Conecte-se agora

Transmissão do Carnaval é antijornalística

Publicado

em

Cada fim de desfile, a Globo levava para o seu estúdio na Sapucaí as principais atrações da escola e passava a entrevistá-las. E deixava de transmitir o principal: a entrada da outra escola no Sambódromo.

O ingresso de uma escola na avenida é o acontecimento mais emblemático do Carnaval. É o momento de maior tensão e emoção dos foliões comuns, que ansiaram o ano inteiro em estar ali.

Não há alguém que tenha desfilado em uma escola de samba, que não diga ser um dos ápices daquele evento participar dos minutos antecedentes ou iniciais do desfile.

O grito de exaltação da escola antes da entrada na avenida é uma mensagem, saudação e agradecimento àqueles que deram seu esforço para levar a agremiação ao seu instante máximo. Choro e alegria se misturam em meio às lembranças das dificuldades vividas em mais um ano de trabalho – esqueçam os destaques globais.

Porém, esse estágio foi ignorado solenemente pela TV Globo nas transmissões, que centrou em seu lugar entrevistas de dentro de seu estúdio, com carnavalescos, porta-bandeiras, mestres-salas, mestres de bateria da escola que acabara de desfilar – eles têm seu valor, merecem ser lembrados, mas a diminuta cobertura da concentração tira a possibilidade de mostrar ao público um pouco mais de realismo do carnaval, em meio ao mundo da fantasia ali apresentado.

É a priorização do espetáculo e o fim da centelha jornalística que esse tipo de transmissão poderia ter. Quem não se lembra de nervosos e emocionados compositores, passistas, ritmistas, empurradores de carros alegóricos, antes de a escola tomar o rumo da avenida? Esse é o fato, o clima, a notícia maior.

Mas o máximo que fizeram foi uma transmissão atrasada de quando os puxadores da escola começavam a cantar o samba-enredo. E antes?

Tem o aquecimento, as palavras de ordem, a emoção da rainha da bateria (sim, aquele que nasceu no bairro da sede da escola), os foliões que compraram um dos ingressos mais baratos do Sambódromo, no setor da concentração – na verdade, eles são, em boa parte, membros de comunidades que não puderam pisar na avenida.

Não vale uma entrevista ali outra acolá na concentração para justificar a presença. Aquele momento poderia ter sido muito mais explorado.

Sem isso, o telespectador tem a impressão de estar assistindo novela. Mas o carnaval é real. Queiram ou não, transmiti-lo é fazer jornalismo – e não forjá-lo.

Propaganda

Cotidiano

Federação e clubes definem tabela do segundo turno do Campeonato Acreano 2019

Publicado

em

FOTO: MANOEL FAÇANHA

Na próxima quinta-feira, 21, na Arena da Floresta, às 19 horas, Galvez e Atlético Acreano entram em campo em busca do título do primeiro turno do Campeonato Acreano 2019. Como não há vantagens e a decisão é em jogo único, terminando empatada a partida, a decisão vai para os pênaltis.

E o torcedor não vai ter nem tempo de perder o campeonato de vista. No sábado, já começa o segundo turno da competição com a realização de dois jogos no Florestão. Um dia depois, já acontece, na Arena da Floresta, o fechamento da primeira rodada.

Após a rodada inicial, a tabela do campeonato apresenta novidades nesse segundo turno. Para cumprir com o calendário e liberar os represantes acreanos para as competições nacionais em tempo hábil, acontecerão três rodadas ao longo da semana. A final do segundo turno está marcada para o dia 16 de abril.

Uma outra novidade na tabela são os dias da decisão do campeonato. Para fugir da concorrência do futebol na televisão, as finais do Campeonato Acreano 2019 serão disputadas nos dias 19 e 22 de abril, uma sexta e uma segunda-feira, respectivamente.

Confira a tabela:

FOTO DA TABELA: DUAINE RODRIGUES

Continuar lendo

Cotidiano

Atlético e Galvez vão fazer a final do 1° turno do Campeonato Acreano 2019

Publicado

em

FOTO: MANOEL FAÇANHA

Depois do Atlético Acreano ter conseguido a vaga para final, Galvez e Plácido de Castro entraram em campo na Arena da Floresta em busca do outro lugar na decisão.

Em um primeiro tempo bastante disputado, a emoção ficou para o final. Em dois minutos, aos 45 e aos 46, Ciel e Adriano marcaram e o Imperador foi para o intervalo vencendo por 2 a 0.

Na segunda etapa, Plácido de Castro correu atrás do prejuízo e diminuiu, aos sete minutos, com Ismael em cobrança de pênalti. Leandro, aos 22, deixou tudo igual.

Só que três minutos depois, Adriano fez o segundo dele e deu números finais à partida. Vitória e classificação do Imperador.

A final do primeiro turno do Campeonato Acreano 2019 acontece na próxima quinta-feira, às 19 horas, na Arena da Floresta entre Atlético Acreano e Galvez.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.