Conecte-se agora

“BR-364 é uma das maiores vergonhas para o povo do Acre”, diz Tião Bocalom após retorno de viagem ao Juruá

Publicado

em

Ao retornar a Rio Branco, depois de uma intensa agenda no Vale do Juruá, o candidato ao governo do Acre pela coligação Produzir Para Empregar, Tião Bocalom, fez uma espécie de desabafo sobre a BR 364 entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul.

“Esta obra é uma das maiores vergonhas para o povo acreano.  As pontes estão na iminência de desabar, os buracos na maior parte dos trechos são um risco constante aos motoristas e a sinalização preventiva não existe. Os acostamento estão trazendo enormes transtornos aos que se aventuram numa viagem perigosa”, disse Bocalom. “Além de inacabada, a péssima qualidade dos trechos considerados concluídos nos faz refletir sobre a transparência com que tanto dinheiro foi gasto”, questionou o candidato.

Segundo o candidato, “há alguns anos os irmãos Viana, inclusive a então senadora Marina Silva, chamavam o ex-governador Orleir Cameli de ladrão porque ele estava fazendo o quilômetro de asfalto por R$ 400 mil. O ex-ministro dos Transportes, Eliseu Padilha, era chamado de Eliseu Quadrilha. Agora, essa mesma turma está pavimento o quilômetro de estrada por R$ 2 milhões”, afirmou o professor de matemática, acrescentando que “a construção da rodovia já consumiu mais de R$ 1 bilhão”.

Boca_BR_700

Ao falar de irregularidades que segundo o candidato podem ser constatadas em pareceres do Tribunal de Contas da União, nas investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, ele fez uma dura acusação:  “Esta – obra da BR 364 – é uma das maiores lavanderias de dinheiro do País. Se o governo petista for alvo da CPI das Obras Inacabadas,  muita sujeira pode vir à tona. Ora, o Canal do Panamá, por exemplo, considerado uma das obras mais  complexas do mundo, foi concluído em dez anos. Aqui no Acre, já são quase 16 anos de enrolação e desmandos e um discurso que não sai do papel, na tentativa de fazer o povo acreditar que a integração é uma realidade.

Segundo a assessoria do candidato, Bocalom incluiu no seu Plano de Governo o compromisso de concluir a BR-364, “com total transparência dos recursos executados e a executar”. Para ele, “o Estado do Amazonas tem estradas mais complexas que a BR 364. Lá, eles pagam em torno de R$ 1,5 milhão por quilômetro de rodovia.

 

Anúncios

Acre

Fagner Sales diz que seu valor de bens é de R$ 1,3 milhão

Publicado

em

O candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul, Fagner Sales (MDB), afirmou que houve um erro de digitação na declaração de bens que ele encaminhou ao Tribunal Regional (TRE) e que o valor informado, de R$ 105 mil, incluindo quotas de capital de uma firma, de R$ 60 mil, uma casa de alvenaria no valor de R$ 45 mil e um terreno de R$ 900, está errado. O valor real, segundo ele, é de R$ 1,3 milhão.

A casa, ao invés de R$ 45 mil, custa R$ R$ 450 mil. O terreno, em vez de R$ 900, vale R$ 900 mil. Só o valor das quotas foi informado certo. Fagner disse que vai encaminhar a correção do valor ao Tribunal. “Todos sabem que aqui em Cruzeiro do Sul não há casa de alvenaria de R$ 45 mil, mas estamos corrigindo no TRE”, afirmou.

O ac24horas fez levantamento do patrimônio declarado dos 3 candidatos a prefeito de Cruzeiro do Sul, que somava quase R$ 2 milhões. Com a retificação do valor junto ao Tribunal Regional Eleitoral, o valor passou para R$ 3,1 milhões.

O sargento Adonis Souza, policial e comerciante declarou ter patrimônio de R$ 1,1 milhão em terrenos e 90 cabeças de gado. Na declaração de Zequinha Lima contam R$ 705 mil de bens em carros, um terreno, uma casa de pouco mais de R$ 430 mil.

Em 2016, quando foi candidato a vice de Ilderlei Cordeiro e foi eleito para comandar Cruzeiro do Sul por 4 anos, Lima declarou ter uma casa apenas de R$ 250 mil, um veículo Siena de R$ 28 mil e uma Honda Biz no valor de R$ 3 mil, totalizando R$ 281 mil, ou seja, em um mandato o candidato quase triplicou o seu patrimônio. O único candidato que afirmou ter erro na declaração de bens foi Fagner Sales.

Continuar lendo

Destaque 6

Pagamento do Auxílio Emergencial Extensão começa amanhã

Publicado

em

A CAIXA vai iniciar os pagamentos das parcelas do Auxílio Emergencial Extensão para os beneficiários que não fazem parte do público do Bolsa Família nesta quarta-feira (30/09), juntamente com o início do Ciclo 3 de pagamentos.

O pagamento das parcelas extras dos beneficiários do Programa Bolsa Família segue o calendário habitual. A primeira parcela extra teve início no dia 17 de setembro e finaliza o primeiro ciclo nesta quarta-feira (30), com o pagamento dos beneficiários de final de NIS 0.

Já foram pagos R$ 213,8 bilhões do Auxílio Emergencial para 67,2 milhões de brasileiros, em um total de 315,5 milhões de pagamentos.

“O Auxílio Emergencial é o maior programa de transferência de renda da história do país e a CAIXA está ao lado dos mais humildes, que precisam com urgência do benefício, demonstrando que é o banco de todos os brasileiros”, destaca o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães.

O benefício criado em abril deste ano pelo governo federal foi estendido até 31 de dezembro por meio da Medida Provisória (MP) nº 1000. O Auxílio Emergencial Extensão será pago em até quatro parcelas de R$ 300 cada e, no caso das mães chefes de família monoparental, o valor é de R$ 600.

Não há necessidade de novo requerimento para receber a extensão do auxílio. Somente aqueles que já foram beneficiados e, a partir de agora, se enquadram nos novos requisitos estabelecidos na MP, terão direito a continuar recebendo o benefício.

O calendário de pagamentos e de saques para o Auxílio Emergencial Extensão e para a continuidade das parcelas do Auxílio Emergencial foi estabelecido pela Portaria nº 496 do Ministério da Cidadania de 28 de setembro de 2020.

Continuar lendo

Destaque 6

Vacina da Johnson & Johnson contra a Covid-19 é segura

Publicado

em

Resultados preliminares e parciais apontam que a vacina desenvolvida pelo grupo Johnson & Johnson contra a Covid-19 é segura e induziu resposta imune mesmo após uma única aplicação.

Os resultados são referentes a uma parte dos participantes das fases 1 e 2, que foram conduzidas de forma conjunta. Eles ainda não foram revisados por outros cientistas – requisito necessário para publicação em revista científica – mas foram disponibilizados em um repositório on-line na sexta-feira (25).

A imunização, cujo nome oficial é Ad26.COV2.S, foi desenvolvida pela farmacêutica Janssen Pharmaceuticals, que pertence ao grupo J&J. A imunização foi a quarta a obter autorização de testes de fase 3 no Brasil, em agosto; na semana passada, a empresa anunciou que começaria a terceira etapa em todo o mundo, com 60 mil voluntários. No Brasil, segundo a Anvisa, haverá 7 mil participantes.

Ao todo, os testes foram feitos com 796 participantes, divididos em 3 grupos (que não tinham, necessariamente, a mesma quantidade de voluntários cada um).

Dos 3 grupos, 2 tinham voluntários com idades de 18 a 55 anos. O terceiro grupo tinha voluntários com 65 anos de idade ou mais (394 pessoas).

Os testes foram realizados entre 22 de julho e 24 de agosto (em períodos diferentes para cada um dos três grupos).

Nos 3 grupos, houve participantes que receberam uma dose maior ou menor da vacina.

Com as informações que estavam disponíveis, os pesquisadores concluíram o seguinte:

A geração de anticorpos foi similar nos participantes com idades de 18 a 55 anos e nos que tinham 65 anos ou mais.

Os efeitos colaterais mais comuns foram febre, fadiga, dor de cabeça e dor no corpo. A febre foi de leve a moderada, e se resolveu de 1 a 2 dias após a vacinação.

A melhor forma de continuar estudando a vacina é aplicá-la em dose única, com a menor dose testada – porque ela foi suficiente para induzir uma resposta imune satisfatória e gerou efeitos colaterais menos intensos nos participantes.

Com informações do G1

Continuar lendo

Cotidiano

Jornalista cria disputa de talentos kids para o Dia das Crianças em Rio Branco

Publicado

em

Se o seu pequeno ou sua pequena é daqueles que gosta de soltar a voz e tem talento para ser artista, se prepare. A jornalista Katiussi Silva, que criou um programa cultural nas redes sociais, chamado Artista em Foco, resolveu dá oportunidade para o talento das crianças na capital acreana.

O objetivo é deixar a criançada soltar a voz e realizar a primeira disputa de Talentos Kids em especial ao Dia das Crianças.

Para participar é muito fácil. Basta que a criança tenha idade de 8 a 13 anos e que os pais os responsáveis mandem um vídeo de 30 segundos com a apresentação artística, nome e idade da criança para o WhatsApp (68) 99987-5055.

As apresentações e escolhas das crianças selecionada acontecem nas lives do projeto Artista em Foco que vão ao ar toda quinta-feira, as 19hs, na página de Katiussi Silva no Facebook e no canal no YouTube.

Aos vencedores, o projeto vai disponibilizar premiação de uma produção de áudio e vídeo clip, mais um brinde surpresa. Já o segundo lugar, vai ser premiado com um mini ensaio fotográfico, look de loja parceira e mais brinde surpresa. O terceiro lugar vai receber como premiação um look de uma loja parceira, um vale compras no valor de 200 reais e mais um brinde surpresa.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas