Conecte-se agora

Chef de cozinha do Acre ganha prêmio na maior competição da culinária brasileira

Publicado

em

video

6394b32c-20ca-48ea-a7a7-35a396c53176Com a intenção de oferecer novos sabores e experiências gastronômicas, a chef de cozinha Izanelda Magalhães, e a sócia dela, a paranaense Adriana Evangelista, instalaram em Rio Branco o Jannu’s Bistrô, um espaço que proporciona uma boa comida internacional regada a um toque regional, com preços realmente acessíveis. É o resultado de um projeto que mostra o Acre que é possível fazer diferente e ganhar espaços no ramo gastronômico.

“Para degustar uma boa comida francesa os acreanos não precisam ir a São Paulo, Rio, ou grandes cidades. Agora oferecemos essa oportunidade e preços realmente acessíveis. Vai valer a pena visitar o Jannu’s e saborear um dos itens de menu. Temos um espaço super agradável aos amantes da culinária”, diz a chef.

Engenheira agrônoma por formação, Izanelda nasceu em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, de onde saiu ainda criança. Chegou a trabalhar no sistema público de saúde durante alguns anos, e foi nessa época que descobriu a beleza do universo gastronômico. Não perdeu tempo: estudou e resolveu abrir o próprio negócio. Antes, contudo, já fazia os testes em casa, no dia a dia.

“Eu gosto de apostar no novo e não estar presa à inércia do cotidiano. Estudei na Escola de Arte Culinária do Chef Laurent Suaudeau, em São Paulo. Fiz seis módulos e então, com as sugestões dele, consegui abrir o meu restaurante. Foi um processo árduo e de grande valia. Durante vários meses aprimorei as técnicas e não desperdicei nenhum segundo desses momentos”, conta.

Culinária local e internacional

equipe_atendimento_garcom_recepcao

O bom de cozinhar é que o leque de possibilidades é quase infinito. Praticando arte [de cozinhar], Izanelda tentar a cada preparo, misturar o essencial da culinária local, sem perder o toque internacional dos pratos servidos no Jannu’s. É uma espécie de viagem no mundo gastronômico, entre sabores e cores. Sobre isso, ela explica:

unnamed-1

“A nossa intenção é oferecer pratos exclusivos e preparados na hora para cada cliente. Estamos aqui para trazer a culinária internacional. Oferecemos sabores variados da gastronomia italiana, francesa, peruana e regional. Conseguimos fazer tudo isso sem perder as raízes do Acre. Todo o dia temos a ‘sugestão da chef’ para apresentar novas experiências”, explica a chef.

unnamed-2

E quem pensa que o Jannu’s não oferece pratos com ingredientes conhecidos se engana. Por lá tem opções que misturam o caldo de tucupi, tem pratos com bacalhau, e ainda sobremesas como a de crepe de doce de leite. Mas quem prefere um caipirinha também poderá saboreá-la, mas com o vinho do porto. Para quem prefere um peixe regional, tem o pirarucu crocante com risoto de legumes e molho de açaí.

Técnica que rende premiação

A experiência atrelada à vontade de fazer mais rendeu a Izanelda, no início de dezembro, a conquista de um novo título para o portfólio profissional: a etapa estadual do Prêmio Dólmã de culinária, um dos mais importantes concursos do país, que reúne chefs de todos os estados brasileiros e, em cada estado, seleciona os três melhores. Izanelda foi a mais votada no Acre.

unnamed-3

“Nós fomos indicados a nível estadual. Foi feita uma estatueta, na chamada ‘noite do tapete vermelho’, e aí eles fizeram esse reconhecimento dos chefs brasileiros. E isso é resultado também do que fazemos no Bistrô. Nós temos produtos com qualidade, a preços acessíveis, preparados com muita atenção e nos mínimos detalhes”, completa.

unnamed

Serviço

Jannu’s Bistrô
Reservas: (68) 9 9911-8776 ou pelo site www.jannusbistro.com.br/reservas
Endereço: Avenida Governador Edmundo Pinto, 2181 (Rotatória do Rui Lino), bairro Tucumã
Aberto de terça a sábado, das 19h às 23h
*Vale lembrar que a reserva não é obrigatória para fazer uma visita ao Jannu’s Bistrô; esse é apenas mais uma opção que o restaurante oferece.
Jannu’s nas redes sociais: siga!
Facebook: https://www.facebook.com/jannusbistro/ 
Intagram: @jannusbistro

 

Anúncios

Cotidiano

Jovem discute em quadra de futebol e é ferido com um golpe de canivete, no Calafate

Publicado

em

O jovem Diogo Tavares de Souza, de 18 anos, foi ferido com um golpe de canivete na noite desta sexta-feira, 18, após sair de uma quadra de futebol localizada no bairro Wilson Ribeiro, na região do Calafate, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, Diogo estava jogando bola na quadra do bairro, quando entrou em discussão com uma pessoa. No início da noite ao sair da quadra, Diogo foi abordado pelo seu desafeto que em posse de um canivete, desferiu um golpe que atingiu no abdômen da vítima. Após ação o criminoso fugiu do local.

Populares que passavam pela região ao verem o jovem ferido acionaram a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e conduziu o ferido ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

A Polícia Militar esteve no local, colheu as características do autor do crime e em seguida fizeram patrulhamento na região em busca de prendê-lo, mas ele não foi encontrado. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Continuar lendo

Cotidiano

Detento que saiu do presídio há 15 dias é preso após ameaçar matar esposa e filha

Publicado

em

O foragido da justiça, Dhonatan de Oliveira Silva, de 20 anos, foi preso no início da noite desta sexta-feira, 18, após agredir e ameaçar matar a esposa e sua filha de 1 ano, em uma residência na rua Cruzeiro do Sul, no bairro Vila Betel, em Rio Branco.

De acordo com informações de uma testemunha, Dhonatan saiu do presídio Francisco D’Oliveira Conde para o regime monitorado por tornozeleira eletrônica há 15 dias e passou a agredir sua esposa a golpes de ripa. O detento cortou a tornozeleira e passou a ser foragido.

A Polícia Militar foi acionada e durante buscas na região conseguiu encontrar o criminoso já se aproximando da residência para fazer o que prometeu. Quando Dhonatan avistou os policiais, se desfez de uma faca jogando em um beco e tentou fugir da polícia, mas o foragido foi capturado.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão e Dhonatan foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Na rede

PF apreende quase meia tonelada de carne de caça em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

A Polícia Federal em Cruzeiro do Sul apreendeu nesta sexta-feira, 18, em um comércio localizado na BR-307, próximo a Unidade Prisional Manoel Neri, 18 jabutis e cerca de meia tonelada de carne de caça. Quatro pessoas que estavam no local foram conduzidas para a delegacia para lavratura do auto de prisão em flagrante. Os jabutis e a carne de caça ficaram sob responsabilidade do Instituto do Meio Ambiente do Acre (Imac), que realizará os procedimentos administrativos.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Federal, a operação foi fruto de investigação. Os policiais federais descobriram o local onde ocorria a comercialização de carne de caça e, hoje, ao chegarem ao lugar, sentiram um cheiro forte característico de cura de carne.

Já dentro do comércio, flagraram quatro indivíduos pesando e separando carnes no fundo do estabelecimento. Foram encontradas seis sacas, contendo aproximadamente 60 quilos de carne de animais silvestres. Havia carne também em dentro de uma caixa de isopor, de um carrinho de mão e numa sacola. Havia ainda 19 jabutis vivos.

Por causa do grande volume, três viaturas foram utilizadas para o transporte do produto ilegal do comércio até a sede da PF e ao IMAC. De acordo com os agentes, a carne havia sido adquirida no Rio Gama, originária da região do Rio Boa Fé, no Amazonas. Além dos animais e da carne, a polícia apreendeu um veículo de carga, que teria sido utilizada pelos suspeitos para o transporte da carga.

Continuar lendo

Destaque 6

WWF incentiva uso de drones contra crimes ambientais no Acre

Publicado

em

A organização WWF está apostando no uso de drones para monitoramento de áreas remotas e desde o ano passado, com o registro de altas taxas de desmatamento e queimadas na Amazônia brasileira, deu início a um projeto de utilização de veículos aéreos não tripulados –popularmente conhecidos como drones- para monitorar territórios e tentar antecipar problemas.

Desde então, foram doados 19 drones para 18 organizações diferentes, espalhadas em seis estados do Norte do Brasil –num investimento que, apenas em equipamentos, soma cerca de R$ 300 mil. Essas organizações recebem ainda capacitações e outras ferramentas que otimizam o uso dos dados gerados pelos drones, como GPS, telefones celulares e notebooks.

Entre as organizações que estão recebendo este apoio estão o Batalhão de Policiamento Ambiental do Acre; a Apitem (Associação do Povo Indígena Tenharim Morõgwitá), no Sul do Amazonas; a Amoprex (Associação dos Moradores e Produtores da Reserva Extrativista Chico Mendes), em Xapuri, no Acre; o Instituto Kabu, no Pará; e as prefeituras das cidades amazonenses de Boca do Acre, Apuí e Humaitá.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas