Conecte-se agora

A campanha só pegará fogo quando for no rádio e TV

Publicado

em

horário eleitoral

A gente já ouve os jingles das coligações partidárias pelas ruas das cidades acreanas. Mas a campanha ainda não esquentou. Todo mundo andando pelos quatro cantos do Estado para se apresentar aos eleitores. No entanto, só poderemos ter uma ideia de favoritismos quando começar o horário gratuito de rádio e televisão do TRE, que estreia no dia 19 de agosto. Além dos programas eleitorais teremos as inserções diárias na programação dos veículos eletrônicos de comunicação que aproximam a população das propostas dos candidatos. Sem falar nos debates entre os majoritários que permitem uma reflexão mais apurada do eleitor. São esses os elementos que vão definir os votos dos indecisos que nessa altura do campeonato ainda é a maioria.

Ironia
Um ex-aliado do candidato a governador Bocalom (DEM) me corrigiu. Tenho escrito que o seu pouco tempo de TV poderá ser um obstáculo. Mas na opinião do sujeito isso não é verdade. Segundo ele, com pouco tempo Bocalom irá falar menos de Acrelândian e ficará mais simpático ao eleitorado.

Cobrança forte
Apesar de ser um bom projeto o Rua dos Povos deverá ser um dos alvos da oposição nos programas de TV. O erro do candidato à reeleição Tião Viana (PT) foi ter prometido pavimentar TODAS as ruas do Acre.

Choque de realidade
Quatro anos depois da promessa a realidade comprova ser impossível a pavimentação de todas as ruas. Mesmo porque as cidades acreanas estão em crescimento e surgem novas ruas todos os dias. Sem falar que algumas empreiteiras não fizeram o serviço direito e tem ruas que foram pavimentadas no começo do projeto e que atualmente voltaram a estaca zero.

Ligações perigosas
Outro fator de problemas com o Ruas do Povo é a operação G7. Apesar do inquérito e o processo estarem parados as imagens das prisões de secretários e empresários serão fortemente exploradas pela oposição.

O lado positivo
A moeda sempre tem dois lados. Se o Ruas do Povo será explorado negativamente pela oposição quem foi beneficiado deve dar ponto para o atual Governo. E em muitos lugares os trabalhos foram bem feitos e quem saiu da lama deverá estar grato.

Dividindo responsabilidades
Na minha avaliação, a atual gestão da FPA deveria ter envolvido muito mais as prefeituras no projeto. Quem sabe até mesmo só repassando os recursos para que cada uma delas fizesse o seu trabalho. Se tivesse sido assim as responsabilidades pelo que não deu certo estariam divididas.

Terra do Açaí
O ex-candidato à prefeitura de Feijó, Kiefe (PP) teve um lançamento de candidatura a deputado estadual badalada. As principais lideranças da Aliança de oposição Márcio Bittar (PSDB), Gladson Cameli (PP) e Flaviano Melo (PMDB) participaram da festa.

Apoio combinado
Como o ex-vice-prefeito de Feijó, Pelé Campos (PMDB) abriu mão para ajudar na campanha de Kiefe, quem deve se dar bem é o deputado federal Flaviano Melo. Ele deverá ter o apoio da dupla para pedir votos em Feijó.

Sobe e desce
A candidata a federal do PV, Shirley Torres (PV) está animada com a sua campanha. Tem ido aos recantos mais isolados do Acre atrás de votos. Sempre com seu fiel parceiro Paulo Amorim (PV) candidato a estadual a subir e descer os rios.

Puxada de tapete
O vereador Juracy Nogueira (PSB) estava com tudo pronto para encarar a disputa de uma vaga à ALEAC. Na hora H o seu principal apoiador falhou. Juracy não será mais candidato, mas está apoiando Gladson Cameli para o Senado.

Gratidão
Quando mudou de partido, saiu do PP para o PSB, Juracy se comprometeu a continuar fiel a Gladson, de quem é amigo. E vai cumprir a promessa já de olho na reeleição de 2016. Para federal Juracy ainda negocia a quem vai apoiar.

Expandindo os horizontes
O vereador Raimundo Vaz (PRP) não está contando apenas com os votos da Capital na tentativa de se eleger deputado federal. Tem articulado apoios importantes em várias regiões do Estado, inclusive, no Vale do Juruá.

Livre e solto
Apesar do susto, o vice prefeito de Cruzeiro do Sul, Mazinho Santiago (PMDB) está com a luz verde para a sua candidatura a deputado estadual. Conseguiu vencer os impeditivos jurídicos e vai cair na campanha.

Três para um
O prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (PMDB) terá pelo menos três candidatos a estadual com ligações políticas próximas. O jovem advogado Jonathan Donadoni (PMDB), Mazinho Santiago e o presidente da Câmara Municipal, Romário Tavares (PSDB).

Será que dessa vez vai?
Uma candidatura a estadual forte do Juruá é do jovem empresário Nicolau Júnior (PP). Na eleição passada teve uma boa votação e ficou como suplente dos deputados Élson Santiago (PEN) e Maria Antônia (PROS), que acabaram deixando a legenda.

Obstáculos a vencer
O candidato a deputado federal Ronivon Santiago (PP) ainda depende de resolver questões jurídicas para estar 100% garantido. Ele já está com a campanha na rua e se vencer as barreiras é um candidato forte.

Entre os petistas
A campanha mais visível entre os candidatos do PT a federal tem sido do ex-prefeito Raimundo Angelim. Ele deve disputar com Léo Brito (PT) as preferências dos votos dos petistas do Acre. A vantagem de Angelim é ter votos também não ideológicos.

A volta por cima
Pelo menos três prefeitos que começaram mal o atual mandato estão conseguindo mudar o quadro. Zezinho Barbary (PMDB) de Porto Walter, Everaldo Gomes (PMDB) de Brasiléia e Burica (PT) de Rodrigues Alves.

Fogo amigo
Apesar de ser do PT, Burica tem entre os seus maiores adversários membros da FPA. Alguns secretários estaduais não levam o prefeito de Rodrigues Alves a sério. Um erro já que Burica aos poucos vai consolidando sua liderança no município. Conseguiu fazer uma bela festa popular no aniversário de emancipação de Rodrigues Alves. No sábado, 26, o carnaval fora de época atraiu milhares de pessoas de todo o Vale do Juruá. As comemorações terminam nesta segunda, 28, com um show de Tom Cleber no Estádio Municipal.

As opiniões expressadas em Colunas e Blogs não refletem necessariamente a opinião do Jornal. Todo conteúdo é de inteira responsabilidade de seus autores. Para falar com Nelson Liano Jr. Use o e-mail : [email protected]

Anúncios

Coluna do Nelson

MDB e PDSB devem travar uma “briga” intensa por secretário da ALEAC

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Depois de 20 anos, prefeitura de Cruzeiro terá a parceria do Governo

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Gladson Cameli realizou o sonho de infância de ser governador do Acre

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

O que esperar dos governos de Gladson e Bolsonaro a partir de 2019

Publicado

em

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas