Conecte-se agora

Uma semana decisiva para Michel Temer se manter na presidência

Publicado

em

As delações da Odebrecht divulgadas no final do semana balançaram o Planalto. No domingo, 11, o presidente Michel Temer (PMDB) convocou emergencialmente o seu ministério para avaliar as consequências do envolvimento do seu nome nas denúncias. Nesta segunda, as lideranças do PT no Congresso Nacional vão entregar um documento pedindo para que Temer renuncie, antes do dia 31 de dezembro, para que possa haver uma eleição direta para escolher o novo presidente.  Alguns partidos aliados do atual Governo já começaram a avaliar se continuarão ou não na sua base de sustentação. O pior é que foi divulgado apenas uma das delações, mas outros executivos da Odebrecht ainda irão dar os seus depoimentos. O mais aguardado é o do presidente e herdeiro do grupo empresarial Marcelo Odebrecht que já está há quase dois anos na cadeia. Além disso, duas pesquisas do DataFolha mostram que a popularidade de Temer está em baixa e que 65% dos brasileiros querem uma nova eleição. Sem falar que quase todo o entorno de ministros e assessores de Temer também está contaminado pelas delações. Assim Temer precisará de toda a sua comprovada habilidade política para se equilibrar na corda bamba e se manter na cadeira presidencial.

Contaminação
Alguns aliados próximos de Temer acham que as delações na Odebrecht podem refletir ainda no processo em curso do TSE. A acusação é de abuso do poder econômico e se houver condenação a chapa Dilma(PT) e Temer será cassada.

O roto falando do rasgado
Os aliados de Dilma aproveitaram as acusações contra Temer para reafirmar nas redes sociais a sua inocência. Mas como fica o fato do assessor direto de Dilma, Anderson Braga Dornelles, ser acusado nas delações de ter recebido R$ 350 mil em espécie da Odebrecht?

Preservada convenientemente
Dilma era a presidente. Duvido que vá aparecer alguma delação envolvendo diretamente o seu nome. Não seriam tão estúpidos de exporem a liderança maior do PT na República com propinas e outras falcatruas. Mas assessores próximos irão aparecer aos montes. Qual a diferença? Me diga com quem andas e te direis quem és. Não tem inocentes nessa história.

A bomba da Previdência
Essa Reforma anunciada está claramente retirando direitos de trabalhadores que pagaram ou contribuíram para tê-los. Irá colocar todos os sindicatos e os movimentos sociais contra Temer se aprovada, o que não acredito. Afinal, deputados federais e senadores terão uma disputa à reeleição logo ali, em 2018.

Não adianta gritar
O nome do governador Tião Viana (PT) apareceu na delação de um executivo da Odebrecht. Nada a fazer senão provar a inocência. O resto é jogo para a torcida. O nome de alguém que aparece numa delação não significa que vá haver inquérito e condenação. Mas é sempre bom estar atento e preparado.

Não entendo
Por falar em Acre não consigo entender esse projeto de Construção do Centro Administrativo em meio a pior crise econômica do país da sua história. Por que não usam o Palácio Rio Branco? O belo prédio virou um Museu. Se bem adaptado poderia ser novamente o escritório do Executivo e ainda abrigar várias secretarias. Mas acho que tem dinheiro sobrando por aí…

Mortandade de jovens
Tenho acompanhado “pasmo” essa guerra entre facções em Rio Branco. A grande maioria de executores e executados são jovens com menos de 25 anos. O quê deu errado no projeto educacional do Acre? Tudo caminhava bem para um ensino de excelência e, de repente, parece que as coisas mudaram. A escola voltou a ficar distante das classes mais desfavorecidas.

Como se vence uma guerra
Acho que a Secretaria de Segurança precisa falar menos e correr atrás de melhores condições para o trabalho dos policiais. Mesmo assim a polícia está fazendo um bom trabalho dentro das condições que têm. Mas ainda está longe de vencer a guerra contra as facções. Isso é muito preocupante.

Cuidado com o que sonha
Estive esses dias com o prefeito eleito de Rodrigues Alves, Sebastião Correia (PMDB). O septuagenário e empresário bem sucedido está numa alegria só. Esperemos mais alguns meses para ver se o entusiasmo do seu Sebastião persevera. Quis ser prefeito por um sonho pessoal porque não precisa de política para viver.

Cuidado com os dedos
Tem prefeito eleito achando que ganhou na loteria. Que vai se dar bem junto com toda a família. Já estão prontos para saírem da lama. Tenho vontade de rir. As coisas não são mais como eram. A impressão é que vamos ter prisões de prefeito e familiares num futuro bem próximo. Ainda mais em lugar onde a Justiça está esperando só um pequeno vacilo.

Graças ao Temer
O Governo do Estado do PT vai conseguir pagar o décimo terceiro graças ao dinheiro repatriado conseguido pelo Temer. O Estado irá receber mais de R$ 100 milhões e os municípios R$ 30 milhões. A Capital Rio Branco 17,5 milhões.

Rolo medonho
Se Temer não renunciar ou cair até 31 de dezembro a eleição para o novo presidente da República será via Congresso Nacional. Quem poderá se candidatar nesse eleição indireta? Teria que ser deputado federal ou senador, ou não? Quem se eleger para ficar dois anos no Planalto poderá concorrer à reeleição em 2018? Essas são algumas dúvidas de um cidadão comum sobre esse intrincado sistema democrático brasileiro que ninguém entende mais.

Anúncios

Coluna do Nelson

MDB e PDSB devem travar uma “briga” intensa por secretário da ALEAC

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Depois de 20 anos, prefeitura de Cruzeiro terá a parceria do Governo

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Gladson Cameli realizou o sonho de infância de ser governador do Acre

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

O que esperar dos governos de Gladson e Bolsonaro a partir de 2019

Publicado

em

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas