Conecte-se agora

Pedido de CPI da BR-364 é apresentado na Aleac

Publicado

em

As condições precárias da BR-364 no trecho entre Sena Madureira e Cruzeiro do Sul, continuam suscitando debates políticos na Aleac. Um requerimento pedindo a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar os gastos com as obras da estrada foi apresentado pelo deputado Luiz Gonzaga (PSDB), na manhã desta quarta-feira (13), no plenário da Casa.

O Tucano justifica o pedido, com os valores que foram investidos nos últimos 17 anos, na construção de 420 quilômetros da BR. “Foi gasto mais de um R$ 1,5 bilhão. Cadê a estrada? Estão gastando quatro horas entre Feijó e Tarauacá. A estrada está funcionando, mas funcionando precariamente. O diretor do DNIT está pedindo para os condutores evitarem trafegar na BR”, diz Gonzaga.

Segundo o parlamentar, “empresários foram incentivados pelo governo a comprar carretas, mas hoje estão reclamando porque fizeram investimento e não têm condições de trafegar e transportar seu produtos. O próprio DNIT disse que há uma necessidade de recuperar a estrutura física da estrada. Isso quer dizer que a estrutura foi mal feita. Não adiante dizer que é problema de solo”.

Para instalar a CPI, o líder tucano precisa de oito assinaturas. Em tese, a oposição tem nove deputados, mas alguns oposicionistas já manifestaram vontade de abandonar o barco. “O trecho mais difícil, que é o da Variante está funcionando.

“Não existe dificuldade para engenharia, mas tem que ter vontade política de fazer bem feito, o que não é o caso que estamos observando”, finaliza Gonzaga.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas