Conecte-se agora

Economia do Acre está entre as três piores do pais, diz IBGE

Publicado

em

Definitivamente não vivemos em uma Suíça, como ostenta o governador do Acre, Sebastião Viana, para autoridades europeias e latino americanas que visitam o estado. De acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), o Acre cresceu 4,4%, mas continua entre as três piores economia do país, ao lado de Roraima e Amapá , em relação ao produto interno bruto. Os resultados foram apresentados nesta segunda-feira (28) no Atlas: Contas Regionais do Brasil 2010 – 2014.

O PIB Brasil  em 2014 foi de R$ 5,8 trilhões contra R$ 5,32 trilhões em 2013. O maior PIB registrado entre as federações foi o de São Paulo (R$ 1,86 trilhão) seguido pelo Rio de Janeiro e Minas Gerais. O PIB de Rio Grande do Sul voltou a ser a quarta economia nacional, posição que tinha perdido para o Paraná em 2013. No sentido contrário, os três piores estados da economia brasileira são: Roraima, Amapá e o Acre, todos da região norte.

tabela-do-pib-2014

Pecuária foi o setor que mais contribuiu para a economia do Acre

De acordo o instituto, em 2014, o Brasil cresceu 0,5% em volume quando comparado ao ano de 2013. O valor adicionado bruto teve elevação de 0,5% e os impostos líquidos de subsídios sobre os produtos aumentaram 0,8%. Este crescimento foi impulsionado pela Agropecuária que cresceu 2,8%, sendo que a Agricultura, inclusive apoio à agricultura e à pós-colheita 3,9%; a Produção florestal, pesca e aquicultura 2,1%; e a Pecuária, inclusive apoio à pecuária 0,3%.

pib-boi

Com um rebanho acima de 2,8 milhões de cabeças de gado, a pecuária foi quem mais contribuiu de acordo com o estudo do IBGE com a economia do estado. O setor apresenta a melhor variação positiva com relação ao valor adicionado bruto, saiu de 0,7% em 2010 e repetiu 0,8% de participação em 2013 e 2014.

A pecuária de corte é a atividade com maior expressão econômica do setor agropecuário do estado do Acre, representando aproximadamente 40% do valor bruto da produção. O aumento de animais abatidos também aumentou em mais de 183,2% no sistema intensivo.

A projeção para 2031, sob o cenário tendencial indica que o estado passará a ter aproximadamente 4 milhões de cabeças de gado bovino, com uma produção de 6,79 @/ha/ano e uma lotação de 1,38 UA/há. As áreas de pastagens passarão de 1,56 milhões de hectares em 2012 para 2 milhões ha em 2031.

Em segundo lugar vem a produção florestal, pesca e aquicultura com 0,5% de participação nos últimos três anos no PIB Estadual. Esse é outro dado que vai de encontro ao que o governo do Acre divulgou nos últimos anos, mostrando esse setor, como a “nova economia do Acre”. O estado zera quando o assunto é extrativismo, dado que ilustra os resultados do setor industrial. A contribuição foi pífia até na indústria de transformação.

A agricultura que elevou a participação dos estados melhores colocados no ranking teve o pior desempenho em 2011, com 0,3 e se mantém em 0,4% nos últimos três anos avaliados.

A construção civil teve pior desempenho em 2012 e 2013 e voltou a registrar 0,3% de participação em 2014.

Outra área que o estado assiste o bonde passar, diz respeito ao crescimento imobiliário, enquanto o vizinho estado de Rondônia cresceu 0,6% o Acre não passou de 0,2% no período considerado ápice dos negócios, em 2014.

O Acre que Sebastião Viana mostra ao mundo é oposto aos dados do IBGE

tabela-pib-1

Recentemente, quando o governador do Acre recebeu em seu gabinete o embaixador belga, Jozef Smets, projetos como a psicultura, a suinocultura, o fortalecimento dos povos indígenas, os plantios de frutos e grãos e a bovinocultura foram apresentados para a delegação como “referência global” capazes de alavancar a economia.

Na prática, a coisa não é bem assim. O estudo do IBGE revela que a região norte manteve sua participação no PIB Nacional com relação a 2010, com 5,3%. Apenas o estado do Amazonas recuou sua participação em 0,1 ponto percentual enquanto os demais – inclusive o Acre – mantiveram suas participações.

Com a 25º posição no ranking nacional e com os mesmos 0,2 de participação referente ao ano de 2010, o Acre não saiu do lugar. Ainda de acordo o IBGE, junto com estados de Roraima, Amapá, Tocantins e Rondônia em conjunto, esses estados representam 1,7% do PIB Brasileiro.

Avanços – o estado governado por Sebastião Viana melhora sua participação com relação as demais unidades federativas quando a análise é da Variação Real Acumulada no período de 2010 – 2014, ficando em 8º lugar, à frente de estados como Amazônas, Roraima, Goiás, Ceará e outros.

Outro dado importante, o PIB per capita, o Acre apresenta um resultado de R$ 17,034,15. Os técnicos esclareceram que os estados da Região Norte, que tem os menores PIBs do Brasil, tem melhores resultados com relação ao PIB em função da baixa concentração populacional.

Apenas o Amazonas está mais próximo dos maiores PIBs per capita brasileiros, em função do polo industrial de Manaus, que concentra 2,8% das Indústrias de transformação do país em 2014.

O OUTRO LADO:
A reportagem tentou durante toda a tarde de ontem falar com o secretário de fazenda do estado, Joaquim Mansour, o que não foi possível nem através de sua assessoria e nem pelo telefone. Tinel, tio do governador Sebastião Viana, não atendeu as chamadas para o seu telefone celular.

Propaganda

Destaque 5

Gol Linhas Aéreas terá voos diurnos para o Acre em junho

Publicado

em

FOTO: IMAGEM ILUSTRATIVA

A partir de junho deste ano, o Estado do Acre passará a contar com voos diurnos da companhia aérea Gol. O anúncio foi feito pelo presidente do Instituto Gol, Claudio Neves Borges, durante reunião com o governador Gladson Cameli, em Brasília.

As cidades de Rio Branco e Cruzeiro do Sul serão beneficiadas. A venda dos bilhetes já começa em fevereiro. Com frequência diária, o voo sairá de Brasília às 9h35 e chegará ao aeroporto de Rio Branco às 11h30. Em seguida, o mesmo avião segue para Cruzeiro do Sul. O retorno será às 13h05, passa pela capital acreana e pousa em Brasília às 19 horas.

A suspensão dos voos acarretou uma série de transtornos no deslocamento de passageiros do Acre para outras regiões do país, por ser o único diurno que a população contava. Atualmente, os quatro voos que chegam e saem do estado são operados durante a madrugada.

Com o novo voo garantido, o Acre ganha mais 298 assentos diários.

Continuar lendo

Destaque 5

Manoel Morais dará posse e presidirá eleição na Aleac

Publicado

em

O 1º secretário da Assembleia Legislativa, deputado Manoel Morais (PSB), dará posse aos novos deputados estaduais e, em seguida, presidirá a eleição da nova Mesa Diretora no dia 1º de fevereiro em horário regimental, ou seja, às 10h. A informação é da assessoria da Assembleia Legislativa.

De acordo com o Regimento Interno da Casa, o deputado Manoel Morais foi reeleito e, nesse caso, será ele a presidir a sessão, já que o mandato do atual presidente, Ney Amorim (sem partido) se encerra no dia 31. Logo após a posse, a sessão será suspensa para que se organize a eleição da Mesa que vai administrar o Poder nos próximos dois anos. O ac24horas apurou que o nome do deputado Nicolau Junior (PP) deverá ser confirmado na presidência.

A eleição para a 1ª Secretaria, hoje ocupada por Morais, está sendo disputada dentre os deputados Luís Gonzaga (PSDB) e o emedebista novato na Aleac, deputado eleito Roberto Duarte. Pelo que foi apurado, a decisão se dará em votação não secreta. Os demais cargos serão usados como moeda de negociação com os demais partidos.

Continuar lendo

Destaque 5

Socorro visita abrigos construídos no parque de exposições

Publicado

em

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), visitou na manhã desta sexta-feira (18) o Parque de Exposições Wildy Viana, que está sendo preparado para receber as famílias que eventualmente venham a ser afetadas por uma possível enchente do Rio Acre.

A preocupação da gestora é garantir que tudo esteja funcionando bem para que as famílias que precisarem deixar suas casas sejam bem cuidadas e minimamente impactadas pelo fenômeno natural.

A última medição do nível das águas do rio Acre realizada pela equipe da Defesa Civil municipal na tarde desta sexta-feira registrou a cota de 14,22cm, ultrapassando a cota de transbordamento, que de 14m. De acordo com a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (COMDEC), ainda não foi necessário retirar nenhuma família das margens do manancial.

No início da semana, Socorro Neri visitou o parque juntamente com o chefe da Casa Civil do Governo do Estado, José Ribamar Trindade, e autorizou a construção de 100 abrigos no local, onde serão acolhidas as famílias que precisarem sair de suas casas por conta do transbordamento do rio.

“Toda a preparação para o socorro e assistência às possíveis vítimas de uma eventual enchente já está sendo feita. Equipe e gestão estão preparadas, o contato com o Governo do Estado já foi feito, de modo que estamos com o nosso Plano de Contingência em execução”, afirmou Socorro Neri.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Regiões preocupantes

O coordenador da Defesa Civil, George Santos, informou que nos bairros Santa Terezinha, Baixada da Habitasa e Ayrton Sena, alguns terrenos já foram atingidos pelas águas do rio. No entanto, segundo ele, não existe a previsão momentânea de a situação se agravar, uma vez que não há registro de mais chuvas nas nascentes do Rio Acre.

“Em Assis Brasil, Xapuri e Brasileia o nível do rio baixou bastante. Em Capixaba subiu um pouco, mas nas próximas 12h deve estabilizar”, explicou Santos, recomendando às famílias que tenham cuidado com o contato com a rede de energia elétrica, animais peçonhentos e, principalmente, não joguem lixo em seus quintais e nas ruas, para evitar o entupimento de bueiros e rede de drenagem das águas pluviais.

 

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.