Conecte-se agora

Destroços aparecem no mar, mas vítimas ainda estão desaparecidas

Publicado

em

O empresário Robson Duarte, 46 anos, e o piloto Marlon Neves continuam desaparecidos, após a queda do monomotor ocorrido na madrugada desta segunda-feira, 1º de fevereiro. O avião teria perdido o controle com o radar do Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis (Santa Catarina) três minutos depois da decolagem. Eles tinham como destino a cidade de Ji-Paraná, em Rondônia.

Segundo a assessoria de comunicação da Aeronáutica, o Corpo de Bombeiros deu início às buscas e no final da manhã desta segunda (01) localizaram manchas de óleo e destroços da aeronave em alto mar, mas até o momento nenhum sinal das vítimas.

As equipes de busca seguem procurando o piloto e o passageiro, empresário de Rondônia. Na manhã desta terça-feira, 02, as buscas recomeçam com equipes de mergulho e de voo.

A assessoria ressaltou que ainda é cedo para levantar hipóteses sobre os fatores que contribuíram para o acidente, mas informou que a investigação das causas do acidente ficará a cargo do Quinto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA V), sediado em Canoas (RS), que já realiza o levantamento de dados (documentação, meteorologia, plano de voo, inspeções, e outros). Tão logo parte dos dos destroços seja localizada, a Força Aérea Brasileira enviará uma equipe de investigadores até Florianópolis para a coleta de indícios, que irão ajudar a elucidar as possíveis causas do acidente.

17917617 17917919 17917930 17917933 17917942 17917948

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas