Conecte-se agora

Máquina do setor nefrologia do HC quebra e pacientes fazem protesto em frente a TV Gazeta

Publicado

em

unnamed (5)

Revoltada com o que chamou de descaso com a pessoa humana, a presidente da Associação dos Pacientes Renais Crônicos e Transplantados (APARTAC), Berenice Sales da Silva, entrou em contato com a reportagem do ac24horas para denunciar a interrupção do tratamento de Hemodiálise realizado no Hospital das Clínicas de Rio Branco.

Segundo Berenice Sales, apenas alguns pacientes receberam atendimento no setor de Nefrologia, pois a máquina da Osmose teria queimado no início da tarde desta segunda-feira (29). Ela relatou ainda que servidores informaram que a previsão para resolver o problema poderia demorar até a sexta-feira (3).

LEIA TAMBÉM:
Telhado do setor de nefrologia do HC é coberto de lonas presas a pedaços de madeira
Comida com tapurus é servida para pacientes do setor de nefrologia

Temendo não sobreviver até a sexta-feira, 3, para receber o tratamento, os outros 60 pacientes que ficaram sem tratamento no período da tarde decidiram ir ao encontro do governador Sebastião Viana, que participava do debate da TV Gazeta na noite desta segunda, mas devido à gravidade de alguns, apenas 20 deles saíram rumo a Avenida Antônio da Rocha Viana.

No local, deram de cara com os portões da emissora trancados, pois a entrada era liberada somente para pessoas credenciadas, em virtude do debate.

Berenice Sales fez questão de frisar que não se tratava de um ato político, mas sim de caso de vida e morte, já que militantes petistas agrediram verbalmente os pacientes e ainda fazendo pouco caso da situação.

“Não podemos esperar até a sexta-feira. Muitos de nós morreremos, pois essa máquina é responsável pela retirada de liquido do nosso corpo. Nós vamos morrer! Pelo amor de Deus, isso é sério, não é brincadeira, não estamos aqui para brincar, queremos ser respeitados, nos sentimos humilhados”, falavam por uma só boca, os pacientes.

De acordo com Berenice, 245 pacientes precisam fazer hemodiálise pelo menos três vezes por semana. Alguns em estado grave precisam fazer diariamente. ”Eles (equipe médica) ainda fizeram uma reunião para dizer que não devíamos comer, nem beber líquido até que se resolva o problema. Eles não têm que pedir uma coisa dessas. Eles deviam é não permitir que se chegue num extremo desse”.

Direção do Hospital das Clinicas reconhece o problema

A reportagem do ac24horas entrou em contato, por telefone, com o diretor do Hospital das Clinicas, Carlos Eduardo Alves, que confirmou o problema e fez questão de informar que todas as medidas cabíveis estavam sendo tomadas para sanar total ou parcialmente o defeito na bomba da máquina de Osmose.

Carlos Eduardo destacou que na manhã da terça-feira, 30, uma bomba similar será testada e instalada para suprir parcialmente, enquanto a nova bomba comprada de uma empresa mineira chegará  a Rio Branco.

Governador insinua armação

O governador Sebastião Viana foi questionado por ac24horas sobre o problema no setor de nefrologia do Hospital das Clínicas, logo após o debate da TV Gazeta nesta segunda-feira. “Foi uma pecinha que já foi providenciada em uma hora. Risco zero de os pacientes ficarem sem atendimento”, disse o governador, que acrescentou insinuando que a manifestação dos pacientes em frente à TV Gazeta seria uma “armação” politica da oposição.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas