Conecte-se agora

Eliane Sinhasique é vascaína, tem Ulysses Guimarães como ídolo e adora ouvir música brega

Publicado

em

esEliane Sinhasique, nascida em Guaíra, interior do Paraná,no dia 12 de dezembro de 1969, veio para o Acre aos 7 anos de idade, acompanhada de seus pais, agricultores. Morou no Projeto de Assentamento Pedro Peixoto dos 11 aos 16 anos de idade. Percebeu que ali não era o seu lugar e aventurou-se na cidade, onde iniciou a sua trajetória como jornalista.

Na cidade, tornou-se jornalista, radialista, publicitária, pós-graduada em Didática e Docência do Ensino Superior. Sinhasique foi repórter e apresentou jornais na TV Gazeta, TV Educativa, TV Rio Branco e TV 5. No jornal impresso assinou várias matérias especiais e colunas no Jornal A Gazeta. Na Rádio, passou pelas rádios Capital AM, Gazeta FM e Boas Novas. Também foi a primeira assessora de comunicação do Sebrae-AC.

Foi vereadora de 2012 a 2014, ano em que foi eleita deputada, aliás a candidata mais votada da oposição na capital. Na Aleac atua na CCJ.

Hobby e curiosidades da peemedebista

Eliane não dispensa um feijão com arroz e ovo frito, e com um detalhe: com a gema mole. É vascaína de coração, gosta de brega, sertanejo e musica popular. Seu ídolo? Ulysses Guimarães.

Time que torce: Vasco da Gama;
Estilo de música: Sertanejo, brega, popular;
Cantor: Fagner;
Música: Foi Deus quem fez você (Tetê Spíndola);
Prato: Arroz, feijão e ovo com gema mole;
Hobby: pintura;
Esporte que pratica: Caminhada;
Filme: A Dama de Ferro;
Livro: A Arte da Guerra para Mulheres;
Religião: Cristã;
Cor: Azul
Ídolo: Ulysses Guimarães.

Anúncios

Acre

MPAC divulga premiação da 11ª edição do Prêmio de Jornalismo

Publicado

em

A 11ª edição do Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) acontecerá de forma virtual em 2020. A Diretoria de Comunicação, que coordena a execução do concurso, divulgou nesta segunda-feira, 28, os valores das premiações.

Os prêmios variam de R$ 5 mil a R$ 3 mil para profissionais, e pela primeira vez, acadêmicos de Jornalismo, como também de Publicidade, que antes ganhavam troféu e certificado, também irão receber prêmios em dinheiro, no valor de R$ 1 mil.

O concurso, que este ano tem como tema “O papel do MP no combate ao coronavírus” contemplará trabalhos veiculados por web sites, jornais e emissoras de rádio e televisão e também nas mídias sociais, de 17 de março a 30 de novembro de 2020. Podem participar profissionais e acadêmicos de comunicação.

As inscrições vão até o dia 30 de novembro, e podem ser feitas no site premiodejornalismo.mpac.mp.br. Cada profissional poderá inscrever até três trabalhos cujas pautas estejam relacionadas com a defesa dos interesses da sociedade e que envolvam a Instituição.

Além da inclusão de novas mídias, como podcasts e trabalhos publicados em redes sociais, outra novidade desta edição é a premiação em dinheiro para os destaques acadêmicos.

O 11º de Jornalismo do MPAC é realizado pela Associação do Ministério Público do Acre (Ampac), Associação dos Servidores do MP do Acre (Assempac), e conta o patrocínio do Banco Cooperativo Sicoob, Assembleia Legislativa do Acre, Lab Norte, Top Mídia e Unimed Rio Branco.

Veja os valores das premiações:

1° Lugar – R$ 5.000,00

2° Lugar – R$ 4.000,00

3° Lugar – R$ 3.000,00

Destaque acadêmico em jornalismo – R$ 1.000,00

Destaque acadêmico em publicidade – R$ 1.000,00

Continuar lendo

Acre

Acre passa dos 28 mil infectados e não registra mortes pelo 2º dia

Publicado

em

O Acre registrou 145 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus no estado, nesta terça-feira, 29. Assim, o número de infectados subiu de 27.885 para 28.030, nas últimas 24 horas.

De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), nenhum óbito foi registrado nesta terça-feira, fazendo com que o número oficial de mortos permaneça em 657, em todo o estado. Este é o segundo dia na semana que o Acre não tem mortes provocadas pela doença.

Até o momento, o Estado registra 71.956 notificações de contaminação pela doença, sendo que 43.919 casos foram descartados. Ainda, 7 testes de RT-PCR seguem aguardando análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 25.041 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 83 seguem hospitalizadas.

Continuar lendo

Acre

Policiais descobrem túnel que dá acesso à esgoto fora do FOC

Publicado

em

O trabalho preventivo de vigilância dos policiais penais impediu mais uma fuga do Complexo Penitenciário Francisco de Oliveira Conde. Nesta terça-feira, 29, os operadores da segurança descobriram na cela 20 do pavilhão K, onde estão 18 detentos, um túnel que vinha sendo feito camuflado na pedra.

O buraco dava acesso à galeria de esgoto que jogo os dejetos na parte externa da unidade. Graças ao correto monitoramento, nenhum preso conseguiu escapar.

Forças de segurança vão ganhar stand de tiros e casa tática para treinamento em Rio Branco.

Continuar lendo

Acre

Fagner Sales diz que seu valor de bens é de R$ 1,3 milhão

Publicado

em

O candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul, Fagner Sales (MDB), afirmou que houve um erro de digitação na declaração de bens que ele encaminhou ao Tribunal Regional (TRE) e que o valor informado, de R$ 105 mil, incluindo quotas de capital de uma firma, de R$ 60 mil, uma casa de alvenaria no valor de R$ 45 mil e um terreno de R$ 900, está errado. O valor real, segundo ele, é de R$ 1,3 milhão.

A casa, ao invés de R$ 45 mil, custa R$ R$ 450 mil. O terreno, em vez de R$ 900, vale R$ 900 mil. Só o valor das quotas foi informado certo. Fagner disse que vai encaminhar a correção do valor ao Tribunal. “Todos sabem que aqui em Cruzeiro do Sul não há casa de alvenaria de R$ 45 mil, mas estamos corrigindo no TRE”, afirmou.

O ac24horas fez levantamento do patrimônio declarado dos 3 candidatos a prefeito de Cruzeiro do Sul, que somava quase R$ 2 milhões. Com a retificação do valor junto ao Tribunal Regional Eleitoral, o valor passou para R$ 3,1 milhões.

O sargento Adonis Souza, policial e comerciante declarou ter patrimônio de R$ 1,1 milhão em terrenos e 90 cabeças de gado. Na declaração de Zequinha Lima contam R$ 705 mil de bens em carros, um terreno, uma casa de pouco mais de R$ 430 mil.

Em 2016, quando foi candidato a vice de Ilderlei Cordeiro e foi eleito para comandar Cruzeiro do Sul por 4 anos, Lima declarou ter uma casa apenas de R$ 250 mil, um veículo Siena de R$ 28 mil e uma Honda Biz no valor de R$ 3 mil, totalizando R$ 281 mil, ou seja, em um mandato o candidato quase triplicou o seu patrimônio. O único candidato que afirmou ter erro na declaração de bens foi Fagner Sales.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas