Conecte-se agora

FPA especula sobre mais um nome para a prefeitura de Cruzeiro

Publicado

em

A falta de um candidato da FPA para disputar a prefeitura de Cruzeiro do Sul tem gerado uma série de boatarias. A cada dia se fala em novos nomes. A bola da vez mais recente foi do Dr. Marcos Melo, diretor técnico do Hospital Regional do Juruá. De fato ele está a frente do principal hospital da região desde o governo de Binho Marques (PT), um tempo longo para um cargo tão espinhoso. Portanto, conhece de gestão e acho natural seu nome entrar em especulação. Além disso, tem uma amizade antiga e muito próxima ao deputado federal César Messias (PSB), o maior líder da FPA no Juruá. Mas conversei por telefone com o Dr. Marcos sobre a possibilidade de ser o candidato e a primeira reação dele foi a seguinte: “Se eu vou ser o candidato esqueceram de me avisar,” disse ele ironicamente. O diretor do hospital garantiu que César nunca falou com ele sobre isso e que seu foco é a saúde pública. Lembrou que de fato existe a necessidade da saúde municipal se harmonizar mais com a estadual, mas nem de longe pensou em ser candidato a prefeito. “Considero isso uma verdadeira brincadeira e nunca fui procurado por ninguém da FPA,” garantiu.

As fontes diversas
Me dei ao trabalho de checar a informação por ter me chegado por três fontes diferentes ligadas à FPA. Mas desde o princípio sabia que não passava de boataria. Dr. Marcos nunca teve filiação partidária e nem manifestou vontade de entrar para a política.

Batendo o desespero
Se realmente não há possibilidade de César Messias assumir a candidatura, a FPA está na água em relação a Cruzeiro do Sul. Candidatos a prefeito não dão em árvores. E disputar o segundo maior município do Acre com um nome improvisado acho uma temeridade.

Temporada aberta de boatos
Desde que o candidato do prefeito Vagner Sales (PMDB), ex-deputado federal Ilderlei Cordeiro, se filiou no PMDB os adversários sempre mantiveram a tese de que levaria uma “rasteira”. Não acredito nessa possibilidade. Mesmo porque Vagner não tem outro nome disponível. A chapa será mesmo Ilderlei e Zequinha Lima (PP).

Estabelecido na terrinha
Encontrei no Aeroporto de Rio Branco com Rosangela, esposa do ex-deputado federal Henrique Afonso (PSDB). Ela me contou que Henrique já se estabeleceu em Cruzeiro do Sul. Está em plena pré-campanha pela prefeitura. A disputa principal será mesmo entre ele e Ilderlei. Não vejo possibilidades de surpresas.

Desperdício
Sempre considerei o deputado federal Sibá Machado (PT) um bom político. No Senado, como suplente de Marina Silva (Rede), realizou um ótimo trabalho que pude acompanhar. Mas depois que virou líder do PT na Câmara Federal parece ter sido picado por algum inseto da insensatez. Essa paranoia com a CIA articulando um golpe no Brasil se tornou piada nacional.

Liso como quiabo
A entrevista do senador Jorge Viana (PT) ao AC24horas mostrou mais uma vez aquilo que todo mundo sabe. JV é um político tarimbado que sabe trilhar seus caminhos mesmo em momentos de crise. Ele e o deputado federal Flaviano Melo (PMDB) ainda são os dois políticos em atividade com maior prestígio popular no Acre.

A lógica
Jorge Viana e Flaviano Melo fizeram governos no Estado marcantes. Conseguiram inserir o Acre no mapa político brasileiro. Vão usufruir desse prestígio ainda por muito tempo. Vai demorar para surgirem novas lideranças com tanto peso.

A campanha de 2016 já começou
Os dois principais candidatos à prefeitura de Rio Branco, Marcos Alexandre (PT) e Eliane Sinhasique (PMDB), não estão dormindo. Pelas redes sociais tenho acompanhado o movimento dos dois. Estão efetivamente em pré-campanha.

Seguro morreu de velho
Já diz o ditado popular: “quem dormir o cachimbo cai”. Marcos e Sinhasique sabem que a pré-campanha é essencial para um bom desempenho eleitoral. Ainda mais que a eleição de 2016 será de tiro curto, ou seja, pouco tempo de campanha.

A saber
Marcos terá o apoio do PT nacional e Sinhasique do PMDB. O quadro político brasileiro poderá influenciar na disputa municipal. Os dois partidos se engalfinham em Brasília para saber quem fica com a “caneta” do Planalto.

Minha percepção
Viajei por alguns dias pelo Sudeste e conversei com muita gente ligada à política. As pessoas realmente inocentam a presidente Dilma (PT) pelos “rolos” da Lava-Jato. Mas condenam veementemente o PT. O descontentamento com a política brasileira é geral.

Corrida da corrupção
PSDB e PT disputam para saber quem está mais “enrolado”. É óbvio que esse esquema de campanhas eleitorais milionárias não começou com a ascensão do PT ao poder. Como disse o ministro Jaques Vagner o problema do PT foi que “quem nunca comeu melado quando come se lambuza”.

Eleição municipal com cara de nacional
As eleições de 2016 serão um marco na história da República do Brasil. Na realidade os eleitores não vão votar apenas em prefeitos e vereadores. Irão fazer uma opção ideológica entre o PT e os partidos de oposição. O recado das urnas terá um alcance muito maior do que se imagina.

Acreano e ponto final
Essa polêmica em torno do uso de “acreano” ou “acriano” me parece sem sentido. Mesma coisa que o horário do Acre. Não adianta mudar que o povo não aceita. Quem nasce no Acre é “acreano” e ponto final. Se mudarem oficialmente o efeito será mínimo. As pessoas continuarão a usar o “acreano”.

Atenção autoridades
Esses dias desembarquei no Aeroporto de Rio Branco e vi um verdadeiro “caos”. Um enorme engarrafamento de carros em frente ao terminal de passageiros. Procurei, mas não vi nenhum guarda de trânsito. Será que não podem escalar alguém para organizar o trânsito no Aeroporto pelo menos nos horários de pico?

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas