Conecte-se agora

Direção do IAPEN confirma UFC dentro do complexo penitenciário da capital

Publicado

em

O Instituto Penitenciário do Acre (IANPEN) confirmou que o vídeo de uma luta UFC aconteceu dentro da Unidade Francisco de Oliveira Conde. Uma perícia vai identificar como o conteúdo foi gravado, quais os detentos envolvidos e informar as providências que serão tomadas.

O vídeo de uma luta de UFC que teria acontecido dentro do Presídio Francisco de Oliveira Conde (FOC) em Rio Branco, vazou nas tarde de ontem (13) pela rede social e mostra cenas de extrema violência. Segundo informações de agentes penitenciários, o vídeo foi gravado de um aparelho celular pelos próprios detentos e o evento aconteceu na Unidade de Regime Provisório (URP). As imagens mostram um dos detentos lutadores apanhar até ir a nocaute.

video

A publicação vazou primeiro para um grupo whatsapp de agentes penitenciários. No início da tarde de ontem (13) a reportagem teve acesso ao conteúdo filmado e entrou em contato com o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Acre, Adriano Marques. O representante da categoria disse desconhecer os fatos, mas garantiu que nas primeiras horas da manhã de hoje, “na troca de plantão”, confirmaria se a luta realmente ocorreu dentro da FOC. Estranhamente Adriano não deu retorno até a edição da matéria e não atendeu as ligações originadas para o seu telefone celular.

Procurada na tarde de ontem, a chefe de gabinete do Instituto Penitenciário do Acre (IAPEN), Dayane Firmino, pediu para o conteúdo ser periciado antes de ir ao ar, para o instituto confirmar a suposta luta de UFC e identificar os autores. O vídeo vazou através do canal de um jornalista ligado ao governo com o título: “nocaute na penal”.

Na manhã de hoje o diretor presidente do IAPEN, Dirceu Augusto, confirmou que a luta aconteceu dentro da Penitenciária. “Isso acontece geralmente entre 5 a 10 minutos, as vezes no horário de almoço. Temos que investigar como isso foi gravado”, disse Dirceu.

A INVESTIGAÇÃO:

Segundo agentes penitenciários que pediram para não ter seus nomes revelados, as lutas se transformaram em rotina dentro do presídio e alguns duelos fazem parte do Código de Conduta próprio criado por líderes de facções dentro do presídio. Um ex-administrador do presídio Francisco de Oliveira Conde que não permitiu a divulgação de sua identidade, disse na manhã de hoje (14) que existem três comandos dentro da Penitenciária e que por trás dessas lutas, “gerentes” desses comandos medem forças.

As cenas gravadas pelos próprios presidiários mostram extrema violência, existem até bolsa de apostas. Um dos detentos apanha até cair. “Foi nocaute”, gritam os presos. É preciso a intervenção dos próprios companheiros de cela para não acontecer uma tragédia maior entre os dois lutadores. Tudo registrado pela câmera de um celular – aparelho de uso não permitido dentro das penitenciárias.

O SISTEMA SOB INVESTIGAÇÃO:

A unidade onde acontece o suposto UFC gravado pelos próprios presidiários é uma das que foi interditada pela Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Acre no dia 21 de maio deste ano. Na unidade de URP a capacidade é de 178 presos, mas existem 809. A medida durou pouco mais de 72 horas.

Após a Secretaria de Segurança Pública do Acre apresentar uma proposta de adequação, a juíza da Vara de Execuções Penais da Comarca de Rio Branco, Luana Campos, decidiu revogar a interdição por três meses das unidades de Regime Fechado (URF-01) e Regime Provisório (URP), do presídio Francisco d’Oliveira Conde. Uma das medidas que o Estado se comprometeu foi de reformar e ampliar o número de vagas.

Mas segundo os agentes penitenciários a superlotação continua causando sérios problemas em quase todos os plantões onde a guarda penitenciária têm que administrar conflitos criados entre os presos.

Uma postagem no blog dos agentes informa um desses conflitos, chamados de “briga de galos” que espancou na última segunda-feira (7) o detento Francisco Ferreira Rôla.

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas