Conecte-se agora

Crítica a políticos empolga público no domingo no Cacimbão da Capoiera

Publicado

em

O “Domingo no Cacimbão da Capoiera” foi marcado por músicas de protestos de grupos de rap contra políticos e o descaso vivido na periferia.As letras narrando o abandono e criticando duramente os políticos empolgaram o público presente.Cada rap contava como é a “vida nos bairros, sem educação, sem segurança e um povo que vive sendo enganado por políticos”.Líder do grupo Zona 9, o MC Jorge Neto, lembra que as críticas não são direcionadas a um partido, mas sim a um sistema implantado, cheio de vícios políticos que engana o eleitor com um “papo de democracia” e promessas não cumpridas.
critica_02
“A maioria dos MC’s prega que o povo da periferia está sendo enganado com esse papo fuleiro de democracia e a gente vive há mais de 30 anos e nunca viu essa democracia, mano. De dois em dois anos, ano de eleição aí, chegam os salvadores da pátria, os messias do partido azul, do partido vermelho, do partido amarelo, do partido não sei o quê que se alia a empresário e a periferia na mesma situação. Esgoto a céu aberto, pintado rua de preto. Isso eu tô falando do que tá acontecendo hoje. Esse é o jogo do poder. E nós MC’s pregamos essa mensagem para as pessoas não irem votar ou votar nulo, bater a porta na cara desses caras, mandar eles irem pra merda, porque eles mentem. Independente de qual for o partido todos mentem”, protesta.
O Domingo no Cacimbão chega a mais uma edição com o objetivo de propagar a cultura do Acre por meio da dança, da música, diferentes manifestações artísticas, porém sem a mínima ajuda do Estado ou da prefeitura. “Apenas o som é da Fem, mas falta, por exemplo, banheiro para o pessoal. Precisamos de apoio”, diz George Naylor, membro do Unidade Coletiva, grupo responsável pelo evento.
Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas