Conecte-se agora

Corinthians é o que restou do futebol brasileiro

Publicado

em

É difícil dizer que o provável campeão brasileiro de 2015 tem um timaço. Nem tampouco que ele é ruim. Mas é o que existe de melhor no futebol brasileiro hoje.

O País resistiu por três anos ao estilo Tite. Ele, que dirigiu o Corinthians no seu último título brasileiro (acabando no ano seguinte campeão da Libertadores e do Mundial), impôs de vez um modelo vencedor de jogar bola no País.

Não é aquele bonito de outrora. Convenhamos que este Campeonato Brasileiro foi também escasso de boas surpresas. Talvez o Santos se salve na lista.

Quem tem Gil, Edílson, Felipe, Ralf e Jadson, não se pode definir como uma equipe brilhante. Eficiente, sim.

O futebol brasileiro parece modernizado nas mãos de Tite, mas mostra que abandonou de vez o futebol arte. São raros os lampejos.

É o novo futebol (no País) de muita marcação, ocupação de espaço, disciplinado taticamente e essencialmente coletivo. Já se faz isso há muito tempo na Europa, diga-se de passagem.

Mas aqui foi novidade de forma efetiva (e de resultados) nas mãos de Tite. Por certo, técnicos devem estar se debruçando sobre a fórmula de sucesso do comandante do Corinthians – aquilo que era dúvida há três anos, tornou-se real no Brasil.

É melhor realizar o proposto pelo Tite do que tentar fazer o time jogar em torno de dois, três craques, como de costume – até por que isso anda escasso por aqui.

Os “craques” que o próprio Corinthians contratou nos últimos tempos (Pato, Renato Augusto e Vagner Love, mais especificamente) mostram que não se dá muito para contar com isso – é melhor enquadrá-los ao modelo onde todo mundo defende e todo mundo ataca ao mesmo tempo.

Fora de campo, o Corinthians tem pendengas financeiras bastante vistosas. A ressaca do título será, com certeza, maior do que a de 2011. Nessa toada, é possível que a debandada de jogadores aconteça antes do esperado.

A dívida parece igual em relação àquele período (alta, claro), mas há passivos quase insolúveis em relação ao seu estádio e a jogadores contratados a peso de ouro (como Pato, emprestado ao São Paulo até o final do ano).

Com a crise na espreita e provável revisão de receitas, só mesmo o peso da camisa poderá manter atletas para atuar na Libertadores do ano que vem e, quem sabe, no Mundial no final de 2016.

Neste aspecto (financeiro), o problema do Corinthians é muito igual a vários outros clubes. Mas sobrevive desse jeito em campo, no formato Tite, para alegria de seus torcedores e apaixonados pelo esporte.

Não é ruim, mas também não é ótimo. É simplesmente o que existe hoje de melhor no futebol brasileiro.

Propaganda

Cotidiano

Federação e clubes definem tabela do segundo turno do Campeonato Acreano 2019

Publicado

em

FOTO: MANOEL FAÇANHA

Na próxima quinta-feira, 21, na Arena da Floresta, às 19 horas, Galvez e Atlético Acreano entram em campo em busca do título do primeiro turno do Campeonato Acreano 2019. Como não há vantagens e a decisão é em jogo único, terminando empatada a partida, a decisão vai para os pênaltis.

E o torcedor não vai ter nem tempo de perder o campeonato de vista. No sábado, já começa o segundo turno da competição com a realização de dois jogos no Florestão. Um dia depois, já acontece, na Arena da Floresta, o fechamento da primeira rodada.

Após a rodada inicial, a tabela do campeonato apresenta novidades nesse segundo turno. Para cumprir com o calendário e liberar os represantes acreanos para as competições nacionais em tempo hábil, acontecerão três rodadas ao longo da semana. A final do segundo turno está marcada para o dia 16 de abril.

Uma outra novidade na tabela são os dias da decisão do campeonato. Para fugir da concorrência do futebol na televisão, as finais do Campeonato Acreano 2019 serão disputadas nos dias 19 e 22 de abril, uma sexta e uma segunda-feira, respectivamente.

Confira a tabela:

FOTO DA TABELA: DUAINE RODRIGUES

Continuar lendo

Cotidiano

Atlético e Galvez vão fazer a final do 1° turno do Campeonato Acreano 2019

Publicado

em

FOTO: MANOEL FAÇANHA

Depois do Atlético Acreano ter conseguido a vaga para final, Galvez e Plácido de Castro entraram em campo na Arena da Floresta em busca do outro lugar na decisão.

Em um primeiro tempo bastante disputado, a emoção ficou para o final. Em dois minutos, aos 45 e aos 46, Ciel e Adriano marcaram e o Imperador foi para o intervalo vencendo por 2 a 0.

Na segunda etapa, Plácido de Castro correu atrás do prejuízo e diminuiu, aos sete minutos, com Ismael em cobrança de pênalti. Leandro, aos 22, deixou tudo igual.

Só que três minutos depois, Adriano fez o segundo dele e deu números finais à partida. Vitória e classificação do Imperador.

A final do primeiro turno do Campeonato Acreano 2019 acontece na próxima quinta-feira, às 19 horas, na Arena da Floresta entre Atlético Acreano e Galvez.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.