Conecte-se agora

No Acre, candidata que teve votos zerados chora e diz que foi humilhada publicamente

Publicado

em

preta_01“Minha autoestima está 300 metros abaixo do chão”, disse Maria Zulmira da Silva, a Maria Preta (PSB), como é popularmente conhecida, após sofrer chacota de populares por, supostamente, não ter obtido um voto sequer para o cargo de deputado estadual computado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Acre, no 1º turno das Eleições 2014.

Maria Preta conta que logo após o encerramento da votação ocorrida no último domingo, 05 de outubro, seguiu para o estacionamento do Arena da Floresta, na companhia de amigos, de onde pretendia acompanhar a apuração dos votos, mas acabou saindo de lá humilhada após sofrer ‘chacota’ de populares diante da contagem de 0, 0 % dos votos.

Chorando muito e extremamente desanimada, Maria Preta relata que somente no dia seguinte foi informada pela direção do partido que a ausência de votos era efeito de um processo que tramita no Tribunal Superior Eleitoral, referente a irregularidades na prestação de contas de uma campanha ocorrida em 2010.

Em entrevista ao ac24horas, Maria afirma que até o momento não teve acesso ao número de votos recebidos. “Fiz minha campanha direitinho, rodei todos os bairros de Rio Branco pedindo voto, visitei amigos e uma certeza eu tenho: eu votei em mim! Estou muito triste porque fui humilhada publicamente. Muita gente veio me procurar, outras ligaram afirmando que votaram e mim e perguntando o que havia acontecido e, eu não sabia o que falar, somente chorava e me sentido humilhada”, disse chorando.

Em contato com a Assessoria de Comunicação do TRE, a reportagem foi informada que dos candidatos na mesma situação, Maria Preta e outro candidato teve a contagem de votos zerada por indeferimento em agravo de recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Outros quatro candidatos zeraram por terem renunciado a candidatura. Em nota, o órgão informou ainda que não será possível fornecer a contagem de votos da candidata Maria Preta, pois os votos permanecerão em oculto até que seja julgado o processo pela Corte superior, em Brasília.

preta_02

Quem é Maria Preta?

Maria Zumira da Silva, 57 anos, natural de Cacoal (Piauí) chegou ao Acre em 1982. Formada em técnica contábil, ela conta que nunca atuou na área devido ao preconceito racial. “Sempre batalhei por um emprego na minha área de formação, mas após inúmeras entrevistas eu acabei desistindo. Naquela época ninguém dava emprego para uma negra. O que me restou foi trabalhar de doméstica mesmo!”, conta.

Ela relata que entrou para a política em 1994 e adotou o codinome de Maria Preta em homenagem a uma escrava nascida e criada numa propriedade, que anos depois pertenceu aos avôs de Maria Zumira.

“Quando decidi encarar o desafio da política me disseram que eu deveria adotar um nome, então lembrei da história dessa escrava e disse que me chamaria Maria Preta e o codinome pegou, hoje todos me conhecem por esse nome, que agora faz parte da minha história de vida também”, conta.

Preta_03

Maria Preta prometia varrer a corrupção e dar ‘cabada’ de vassoura em corrupto

Os acreanos com mais de 30 anos devem se recordar de uma mulher negra, que em 1994, marcou a propagando eleitoral no Acre. Em posse de uma vassoura, seu instrumento de trabalho na época, Maria Preta prometia varrer a corrupção e com o cabo da vassoura ameaçava “lascar na cabeça de político corrupto”, foi assim que ela caiu no gosto do povo e mexeu com o orgulho de muitos políticos da época e ganhou reconhecimento no movimento sindical no Acre.

A irreverência de Maria Preta acabou causando ‘ciúmes’ em outros candidatos que concorriam a uma vaga a deputado estadual. A originalidade da candidata lhe rendeu inclusive uma citação em um livreto intitulado: Ir para o Acre, de Gilberto Braga de Melo. Em quatro páginas, o autor relata como foi à inserção da humilde empregada doméstica que se tornou o sucesso da campanha eleitoral de 1994 e conquistou popularidade em toda a capital com o slogan: Maria Preta, Neles!.

Embora já tenha encarado cinco pleitos eleitorais (1994, 1996, 1998, 2010 e 2014), Maria Preta não conseguiu ainda se eleger, mas destaca que a defesa pelo direito dos mais necessitados, pela igualdade racial, pelo fim do preconceito aos negros e da corrupção será defendida até o último dia de sua vida.

“Quero agradecer aos amigos que votaram em mim e outros tantos que se solidarizaram comigo nessa eleição. Aqueles que riram de mim e me humilharam peço que pensem antes de falar e humilhar alguém. Me senti e me sinto ainda muito magoada com o deboche, a chacota e ironias daqueles que sem saber, sem buscar informação correta se deram ao trabalho de humilhar uma pessoa”, desabafou Maria Preta que completa dizendo que ainda não foi eleita nenhuma vez porque em muitos momentos se dedicava a eleger prefeitos e governadores.

Para encerrar, Maria Preta reforça a luta pela igualdade e promete voltar com força total na próxima eleição. “Enquanto eu tiver voz nunca vou me calar! Sempre estarei lutando pela igualdade de oportunidade e de raça, pelos direitos da mulher e pelo fim do preconceito a pessoa negra”, concluiu.

 

Propaganda

Destaque Central 1

Juntos, Sebastião Viana e Marcus Viana lançam Ação de Inverno 2015, que vai chegar aos 212 bairros de Rio Branco em quatro meses

Publicado

em

campanha_03

Para quem tinha dúvida que o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre Viana (PT), seria o candidato ao governo do Acre, em 2018, pode começar a acreditar que ele será a bola da vez na sucessão do governador Sebastião Viana (PT). Demonstrando sua disposição para tonar o seu ungido mais conhecido, Sebastião entrou em campo no segundo dia de 2015, lançando uma arrojada parceria com a prefeitura da capital, na ação de inverno, programa que tem como objetivos a redução dos casos de dengue e a manutenção e conservação da cidade.

Tudo indica que uma das menores preocupações da dupla de gestores é a disputa pela prefeitura de Rio Branco, em 2016. Unidos mais do que nunca, o prefeito Marcus Alexandre Viana e o governador Sebastião Viana, lançaram nesta sexta-feira (2), às 7h da manhã, a Ação de Inverno 2015, que vai alcançar os 212 bairros da capital até o final de abril. O gestor municipal acredita que, “o inverno se enfrenta com trabalho, e este ano, vamos reduzir ainda mais os casos de dengue e manter a cidade em bom estado”, destaca Marcus Viana.

A primeira ação política conjunta de Sebastião e Marcus, no ano que antecede as eleições municipais, terá recolhimento de entulho e lixo, limpeza de córregos, desobstrução de bueiros, manutenção viária e combate à dengue. A operação será iniciada pelos bairros que apresentam maior índice de infestação predial de dengue: Oscar Passos, Seis de Agosto, Preventório e Custódio Freire e o serviço será executado por 600 trabalhadores. São 300 Agentes de Endemias da SEMSA, 180 trabalhadores da SEMSUR e 150 trabalhadores da EMURB.

A ação prevê o uso de 58 máquinas da SEMSUR, 25 equipamentos entre tratores, caminhões e retroescavadeira da EMURB, 50 equipamentos e mais 16 veículos de transporte da SEMSA. Sebastião Viana destaca a importância da população tomar parte na Ação de Inverno, cuidando das residências e quintais e utilizando bem os recursos naturais como a água. “Governo e prefeitura fazem sua parte, mas a população tem que colaborar. Com ações simples como manuseio adequado da água conseguimos manter uma boa qualidade de vida. Temos que nos preocupar com nossos quintais, nosso o lixo, com as tampas de caixa d’água”.

campanha_04

Redução da Dengue

Segundo a equipe da prefeitura, graças a Ação de Inverno e o reforço das ações das secretarias Estadual e Municipal de Saúde, e a parceria com o governo do Estado, somados os resultados de 2013 e 2014 a redução de dengue chega a 60%. Em 2014 foram 30% menos casos. E segundo dados do 4º Levantamento Rápido por Aedes Aegypty – LIRAa, realizado em outubro deste ano, a incidência de focos da dengue foi de 4,23% número que já foi superior a 10%.

Redução também de lixo e entulho

Em 2013, na primeira edição da Ação de Inverno, foram recolhidas 50 mil toneladas de entulhos em todos os 212 bairros da cidade. Em 2014, foram recolhidas 32 mil toneladas e a expectativa é que este ano, a quantidade de lixo e entulho recolhidos de Rio Branco, seja ainda menor. “Essa redução mostra a eficácia do trabalho que vem sendo desenvolvida pela parceria entre a as equipes da SEMSUR, EMURB e o governo do Estado”. O prefeito Marcus Alexandre reforça o apelo para que a população só ponha lixo e entulho para fora do quintal, quando a SEMSUR avisar a data do recolhimento.

Ao final do evento, Sebastião Viana e Marcus Alexandre Viana reuniram seus assessores presentes e fizeram uma foto que se tornou tradicional nas campanhas eleitorais do PT, quando todos dão as mãos e erguem os braços, simbolizando a unidade da Frente Popular do Acre (FPA), coligação responsável pelas sucessivas vitórias petistas nas disputas eleitorais do Acre.

campanha_02

Continuar lendo

Destaque Central 1

Profissionais do Acre falam de 2014 e contam o que esperam para 2015

Publicado

em

Já estamos vivendo o clima de 2015. As coisas ruins devem ser jogadas fora e esquecidas. As boas, vamos manter neste novo ano. Diante disso, ac24horas foi às ruas para saber o que o ano que terminou há poucas horas representou para algumas pessoas. E ao mesmo tempo, saber de suas expectativas para 2015.

Fizemos questionamentos básicos para profissionais das mais diversas atividades, como motorista, advogado, engraxate, enfermeiro, médico… Enfim, os segmentos que fazem a roda girar todos os dias. E surpreendentemente as respostas sobre os resultados do ano velho foram mais positivas do que negativas.

Ao todo ouvimos a opinião de sete profissionais. Juntos eles expõem seus anseios para os próximos 365 e relatam um pouco das coisas boas e ruins de 2014.

1 enfermeira

A enfermeira Tatiana Silva, responsável pelo ambulatório da Pronto Clínica de Rio Branco, contou um pouco de 2014. Meio envergonhada durante a conversa com a reportagem, a profissional de saúde deixou claro que 2014 foi um ano de “excelência, com muita luta e oportunidades de ajudar quem mais precisou”.

Para Tatiana, 2015 será um ano de ainda mais conquistas e vitórias. Ela tem esperança de que o ano que acabara de iniciar terá mais amor, paz e bênçãos. A enfermeira deseja mais sucesso e finaliza afirmando que busca “ajudar mais pessoas e ver mais vezes o espírito da solidariedade na população”, comenta.

1 Beiruth pediatraOutro entrevistado por ac24horas foi o médico pediatra Luiz Carlos Beiruth Borges, proprietário da Pronto Clínica, um dos hospitais privados mais conhecidos de Rio Branco (AC). Para ele, em 2014, houveram várias oportunidades de ajudar outras pessoas. “Todo dia, principalmente para quem trabalha na área de saúde, a gente tem oportunidade de ajudar as pessoas e contribuir para a melhoria”, disse. O especialista lembra que “o médico está diretamente ligado ao problema mais importante das pessoas e por isso, o sentimento é de dever cumprido”.

Ao comentar sobre as expectativas para 2015, ele manda um recado para os médicos e à população acreana. “A gente espera que em 2015 as pessoas possam ter mais saúde, segurança, mais educação, para que tenhamos e possamos proporcionar uma vida melhor aos outros”, finaliza.

1 engraxatePara provar que a verdadeira alegria e o amor estão nos detalhes mais simples, o ac24horas também conversou com um engraxate. Há vários anos trabalhando no Centro de Rio Branco (AC), Francisco Júnior fez questão de falar ao portal mais acessado do estado do Acre. Ele comenta sobre o ano que passou e faz um breve relato sobre quais são as expectativas para o futuro, sobre o novo ano.

“Olha, esse foi um ano de muita prosperidade, saúde, harmonia e amor. Eu espero que no próximo ano Deus possa nos abençoar mais ainda, abençoar o povo do Acre. Quero que tudo venha em dobro em 2015”, afirma.

1 motorista de taxiO site também procurou ouvir os votos dos que trabalham de noite e de dia, e que, mesmo com a virada do ano, não deixarão de trabalhar e, por vezes, abdicam de momentos com a família para servir à população acreana. Jamil Keppeler é um desses exemplos. Ele trabalha as noites e neste 31 não foi diferente.

Questionado se 2014 foi um ano de muitas conquistas, ele nem menos demorou ou pensou duas vezes antes de responder. Conversador que o é, disse que “valeu a pena, sim, porque todos os anos servem de experiência. Vi minhas falhas e não pretendo errar novamente no novo ano”, comenta. Para Jamil, ao falar do trabalho, seria impossível deixar de lado o esforço de seu grupo de trabalho para melhor prestar serviços à população da capital acreana. “A gente tá unido na nossa empresa e sempre disponíveis pra atender nossos clientes”, lembra ao mandar uma mensagem aos colegas de profissão.

“Que em 2015 possamos ser mais prudentes, ter mais atenção no transito e possamos a cada dia que passa, sendo mais bem sucedidos e procuremos nossos ideais, seguindo para frente”, deseja.

1 motorista do busão

Se andar de ônibus como usuário já é tarefa cansativa, imagina para o motorista de um coletivo. Já imaginou? Pois é… O ac24horas foi atrás de um desses personagens e conversou com o José Admar Rocha. Novato na profissão, o motorista nem reclama da função e se diz “feliz” com o que faz. Sobre 2014, o responsável por transportar, diariamente, centenas de pessoas, conta que “tirando a violência e a morte de um colega nosso em serviço, o restante foi bom”, comenta.

Admar fala que espera para 2015 mais “emprego, paz e segurança”, além de destacar a necessidade de mais “moradias e amor ao próximo que são elementos importantes na sociedade”, afirma o motorista de ônibus.

1- servidora<<< A servidora pública do estado, Vânia Nonata de Lima, também conversou com o ac24horas. Sobre 2014, ela conta que foi “um ano de muitas conquistas e vitórias” e que “mesmo com momentos difíceis, a vitória chegou e é assim que o ano acaba: com muitas conquistas, com muitas bênçãos”, comenta.

Para 2015, a secretária escolar conta que espera “ainda mais vitórias, ainda mais bênçãos e oportunidades de termos um estado mais seguro com ainda mais amor e felicidade”, espera a leitora do ac24horas.

1- advogadoO advogado Carlos Vinicius Ribeiro, um dos mais jovens profissionais do Direito no Acre, exercendo a profissão há cerca de três anos, falou que no ano de 2014 o “Poder Judiciário disse a toda a nação brasileira que não existe impunidade perante a lei”, dando como exemplo a Operação Lava-Jato, deflagrada pela Polícia Federa ao combater crimes contra a Petrobrás, a maior empresa estatal do Brasil.

Para 2015, o advogado também é bastante direto e diz que a esperança é por uma ano com “um ano em que o poder seja exercido em nome do seu titular que é o povo”, afirma ao site de maior acesso no Acre.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.