Conecte-se agora

Bittar promete tributação zero para indústria que vier para o Acre

Publicado

em

unnamed (4)O deputado federal Márcio Bittar (PSDB) foi o segundo convidado da série de entrevistas que a TV Gazeta, afiliada da Rede Record, canal 11, fará com os candidatos ao governo do Acre. A ordem das sabatinas foi definida por sorteio. A apresentadora Mara Rocha, fará questionamentos aos postulantes. A duração das entrevistas é de 10 minutos, mais um minuto para considerações finais

Segundo Márcio Bittar, o candidato à Presidência da República pelo seu partido, caso seja eleito, vai construir a ponte sobre o Rio Madeira e fará a elevação dos 60 quilômetros da BR-364 – que ficaram submersos durante a cheia histórica do rio Madeira. Bittar disse que, se conseguir se eleger, vai fazer a ligação do Acre com o Peru, através da cidade de Cruzeiro do Sul.

“A relação com o peru significa um futuro promissor na geração de riquezas e renda”. O tucano prometeu estabelecer parceria com o governo federal para garantir o controle e a inteligência do combate ao tráfico de drogas na fronteira. “Ouvir do Aécio, que é nosso candidato, os compromissos com nossa gente, com nosso estado foi um grande presente”, destaca Bittar.

Márcio Bittar foi questionado sobre o que pretende fazer para governar o Acre, um dos estados mais endividados, segundo o IPEA. “A dívida foi contraída e não gerou riquezas nem oportunidades de trabalho. Os recursos foram consumidos pela máquina. O governo incha a máquina com seus companheiros. Nosso objetivo é fazer o governo ser do tamanho que é o Estado”.

Leia também:
>>> Sebastião pretende apelar para igrejas para conter a violência

Ele prometeu baixar a carga tributária, promovendo uma ampla reforma administrativa. “Na Câmara economizei mais de R$ 300 milhões sem precisar demitir. A receita é aquela que a gente aprende na nossa casa, fechando a torneira, não jogar comida fora, apagar a luz. Dinheiro público tem que ser tratado com esta mesma austeridade” , afirma o tucano.

Para industrializar o Estado, o candidato acredita que é preciso “despartidarizar o governo, que não pode pertencer ao PT e PCdoB. No lugar da política partidária, o saber, a técnica e o planejamento, além de saber qual a necessidade dos países vizinhos”. Bittar diz que vai exigir uma compensação pela preservação que o Acre faz, nos mesmos moldes da Zona Franca de Manaus.

Uma das propostas destacadas pelo candidato, para atrair indústrias para o Acre, é zerar a tributação para implantação de novos negócios. Na área de saúde, Bittar ambiciona construir dois novos centros de exames com parceria público/privada, interligar toda rede de saúde do Estado, implantar o décimo quarto salário e oferecer plano de saúde para os servidores.

O combate à violência será uma de suas prioridades, garante Bittar. Ele defender leis mais rígidas; abrir concursos e reaparelhar as polícias; fazer um plano de combate ao narcotráfico, juntamente com a União. “Não vamos reduzir a violência dando apitos para população. Isso foi uma brincadeira de muito mau gosto do governo do Acre”.

Nas considerações finais, o candidato ressaltou que quer “devolver o Acre para o povo acreano. O Estado é do povo, não de partidos ou grupos políticos. Vamos acabar com a época do medo. Quero dizer ao eleitor que quem manda no voto é a consciência, vote sem medo. Vou provar que o Acre poder ser melhor do que o administrado pelo PT”, finaliza Márcio Bittar.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas