos, hoje são 23.753. “Nosso compromisso com a Educação é um compromisso de vida”, destaca o prefeito, Marcus Alexandre.

Para garantir o crescimento qualitativo, além de investir em estrutura, a Prefeitura decidiu manter o Programa de Formação Continuada, iniciado em 2005 e intensificado a cada ano, de modo a alcançar trabalhadores da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos. Os temas são selecionados em conformidade com resultados das avaliações de aprendizagens externas e internas.

Educação de Jovens e Adultos

A escolarização de pessoas com idade acima de 15 anos não é atribuição da municipalidade. Ainda assim, em Rio Branco, a Educação de Jovens e Adultos (EJA) também está entre as prioridades. Em parceria com o governo do Estado, a modalidade é ofertada em 9 escolas da rede municipal de educação. Voltada a jovens e adultos que, por qualquer motivo, precisaram interromper os estudos, a EJA já transformou a vida de milhares de pessoas. Gente como dona Alzira Costa. Nascida na zona rural de Cruzeiro do Sul, dona Alzira começou a frequentar a escola aos 13 nos, mas não conseguiu conciliar trabalho e estudo. Casada e mãe de dois filhos, teve que deixar a escola antes mesmo de concluir o Ensino Fundamental, só retornando há 2 anos, aos 51 anos de idade. Hoje dona Alzira é aluna da EJA na escola Anice Dib Jatene, onde está concluindo o Ensino Fundamental I. Viúva há um ano, é nos estudos que tem encontrado forças para superar a perda do companheiro. “A gente tinha um salão de beleza e trabalhava junto. Ele era meu porto seguro e conduzia tudo. Pensei em desistir, mas tenho que continuar. Preciso levantar a cabeça e seguir em frente, recomeçar do zero”, disse. Embora o sofrimento, as dificuldades, com o apoio da escola, dona Alzira segue adiante e faz planos. “Quero entrar na faculdade junto com meu filho caçula, fazer administração que é um curso que vai me ajudar a cuidar do nosso negócio, o salão de beleza”, planeja dona Alzira.

A EJA é uma modalidade que apresenta algumas especificidades. Os alunos da faixa etária atendida precisam superar as mais diversas dificuldades, daí, o desafio de, além do acesso, garantir a permanência do aluno na escola. “Uma das ações para garantir que nossos alunos concluam seus estudos é o investimento na formação continuada. Este ano, fizemos um trabalho focado no envolvimento do diretor e do coordenador. Fazer uma boa acolhida e garantir merenda de qualidade -específica para atender necessidades nutricionais do aluno da EJA – também são ações que contribuem para a permanência e o sucesso da aprendizagem dessa modalidade”, destacou a coordenadora da EJA, Jussara Bonfim.

Educação Inclusiva

Os últimos três anos foram decisivos para a consolidação da política de educação inclusiva no município de Rio Branco. No ano de 2012, a coordenação de Educação Especial contava com 32 professores do Atendimento Educacional Especializado (AEE). Hoje, 322 educadores garantem o atendimento a mais de 600 alunos com deficiência. As escolas Mariana da Silva Oliveira, Anice Dib, Juvenal Antunes e Wilson Ribeiro são as que atendem o maior número de alunos com deficiência. Só na Mariana da Silva Oliveira são vinte e três. Estely Gonçalves é aluna do 5º ano. Cega e autista, a menina ingressou na rede municipal no ano de 2014, e foi a partir de então, que a família observou um grande avanço no desenvolvimento intelectual e na socialização de Stely, “com o auxílio da professora mediadora e da professora do Atendimento Educacional Especializado (AEE), hoje minha filha tem mais autonomia. Vai ao banheiro sozinha, aceita o lanche da escola, participa das aulas de Educação Física e desenvolve todas as atividades propostas em sala de aula. Foi um grande avanço. E o trabalho dos professores e da equipe da escola foi fundamental para isso”, declarou a mãe Stéfane Gonçalves.

De acordo com o coordenador da Educação Especial do Município, Joaquim Oliveira, todo o atendimento da rede municipal é feito na perspectiva da inclusão total. “Ainda que seja direito legal, é no âmbito da escola que o atendimento se concretiza quando o aluno permanece em situação de aprendizagem. Nos últimos quatro anos, os avanços no Atendimento Educacional Especializado no município foram significativos. Nós nos emocionamos quando vemos os relatórios com resultados, quando os pais nos procuram para agradecer o cuidado, a educação que dedicamos a seus filhos. O sentimento é do trabalho feito e também de gratidão aos professores, à sociedade civil que levantou a voz pelo fortalecimento da política de educação inclusiva no município, ao prefeito Marcus Alexandre e ao vice-prefeito e secretário de educação Márcio Batista por nos apoiarem e garantirem recursos para a realização desse trabalho”.

Liga Pela PAZ

Além dos investimentos em estrutura, formação de pessoal, são vários os fatores que podem interferir no sucesso da aprendizagem do aluno. O universo econômico, social, no qual o indivíduo está inserido, e o acompanhamento que a família dá a criança influenciam diretamente a aprendizagem. Considerando todos esses aspectos, a Prefeitura de Rio Branco implantou a Metodologia Liga Pela PAZ, uma iniciativa que prepara educandos e educadores para reconhecerem e regularem suas emoções, o que melhora a convivência dentro e fora da escola, previne a violência e coopera para o sucesso escolar.

Ao adotar práticas pedagógicas fundamentadas na Teoria da Inteligência Emocional, o município de Rio Branco dá uma nova dimensão ao currículo que, além dos conhecimentos socialmente já validados como Ciência, Língua Portuguesa e Matemática, inclui também conteúdos que abordam a Educação Emocional e Social.

A implantação teve início no ano de 2012 com lançamento da proposta e formação pedagógica para professores e coordenadores. No ano seguinte a Liga Pela PAZ começou a ser aplicada nas escolas de Ensino Fundamental. Inicialmente, com alunos de 1º e 2º anos e, gradativamente, sendo ampliadas às demais séries. Atualmente, a Liga Pela PAZ envolve todos os alunos de 27 escolas do Ensino Fundamental da rede municipal de educação de Rio Branco.

No final de 2015, a metodologia já desenvolvida com as crianças alcançou também os pais de alunos. Um trabalho hoje realizado em parceria com a Secretaria de Cidadania e Assistência Social e que, além de professores, envolve psicólogos e assistentes sociais.

Desde que foi implantada, no ano de 2012, a Metodologia Liga pela PAZ já alcançou mais de 10 mil pessoas, entre alunos, educadores, gestores e pais de alunos. Os resultados atestam um aumento de 28% de comportamentos socialmente mais habilidosos.

Educação em Rio Branco: trabalho, qualidade e reconhecimento

Todos os esforços foram preponderantes para manutenção de uma educação de qualidade que coloca Rio Branco como referência para o país. A capital do Acre está entre as cidades que apresentaram maior crescimento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, de 4,1 em 2005 para 5,8 em 2015, à frente de grandes capitais como São Paulo, Salvador e Rio de Janeiro, por exemplo.

A alimentação escolar é outro indicativo de qualidade na educação do município de Rio Branco. O cuidado que começa na elaboração dos cardápios é o mesmo na hora de selecionar os ingredientes e preparar a alimentação. Investimentos na formação de manipuladores e aquisição de produtos da agricultura familiar são algumas das ações que continuam garantindo a qualidade da merende servida nas escolas de Rio Branco. O município foi vencedor do Prêmio Gestor Merenda Escolar nos anos de 2010, 2011 e 2013.

Em novembro de 2014, uma pesquisa da Unesco colocou Rio Branco entre os 10 municípios de referência nacional em Educação Especial na perspectiva inclusiva. Um ano depois, a Educação Especial do município apareceu em destaque na revista Mundo da Inclusão, publicação nacional especializada em educação inclusiva.

Para o vice-prefeito e secretário de Educação, Márcio Batista, “o reconhecimento é de uma política que objetiva garantir o acesso, a permanência e o sucesso da aprendizagem, que prioriza a criança. Os bons resultados são frutos de um grande esforço coletivo, que envolve principalmente quem está na linha de frente, na escola”, destacou Márcio Batista.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Destaque 2

Em jantar fechado, Mourão se confraterniza com autoridades do Acre e é homenageado com hino do Flamengo

Publicado

em

O vice-presidente da república, general Hamilton Mourão, participou na noite desta segunda-feira, 22, de um jantar oferecido pelo governo do Acre no Pinheiro Palace Hotel, no centro de Rio Branco. Apesar de está hospedado no Gran Lumni Hotel, o chefe de Estado aceitou o convite do governador Gladson Cameli e do vice Major Rocha.

Participaram do encontro além do governador e do vice, a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Francisco Djalma e a chefe do Ministério Público do Acre, Katia Rejane. Apesar de está com assento garantido, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Nicolau Júnior não compareceu à confraternização.

Cumprindo agenda oficial no Acre para conhecer o Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental (Cigma), criado para integrar as informações e dados que norteiam as ações das equipes de fiscalização e combate aos ilícitos ambientais em campo, o general evitou formalidades e conversou sobre futebol, falou de sua paixão pelo Flamengo e ainda foi homenageado pela Banda da Polícia Militar que embalou o jantar com o hino do time do seu coração. Bem a vontade diante dos presentes, ele falou até mesmo da origem de seu pai e de sua mãe que são Amazonenses.

Animado, Mourão tomava whisky e degustava uma porco a pururuca preparado pelo buffet do hotel. Como o papo entre os homens da mesa foi norteado pelo futebol, as mulheres ficaram meio de escanteio. Apenas o governador Gladson Cameli levou a esposa para o evento.

Um forte esquema de segurança foi montada para garantir a integridade de Mourão e dos demais convidados. Um raio-x foi usado para revistar as pessoas que entravam no hotel. Dezenas de policiais federais e da guarda pessoal da vice-presidência ficaram espalhados a paisana pelo quatro cantos do estabelecimento.

Continuar lendo

Acre 01

Com queda de Juliana, Pedro Longo deve assumir cadeira na Aleac como “conciliador”

Publicado

em

O juiz aposentado Pedro Longo, de 56 anos, que foi candidato a deputada estadual pelo PV em 2018 e obteve 3.570, deverá assumir a vaga que será deixada pela deputada Juliana Rodrigues (Republicanos), que teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral na noite desta terça-feira, 22.

Com os votos de Juliana anulados pela corte superior, o Tribunal Regional Eleitoral do Acre deverá confirmar o magistrado aposentado na vaga.

Ao ac24horas, Longo afirmou que nesse primeiro momento o processo burocrático de cassação e posse deverá perdurar por poucos dias, mas que se coloca no parlamento para trabalhar dobrado. “Eu vou trabalhar dobrado. Quase 2 anos de legislatura se passaram, mas acredito que posso render bons frutos na casa com projetos e propostas viáveis. Quero poder ajudar o meu estado, principalmente nesse período da pandemia. Precisamos de ideias novas”, disse.

Se colocando como um “conciliador”, Pedro afirmou que esse será o tom que tocará seu trabalho na Aleac. “Eu respeito o governador Gladson, a prefeita Socorro, somos parceiros e entendo que o melhor para o Acre nesse momento é a união. Espero poder fazer um bom trabalho e representar bem o eleitorado”, justificou.

Continuar lendo

Acre 01

Léo do PT deve assumir vaga de Manuel Marcos: “vou ser oposição a Bolsonaro e Gladson”

Publicado

em

O ex-deputado federal e advogado Léo de Brito (PT) deverá assumir a cadeira de deputado federal que ficará vaga com a cassação do deputado federal Manuel Marcos (Republicanos) confirmada na noite desta terça-feira, 22, pelo Tribunal Superior Eleitoral. O petista de 39 anos que teve 14.881 votos nas eleições de 2018 e ficou na primeira suplência da chapa da Frente Popular foi beneficiado pela decisão dos ministros da Corte Superior que entenderam que os votos do parlamentar da Igreja Universal deveriam anulados. O Tribunal Regional Eleitoral deverá notificá-lo nos próximos dias para que tome posse do cargo.

Ao ac24horas, Léo do PT, como é mais conhecido, confirmou que pelos cálculos do partido e com a decisão confirmada pelo TSE, ele deverá assumir a cadeira. Atuando na advocacia e como professor universitário desde que deixou Brasília em 2019, Léo se disse surpreso pela decisão célere e afirmou que deverá mudar todo o contexto de sua vida. “Eu estava advogando, dando aula, seguindo minha vida normalmente sem pensar nisso. Evitei não interferir no processo. Evitei dar declarações. Deixei nas mãos da justiça e isso foi resolvido sem eu ficar esperando. Agora é esperar e tentar fazer o melhor melhor trabalho possível em Brasília.

Léo de Brito afirmou que após a decisão do TSE já conversou com a liderança do PT na Câmara e se colocou a disposição. “Vou ser oposição ao governo Bolsonaro, quero ajudar o Brasil. Vou ser oposição ao governo de Gladson Cameli, mas quero ajudar o Acre, independente de cor partidária. Estamos vivendo tempos difíceis, a miséria bateu na porta e queremos ajudar com o nosso mandato”, disse.

Brito ressaltou também que com mandato poderá ajudar mais efetivamente o PT nestas eleições. “É um momento novo, mas creio que poderei ajudar ainda mais nossos candidatos a vereadores e prefeitos. Fico feliz com a oportunidade”, frisou.

Continuar lendo

Na rede

Igreja de Cruzeiro do Sul faz política partidária e abençoa candidatos

Publicado

em

A Igreja Assembleia de Deus Ministério Madureira em Cruzeiro do Sul realizou nessa segunda-feira, 21, uma reunião extraordinária “para se posicionar politicamente”. Na ocasião, as pré-candidaturas de Zequinha Lima para prefeito de Cruzeiro do Sul e do vereador Elenilson da Pesca, ambos do PP, foram abençoadas pelo pastor Samuel.

Tudo foi postado na página oficial da Igreja no Facebook. Nas fotografias, durante e depois do culto, Zequinha aparece sem o pré-candidato à vice, Henrique Afonso (PSD), que é pastor da Igreja Presbiteriana.

Nos comentários da postagem no Facebook, muitos internautas publicaram críticas à igreja e ao pastor, por misturar política partidária com religião.

O Ministério Público Eleitoral de Cruzeiro do Sul está de olho em situações como essa. O promotor Fernando Henrique Terra disse que vai avaliar se o fato requer uma atuação do MP.

Terra destaca que denúncias sobre irregularidades em pré-campanhas e campanhas eleitorais devem ser feitas ao Ministério Público por meio dos telefones 33224165, 99993-5071 e do e-mail: [email protected]

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas