Conecte-se agora

No Acre, Oficiais de Justiça paralisam atividades em homenagem à colega assassinado

Publicado

em

servidores tjs2

Os Oficiais de Justiça do Estado, União e do Trabalho, no Acre, aderiram à mobilização nacional da classe, que previa a paralisação das atividades funcionais. A concentração dos profissionais ocorreu em frente ao Fórum Barão do Rio Branco, no Centro da capital acreana, na manhã desta terça-feira, 18.

A paralisação é um ato de solidariedade e repúdio ao assassinato do oficial de justiça Francisco Pereira Ladislau Neto, de 25 anos, que foi assassinado durante o trabalho, no Estado do Rio de Janeiro. O crime foi amplamente divulgado pela imprensa nacional.

Os servidores de ambas as esferas exigem a adoção das medidas urgentes e necessárias, para que os funcionários do Judiciário tenham condições mínimas de segurança no exercício de seu trabalho. Além disso, os Oficiais reclamam por não terem direito ao porte de arma de fogo, nem tampouco recebem equipamentos de proteção dos Tribunais.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccionado do Acre, esteve no local, conversou com os profissionais e afirmou ser favorável às exigências dos servidores.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas