Conecte-se agora

CPI do Futebol não vai ao ataque

Publicado

em

Na primeira reunião este ano da comissão, o requerimento de informações bancárias e fiscais da Klefer e de seu proprietário, Kleber Leite, não foi apreciado. Desde pelo menos o início de novembro do ano passado que a CPI coloca em votação este pedido e nada acontece.

A Traffic é outra empresa que mantinha relações comerciais com a CBF no item direitos de transmissão de competições esportivas, que curiosamente também ninguém na CPI quer saber sua movimentação financeira. Nem requerimento existe na comissão pedindo quebra de sigilo da empresa.

O detalhe é que o dono da Traffic, J. Hawilla, encontra-se em prisão domiciliar nos Estados Unidos por conta de operações ilegais em acordos internacionais de direitos de transmissão. Ele é um dos principais delatores do caso.

Jamil Chade, jornalista que lançou o livro “Política, propina e futebol”, mostra em seu trabalho que o pagamento de suborno na Fifa com direitos de transmissão, foi um dos principais motivos de enriquecimento ilícito de dirigentes – João Havelange é que começou a prática de monopolizar as transmissões das emissoras de televisão em cada País, para ter maior controle da propina, mesmo que a concorrência resolvesse pagar mais pelos direitos.

O “Caso Fifa”, investigado pelos Estados Unidos e a Suíça, começou por aí: contratos entre canais de TV e patrocinadores e a entidade máxima do futebol, com suspeita de desvio de dinheiro de ambos os lados. A Conmebol e a CBF fizeram o mesmo por anos a fio.

A Klefer e a Traffic foram intermediárias desses acordos entre as entidades sul-americana e brasileira e os canais de televisão monopolistas.

A CPI, porém, continua se centrando em audiências públicas e na investigação de dirigentes ligados à CBF e empresas que orbitavam na esfera da confederação, porém fora do âmbito já provado pelas autoridades norte-americanas como o centro do problema de corrupção no futebol – e que até motivou a criação da Comissão no Senado.

Não que não seja importante uma devassa geral na CBF, mas é surpreendente como a CPI é negligente com um ponto nevrálgico dos escândalos no futebol.

 

 

 

 

Propaganda

Cotidiano

Prefeitura de Sena Madureira realiza abertura do Campeonato Municipal de Futsal

Publicado

em

A prefeitura de Sena Madureira, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo e Lazer, iniciou na noite dessa sexta-feira, dia 2, os jogos referentes à abertura do Campeonato Municipal de Futsal 2019. O município já é conhecido como a “capital do futsal”, por revelar importantes craques do esporte ao Estado do Acre.

A noite foi animada e contou com a participação massiva do público, que animou os atletas diretamente das arquibancadas. O vice-prefeito Gilberto Lira representou o prefeito Mazinho Serafim na solenidade de abertura dos jogos. Para ele, um momento de extrema felicidade ao proporcionar um campeonato dessa magnitude.

“Estamos reunindo a juventude para a prática esportiva e tirar dela o risco social. Agradeço ao Mazinho por ter nos dado toda a estrutura para que esse evento pudesse ser concretizado”, pontuou Lira.

O campeonato é apenas um dos diversos que são proporcionados pela prefeitura do município. Gilberto Lira também agradeceu o apoio de todas as secretarias municipais para a realização dos jogos. O evento também é uma maneira de fomentar a economia de Sena.

“Aquece nossa economia, pois há a compra de vestuários dos atletas e ainda a venda de alimentos por parte de pequenos e microempreendedores na quadra. E nossa intenção é que essa economia só cresça”, destacou o vice-prefeito.

Este ano, a prefeitura incluiu dois times da Zona Rural de Sena Madureira na competição (Escola do 23 e Joaquim de Matos), um diferencial, tendo em vista que também são observados atletas e seleções de alto nível no interior do município e com grandes possibilidades de integrarem a seleção de Sena Madureira.

De acordo com o secretário Ecinairo Carvalho, da pasta de Esporte, Cultura, Turismo e Lazer, são 18 equipes disputando um título importante para o futebol local.

“Trata-se de mais uma etapa de um evento esportivo em que a prefeitura oferece toda a estrutura necessária para a realização do campeonato. Temos boas equipes e tradicionais, como São Felipe, Atlético Sena, do Bosque e novos times que também se destacam”, disse Carvalho.

Para o atleta Estéfesson Chaves, é muito importante o incentivo ao esporte dado pelo município. “A prefeitura está de parabéns. Espero fazer uma boa competição com minha equipe e só temos a agradecer por mais este evento”, falou Chaves, que é goleiro do time São Felipe.

Os vencedores serão premiados com troféu, medalhas e uma quantia em dinheiro – esta ainda a ser estimada.

Confira os resultados da primeira rodada:

SÃO FELIPE 12 X 3 VILLA SENA

DIRETORIA 2 X 2 REAL VITÓRIA

BOSQUE 8 X 0 PENAPOLENSE

Continuar lendo

Cidades

Galvez perde fora de casa na estreia da Copa Verde

Publicado

em

O time do Galvez, um dos representantes do Acre na Copa Verde, começou a competição com o pé esquerdo. Jogando em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, a equipe acreana foi superada pelo União ABC por 1 a 0.

Apesar da derrota, o resultado pode ser considerado até satisfatório. No jogo de volta, na próxima quarta-feira, 31, na Arena da Floresta, o Imperador precisa de uma vitória por dois ou mais gols de diferença para avançar à próxima fase. Se vencer por um gol de diferença apenas, a decisão vai ser nas penalidades máximas. Quem passar, terá como adversário o Luverdense do Mato Grosso.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.