Conecte-se agora

Polícia cumpre 15 mandados e prende três por tráfico e homicídio

Publicado

em

bandidos_01

PEDRO PAULO, da assessoria

As polícias Civil e Militar, cumpriram 15 mandados de busca e apreensão, nos bairros Portal da Amazônia, Waldemar Maciel e Aroeira, região do Calafate, em Rio Branco. Três pessoas foram presas suspeitas de tráfico de drogas e homicídio. Entorpecentes, dinheiro, arma de fogo, munições e celulares foram apreendidos.

A ação precede de investigação da Delegacia da 4ª Regional de Polícia Civil em parceria com o 4º Batalhão da Polícia Militar. Mais de 60 policiais participaram da operação que iniciou na tarde de quinta-feira, 18, e concluída nesta sexta-feira, 19. De acordo com o delegado Odilon Vinhadelli, responsável pela operação, a investigação começou em janeiro.

O último a ser preso foi Marrilson Araújo Cavalcante, 26, investigado pela polícia por roubo, homicídio e tráfico de drogas. Em 2014, por dívida de droga, ele teria ordenado a morte de David Melo, que teve o corpo mutilado a facadas e depois o queimado com hidróxido de sódio, mais conhecido como soda cáustica.

Torturada e morta, a vítima, segundo a investigação, ainda foi amarrada e enterrada de cabeça pra baixo, em um matagal no bairro Wilson Ribeiro. “A brutalidade impressa pelo agressor, mostra que Marrilson não tem nenhum respeito pela vida humana”, disse Vinhadelli.

Na casa do investigado, localizada no Conjunto Aroeira, a polícia apreendeu um revólver calibre 38, 23 munições, sendo uma delas calibre 9mm, um simulacro de pistola, dinheiro, aparelhos eletrônicos e um facão.

Na quinta-feira, 18, a polícia prendeu Jadelson Jhonson de Silva e Matos, portando dinheiro e cerca de 15 porções de cocaína em uma meia. Também foi preso Thiago Leite da Silva, 22,  com a posse de cocaína pura e maconha.

“O resultado da operação é positivo. Tiramos de circulação pessoas nocivas, armas e drogas. Isso mostra que estamos no caminho certo, às ações articuladas pela Segurança Pública permitiram que reduzíssemos em 400% os crimes contra a vida na área do Calafate, em um ano, ou seja, foram 8 homicídios em 2014 contra 2 em 2015”, disse o major Messias, comandante do 4ª Batalhão da Polícia Militar.

Anúncios

Cotidiano

Quem não votou no 1º turno, não tem impedimento para votar neste domingo, 27

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

Rio Branco, única cidade do Acre que vai ter segundo turno nas eleições 2020, teve no dia 15 de novembro, data da primeiro turno, mais de 27% de abstenção. Praticamente 70 mil eleitores deixaram de comparecer as urnas, afirma a justiça eleitoral.

Neste segundo turno, que acontece neste domingo, 27, surge a dúvida: quem não votou no primeiro turno, pode votar agora?. A resposta, de acordo de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é, sim.

Cada turno é tratado como uma eleição independente pela Justiça Eleitoral, portanto quem não votou no dia 15 de novembro, mesmo que ainda não tenha justificado a ausência ao órgão, poderá votar no próximo dia 29. Apenas cidadãos com o título cancelado por alguma irregularidade eleitoral, como por exemplo, não votar, nem justificar a ausência por três turnos seguidos, terão o documento cancelado.

O índice de abstenção no pleito municipal é o maior desde 1996, ano em que as urnas eletrônicas começaram a ser utilizadas. Ainda assim, durante pronunciamento feito após o balaço, para o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, a desistência da votação foi pequena.

“No último domingo, 15 de novembro, 113 milhões de pessoas compareceram às urnas em um nível de abstenção relativamente baixo para um pleito realizado no meio de uma pandemia. E com observância geral das regras de segurança e com os resultados divulgados no mesmo dia das eleições”, defendeu.

Para o analista político, Matheus Albuquerque, não é somente a pandemia que desestimulou alguns eleitores a comparecerem à votação.

“Para além da justificativa pelo e-Título e a razão da pandemia, também temos um fator fundamental que é o processo de descrença do eleitorado sobre os processos eleitorais. Quando os eleitores começam a conceder seus votos para determinados políticos e eles não atendem as agendas que para eles são importantes o processo de descrença sobe. Obviamente as eleições de 2020 têm um cenário diferente. A pandemia aumentou o cenário de abstenção”, ponderou.

Justificativas e multas

Quem não votou no primeiro turno das eleições 2020 precisa justificar em até 60 dias após o pleito, ou seja, até o dia 14 de janeiro. Quem também deixar de votar no segundo turno deve justificar a ausência na segunda ocasião separadamente e entregá-la até dia 28 de janeiro.

Quem não votar e não justificar a ausência, além de pagar uma multa de R$ 3,51 ficará impedido de retirar documentos, como passaporte e RG, receber salário por serviços prestados ao setor público, pedir empréstimo a bancos oficiais, entre outros.

A regra do TSE também implica que quem não votar por três eleições seguidas terá o título de eleitor cassado. No entanto, nesta eleição quem estiver nessa situação ainda está liberado, isso porque o TSE precisa fazer a atualização do cadastro eleitoral antes de cancelar os documentos. A ação está prevista para acontecer apenas em maio de 2021.

e-Título

O eleitor tem até o sábado (28), um dia antes do pleito de segundo turno para baixar o aplicativo da Justiça Eleitoral, o e-Título que possibilita a substituição do título eleitoral. O download do documento digital é gratuito e oferece as funções para acessar o local de votação, consultar a situação do eleitor, identificar o cidadão na seção (se houver biometria) e justificar a ausência.

A habilitação das funcionalidades da plataforma estará disponível para download até às 23h59 deste sábado e será suspensa no domingo. A medida visa garantir que o usuário que precisa do serviço no dia da eleição tenha uma melhor experiência, sem congestionamentos na loja de aplicativos.

Atualmente, cerca de 16 milhões de eleitores (mais de 10% do eleitorado) estão cadastrados no e-Título. No primeiro turno das Eleições Municipais de 2020, mais de 2,2 milhões de pessoas justificaram ausência por meio da ferramenta. O Sudeste foi a região onde o App foi mais utilizado: mais de 7,5 milhões de pessoas usaram o aplicativo.

Continuar lendo

Cotidiano

TSE alerta para que eleitores mantenham medidas de prevenção à Covid-19

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas 

No próximo domingo (29), ocorre o segundo turno das eleições municipais deste ano. Eleitores de 57 municípios brasileiros, incluindo Rio Branco, capital do Acre, irão se dirigir às urnas para escolherem os seus candidatos à prefeito. No momento em que diversas localidades do País veem o número de casos do novo coronavírus crescerem, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reforça as medidas de segurança sanitária que devem ser seguidas por mesários e eleitores no dia do pleito.

O TSE ressalta que o uso de máscara é obrigatório no momento da votação e que haverá a distribuição de álcool em gel em todas as seções eleitorais. A corte também recomenda que os eleitores levem uma caneta para a assinatura do caderno de votação para que seja evitado o compartilhamento de objetos.

Para Jonas Brant, epidemiologista e professor do curso de Saúde Coletiva na Universidade de Brasília (UnB), “a população se comportou muito bem e se organizou para ir às urnas no primeiro turno”. Contudo, segundo ele, não é momento para relaxar quanto aos cuidados de contenção à Covid-19.

“É importante que as regras de biossegurança no segundo turno sejam mantidas com o prosseguimento do uso de máscaras, do distanciamento social, uso do álcool em gel e que seja evitado o contato com superfícies o máximo possível.”

Proibições

O tribunal frisa o que é proibido no dia da votação e é considerado crime eleitoral. Entre outras proibições, os eleitores não podem usar o aparelho celular, máquina fotográfica ou filmadora dentro da cabine de votação.

Cabos eleitorais e ativistas políticos também estão expressamente proibidos de fazerem boca de urna no dia da eleição. O crime consiste em promover e pedir votos a determinados candidatos no dia do pleito. Eleitores que cometem a contravenção podem ficar presos por até um ano ou pagar multa que chega a até R$ 15 mil.

Entretanto, eleitores podem, no dia da eleição, usar broches, adesivos, bonés e bandeiras de determinado candidato.

É importante ressaltar que os mesários não podem portar objetos ou usar roupas que remetem a partidos políticos os candidatos nas seções eleitorais. Os cidadãos podem fazer denúncias de irregularidades e crimes eleitorais por meio do aplicativo Pardal, criado pela Justiça Eleitoral, ou encaminhá-las diretamente ao Ministério Público.

Para mais informações sobre o segundo turno das eleições, acesse www.tse.jus.br. 

Continuar lendo

Cotidiano

“Eu compreendo o Bocalom, também já fugi de enfrentar a dona Socorro”, diz filho de Neri

Publicado

em

A desistência do candidato Tião Bocalom que disputa no 2º turno a cadeira de prefeito contra a atual Socorro Neri (PSB) rendeu críticas nas redes sociais nesta quinta-feira (26).

O filho de Socorro Neri, o advogado André Neri, tirou brincadeira com a situação e destacou que entende Bocalom, já que ele também teve medo de enfrentar a mãe.

“Eu compreendo o Bocalom…também já fugi de enfrentar a Dona Socorro kkkkkk”, afirmou.

O argumento dado por Bocalom é que a direção da emissora havia sido notificada há 5 dias de que não se faria presente, por ter outra programação de campanha agendada para o horário.

Na nova pesquisa do IBOPE, Tião Bocalom (PP) aparece com 61% contra 32% da prefeita Socorro Neri (PSB).

Continuar lendo

Cotidiano

Sine oferece 23 vagas de emprego para Rio Branco nesta sexta-feira (27)

Publicado

em

Nesta sexta-feira (27) o Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine) está disponibilizando 23 vagas de emprego em diversas áreas para a capital Rio Branco. Os candidatos podem verificar se a vaga ainda está disponível através do telefone 0800 647 8182 ou 68 3224-5094.

Para se candidatar a uma das vagas, é necessário estar com o cadastro no Sine atualizado. Lembrando que, os interessados devem entrar no portal Emprega Brasil, do Ministério do Trabalho, através do link https://empregabrasil.mte.gov.br/ e clicar em cadastrar. Lá você cria sua conta e consegue acessar todos os serviços digitais do governo, inclusive o Sine.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas