Conecte-se agora

​Em áudio, suposto integrante de facção ameaça retaliação em massa

Publicado

em

Um áudio gravado por supostos integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) ameaçando retaliações em massa no sistema de segurança e nas ruas do Acre começou a ser compartilhado nas redes sociais e a causar tensão na população.

No conteúdo, a pessoa oferece 48horas para a juíza da Vara de Execuções Penais, Luana Campos, retirar todos os integrantes do Comando Vermelho (CV) dos complexos penitenciários Antônio Amaro e Francisco de Oliveira Conde. Caso contrário, os membros do PCC ameaçam atacar os integrantes do CV nos presídios, órgãos públicos e todos que trabalham para a área de segurança no Estado e dizem estarem prontos para ‘guerrear’.

“Não queremos medir forças com o Estado, queremos que atendam ao nosso pedido, pois não é transferindo os nossos irmãos que resolverá o problema. Temos irmãos capacitados para nos substituir quantas vezes for necessário”, diz trecho do áudio.

No material ainda é informado que o grupo é capacitado para enfrentar a polícia e que, supostas transferências de integrantes para presídios federal, não intimidará as ações que podem resultar “em quebradeira” nas ruas e no sistema. A rejeição do pedido também, segundo o áudio, pode resultar em mais decapitações de membros do CV.

Segurança investiga

Pela assessoria de comunicação, a Segurança Pública informou que todo o áudio passa por perícia para descobrir a veracidade. Informou ainda que os grupos de facções são separados por pavilhões nos presídios e que não é descartada a possibilidade de transferência, porém, essa questão, por hora, depende do Ministério da Justiça em deferir o pedido já feito pela justiça acreana.

 

 

 

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas