Conecte-se agora

No Acre, idoso divulga telefone no rádio em busca de uma coroa enxuta e perfeita para casar

Publicado

em

O rádio continua sendo um forte meio de comunicação no interior do Brasil. Através de suas ondas avisos são dados, notícias são veiculadas e até namoros e casamentos são encomendados. Foi o que o aposentado Valdecir Arruda, de 64 anos, conhecido como Seu Fan, fez ao procurar a Nova Era FM de Tarauacá: avisar por meio da emissora que está atrás de uma esposa.

galandoradio

O aposentado tem casa própria, mora na rua Joaquim Teixeira, bairro da Praia, o maior de Tarauacá. É viúvo. Ex-seringueiro, atualmente trabalhando com a produção e venda de verduras, ele não suportou a solidão ocasionada pela falta de uma companheira e procurou a rádio comunitária local, que na cidade possui grande audiência.

O aviso foi dado através do radialista, professor e blogueiro Raimundo Accioly, que também aproveitou sua página no Facebook para fazer o anúncio, com direito a uma foto, e ajudar o aposentado.

Seu Fan desenhou as características daquilo que ele considera uma mulher perfeita para conviver ao lado dele para o resto da vida: “Uma coroa enxuta, que tenha bons costumes, para eu amar e ser amado”, lista. Ao final da fala disponibilizou seu telefone: (99964-9955).

Após o primeiro aviso público, ele diz que “choveu de telefonemas”. O primeiro encontro que teve, logo após as inúmeras ligações, não surtiu o efeito desejado. Era uma mulher de 34 anos, moradora no bairro Triângulo, mesma cidade de Seu Fan, mas que queria apenas namorar sem compromisso.

“A mulher é bonita, é nova, mas só quer namorar. Não quer casar. Não quer algo sério comigo”, lamenta.

O perfil da primeira mulher com quem o aposentado conversou depois do anúncio na rádio não é o que ele procura. Seu Fan é do tipo moda antiga, do formato tradicional: “Quero pessoa de moral, que quer coisa séria comigo, que não me meta chifre, que me respeite. Não quero gente pra ficar. Pode ter filho, se for boa pessoa não tem problema”, afirma.

Por telefone, ac24horas pergunta a Seu Fan: E se morar em outra cidade, em Rio Branco, por exemplo?
“Não tem problema. Se a conversa me agradar eu mando buscar”, responde o aposentado.

Propaganda

Acre

Governo e BNDES buscam soluções para retomar programas no Acre

Publicado

em

O Acre precisa de dinheiro para tocar programas e projetos que ajudem o estado a sair do atual estado de letargia em que se encontra.

Um dos desafios é onde buscar esses recursos. Uma estimável fonte de recursos é o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O problema é que o Acre tem débitos com o banco referente a financiamentos contraídos durante a gestão do ex-governador Sebastião Viana, que impedem a continuidade das obras contratadas e a obtenção de créditos pelo Estado.

Para resolver esse impasse iniciam na próxima sexta-feira, 24, reuniões para analisar débitos do Estado com o banco referente a financiamentos contraídos no governo anterior e buscar formas de solução. A ideia é fazer um encontro de contas e renegociar débitos, permitindo suspender sanções impostas pela instituição financeira.

O pedido foi feito pelo vice-governador, Major Rocha, nesta quarta-feira, 22, ao presidente do BNDES, Joaquim Levy, com a participação das secretárias de Estado de Planejamento, Maria Alice Araújo, e da Fazenda, Semírames Dias. Além da diretora de Governos e Infraestrutura do BNDES, Karla Bertocco, que participou por meio de videoconferência. As iniciativas envolvem o Programa Integrado de Desenvolvimento Sustentável do Estado do Acre (PIDS) e o Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e Distrito Federal (Proinveste).

“Precisamos de soluções urgentes para retomar as obras e aproveitar o início de verão no estado. O inverno amazônico é longo e dificulta a realização de obras na região”, enfatizou Rocha.

A secretária Maria Alice Araújo explicou que a paralisação das obras geram impactos negativos para a população. “Há riscos também em relação à deterioração das estruturas já iniciadas, assim como o fechamento de postos de trabalho”, comentou.

“Temos interesse em encontrar caminhos para a solução dos problemas e permitir a continuidade dos programas no estado. Em breve teremos uma nova reunião entre o governo acreano e o banco”, enfatizou o presidente do BNDES.

Continuar lendo

Acre

Senado aprova PL de Jorge Viana que estende Lei Maria da Penha

Publicado

em

O Projeto de Lei de autoria do ex-senador Jorge Viana, que amplia o alcance da Lei Maria da Penha a mulheres transgêneras e transexuais, foi aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado nesta quarta-feira (22). Com a aprovação, mais vítimas terão direito a medidas protetivas, inclusive ao afastamento do agressor do lar.

O texto pretende combater a violência contra pessoas que se identificam como integrantes do gênero feminino. A relatora, senadora Rose de Freitas (Pode-ES), votou favorável à aprovação da proposta. Para Jorge Viana, a aprovação da medida se faz de extrema importância.

“Mesmo estando fora do Congresso, fico muito feliz ao ver o resultado do trabalho que a gente fez. Espero que medidas como essa ajudem a gente a pacificar o país, a fazer justiça e tornar o Brasil um país mais solidário e também mais contemporâneo”, declarou Viana.

O Projeto de Lei lembra que o Brasil é o país com maior índice de violência contra pessoas lésbicas, gays, transexuais e transgêneros. O Relatório de Assassinatos LGBT no Brasil mostrou que, só em 2016, foram mais de 320 mortes. O número de agressões é maior quando se trata das mulheres transexuais e transgêneras.

A Lei Maria da Penha é considerada uma medida ideal de política pública de combate à violência contra a mulher. Uma pesquisa do Datafolha encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostra que 29% das mulheres no Brasil já sofreram algum tipo de violência física ou verbal.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.