Conecte-se agora

PC do B vai lutar muito para manter candidato a vice em Rio Branco

Publicado

em

comunista_01Conversei com o deputado estadual Jenilson Leite (PC do B), no momento, o principal articulador político do partido. Afinal, Jenilson também é o único com mandato eletivo de representação estadual entre os comunistas. Ele me falou sobre a questão do PC do B manter o candidato a vice na chapa de Marcus Alexandre (PT). “Acho justo que os partidos da FPA debatam a formação da chapa majoritária na Capital. Mas a nossa tese é que se o trabalho do prefeito deu certo a participação do atual vice Márcio Batista (PC do B) também deu certo. Não é hora de brigas e nem de divergência até mesmo pelo quadro da política nacional. A FPA precisa fortalecer as alianças com os seus mais diferentes partidos. Não é momento de afunilamento, mas de avançar na democratização interna com os partidos da FPA. Um candidato que inverter essa lógica correrá sérios riscos de se expor para a opinião pública,” afirmou o parlamentar do PC do B.

Oxigenação do PC do B

Jenilson fala com orgulho que o partido conseguiu mais de 1.500 novas filiações recentes. Também garante que a legenda terá uma chapa de vereadores muito competitiva na Capital. Inclusive, com três médicos que entrarão na disputa.

Martelo batido

Sobre a sua terra, Tarauacá, Jenilson garante que o atual prefeito Rodrigo Damasceno (PT) será candidato à reeleição com um vice do PC do B. Não concorda com as “boatarias” de que Rodrigo não estaria querendo entrar na disputa.

A crise das prefeituras

Quanto a uma possível “impopularidade” do atual gestor de Tarauacá, Jenilson, justifica: “A crise econômica do país afetou todas as prefeituras. Sem falar que o município passou por 14 alagações. Não tem prefeito na história de Tarauacá que fez tantos investimentos e realizações como o Rodrigo. Ele enxugou a máquina administrativa para viabilizar a gestão e isso sempre traz algum desgaste. Mas na hora certa a população vai saber reconhecer o seu trabalho,” afirmou.

Novos nomes

O deputado comunista aposta em alguns candidatos a prefeito do partido. “Em Assis Brasil o empresário Jesus Pilique conseguiu construir uma chapa forte de vereadores e deve unir a FPA. Em Mâncio Lima, o atual vice-prefeito Ériton Maia será candidato mesmo que saia um nome do PT,” garantiu.

A novela da FPA em Cruzeiro

Parece que bateram o martelo extraoficialmente da candidatura do contador Rômulo Grandidier (PSB) à prefeitura de Cruzeiro do Sul. A informação já tinha sido dada pela coluna em primeira mão. Mesmo que vários outros nomes da FPA também estavam ao nível de especulação.

Manda quem pode

A decisão para a candidatura de Rômulo parece ter sido tomada durante visita do governador Tião Viana (PT) a Cruzeiro do Sul. Evidentemente que o nome deve ter sido proposto pelo deputado federal César Messias (PSB) que é quem deve coordenar a campanha em Cruzeiro do Sul.

Ninguém tem certeza

Uma das minhas fontes da FPA em Cruzeiro do Sul, no entanto, afirmou que nada é oficial ainda. Mas existem fortes sintomas de que essa decisão esteja no mínimo amadurecida. Outro nome que era especulado do PSB, Gelmires.

A disputa em Xapuri

A FPA poderá optar também pelo candidato do PSB em Xapuri. O ex-vereador Erivelton Soares, um professor de 35 anos e com três mandatos de vereador poderá ser a bola da vez. A outra opção da FPA seria o ex-prefeito Bira Vasconcelos (PT).

O novo de Xapuri

Segundo as minhas fontes o governador Tião Viana (PT) não estaria muito simpático ao candidato do seu partido. Ele quer alguém “novo” para disputar a prefeitura de um município que é muito emblemático para o PT. Mas optaria pelo candidato do PSB.

Rodízio

Xapuri tem protagonizado um verdadeiro rodízio entre prefeitos da FPA e da oposição. Tanto o atual Marcinho Miranda (PSDB) quanto o anterior Bira Vasconcelos (PT) sofreram o desgaste natural de administrarem prefeituras “quebradas”.

Poderia ser se…

Uma fonte do PSB me disse que o partido poderá indicar o ex-presidente da Câmara de Rio Branco, Professor Roger (PSB), para vice de Marcus Alexandre. Na minha opinião, isso não deve acontecer. A gestão de Roger na Câmara deixou muitas dúvidas no ar. Se não fosse assim teria até lógica.

Seria melhor se…

Na minha avaliação Marcelo Jucá (PSB) é um ótimo vereador na Capital. Sindicalista e antenado com as causas populares. Mas muito independente para integrar uma chapa majoritária da FPA. Portanto, bola fora do jogo.

Movimento no recesso

Estive na sexta, 22, em pleno recesso na ALEAC. Vários deputados estavam por lá em atividade. Parecia quase um dia normal de sessão. Com a eleição em 2016 as sessões devem ser bem quentes na volta do recesso. Isso relativo as eleições tanto na Capital quanto no interior.

Situação de água parada

O país parece estar imobilizado. A presidente Dilma (PT) esqueceu de governar. O dólar disparado, desemprego em alta, baixa produtividade e falta de perspectiva. Para complicar ainda mais uma grave crise política. Dilma vai acabar caindo, não por conta de um impeachment que prove alguma culpa dela nesses “rolos” da Petrobras, mas por falta de ação. O povo brasileiro suportar mais três anos dessa imobilização parece complicado. Esses dias um taxista me contava espantado que 100 reais valia apenas 80 soles peruanos. O Brasil está com cara de “quebrado”. Insatisfação em todos os setores e o PT lutando só para se manter no poder. Ao invés disso deveria tomar decisões e iniciativas que minimizem a crise. Aí sim poderia bater no peito e dizer que ganhou a eleição e merece governar. Sou totalmente contra qualquer golpe à democracia. Mas é preciso que essa turma que está no Governo trabalhe e dê esperanças à população. Senão…

 

 

 

 

Propaganda

Coluna do Nelson

MDB e PDSB devem travar uma “briga” intensa por secretário da ALEAC

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Depois de 20 anos, prefeitura de Cruzeiro terá a parceria do Governo

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.