Conecte-se agora

Em quatro anos de mandato Sebastião e Bittar ficaram mais pobres; sem mandato, Tião Bocalom ficou mais rico

Publicado

em

CANDIDATOS

As declarações de bens que os candidatos ao governo do Acre apresentaram à Justiça Eleitoral revelam detalhes curiosos este ano. Apesar de eleitos nas eleições 2010, o petista Sebastião Viana (que se elegeu governador no último pleito) e o tucano Márcio Bittar (eleito deputado federal) ficaram mais pobres.

Dos três principais candidatos que disputam o comando do governo do Acre, o único que apresentou evolução patrimonial foi Tião Bocalom (DEM), que apesar das derrotas consecutivas, aumentou seu patrimônio. Contrariando o que acontece nos demais estados, os políticos com mandato no Acre ficaram pobres.

Na declaração de bens apresentada em 2010, Sebastião Viana informou patrimônio avaliado em R$ 535 mil. Depois de passar quase quatro anos, ganhando salários e diárias de governador, o petista empobreceu. O chefe do executivo declarou este ano, R$ 476,6 mil – redução de R$ 58,4 mil.

O presidente regional do PSDB, Márcio Bittar, que se elegeu o deputado federal mais votado do Acre, declarou R$ 1.765.024,00, em 2010. Já em 2014, o manda chuva do ninho tucano apresentou redução patrimonial, ficando mais pobre R$ 265,024 mil. O tucano declarou à Justiça Eleitoral R$ 1,5 milhão.

A surpresa ficou por conta de Tião Bocalom, derrotado nas duas últimas eleições, o dissidente tucano ficou mais rico. Bocalom declarou R$ 534 mil, em 2010. Este ano, o democrata esnobou os concorrentes com mandato e apresentou uma evolução patrimonial de R$ 359 mil, declarando R$ 893 mil.

Anúncios

Destaque 2

Acre passa dos 20 mil casos de Covid-19 e chega a 539 mortes pela doença

Publicado

em

O Estado do Acre ultrapassou a marca dos 20 mil contaminados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) nesta segunda-feira, dia 3 de agosto. Conforme o boletim mais recente da secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), foram 373 novos casos de Covid-19 registrados nas últimas 24 horas.

Dois dias antes da divulgação da nova classificação de risco do Acre, o número de pessoas infectadas com a doença saltou de 19.966 para 20.339 em todo o estado.

Já o número de mortes diminuiu. Apenas 2 óbitos foram confirmados de ontem para hoje. Entre as novas vítimas fatais, estão 2 pessoas do sexo masculino, com idades de 71 e 86 anos, sendo os 2 de Assis Brasil. Agora, o total de óbitos subiu de 537 para 539 no Acre.

Continuar lendo

Acre

Com coronavírus em alta, igrejas querem realizar Semana Evangélica

Publicado

em

Mesmo com os números indicando que não há uma trégua da pandemia do novo coronavírus no Acre, a Associação de Ministros Evangélicos de Xapuri (Amex) pretende realizar a 14ª Semana Evangélica, um dos maiores eventos religiosos e culturais do município, que costuma acontecer no começo de agosto.

Em reunião realizada na semana passada, envolvendo representantes das igrejas e da administração municipal, a prefeitura propôs que o evento ocorra de maneira virtual, ou seja, por meio das “lives” transmitidas via internet. Os pastores prometeram analisar a ideia, mas não gostaram da proposta.

O vice-presidente da Amex, pastor Moisés Madeira, da igreja Assembleia de Deus – Ministério de Madureira, considera que é possível que a Semana Evangélica seja realizada no mês de setembro, com base no decreto estadual que liberou o funcionamento dos templos com 20% de ocupação.

Normalmente realizado na Praça de Eventos de Xapuri, este ano, segundo Madeira, o evento ocorreria no ginásio de esportes do município, com o respeito à porcentagem de capacidade de público prevista no decreto, além da observância a todas as medidas de prevenção exigidas pelas autoridades em saúde.

A Assessoria de Divulgação Social da prefeitura afirmou que uma nova reunião sobre o assunto está marcada para o próximo dia 10, com os líderes religiosos, mas adiantou que a intenção do município é mesmo oferecer suporte técnico para que os eventos da festa evangélica ocorram por meio de lives diárias.

Igrejas podem voltar a fechar

É importante salientar que na última quarta-feira, 29 de julho, o Comitê do Pacto Acre sem Covid decidiu recomendar ao governo do estado que o funcionamento dos templos religiosos – com capacidade de até 20% do público – volte a ser liberado somente na bandeira amarela e não na fase laranja, como está vigorando há alguns dias.

Antes da recomendação do Comitê, os Ministérios Públicos Estadual e Federal já haviam feito a mesma orientação e dado prazo de 48 horas para que o governo se manifestasse. Ao que tudo indica, o governador Gladson Cameli está aguardando a nova avaliação do Pacto Acre sem Covid, que deve sair na próxima quarta-feira, 5, para tomar uma decisão a respeito do assunto.

Coronavírus em alta

Em Xapuri, os números divulgados diariamente pela Secretaria de Saúde não conspiram a favor da realização de eventos públicos. Com uma constante oscilação no registro de novos casos no decorrer dos meses de junho e julho, na última sexta-feira (31/7), o município voltou a apresentar uma nova elevação na curva de contágios.

Foram 76 novos casos apenas no último dia de julho, mês que terminou com um acúmulo de 223 confirmações para o novo coronavírus, quase a mesma quantidade (240), registrada no período anterior desde o início da pandemia – 27 de abril a 30 de junho. Até a última atualização do Boletim Municipal, Xapuri tinha 463 casos confirmados e 6 mortes por Covid-19.

Continuar lendo

Cotidiano

Motorista perde controle, colide contra poste e passageiro morre no Apolônio Sales

Publicado

em

Um grave acidente tirou a vida de Clever Madeira de Lima, de 27 anos, após a colisão de um carro com um poste de energia elétrica seguida de um capotamento. O acidente aconteceu na noite desse domingo, 2, na Estrada Jarbas Passarinho, situada no bairro Apolônio Sales, em Rio Branco.

De acordo com informações de populares que presenciaram a fatalidade, Clever estava com vários amigos trafegando em um veículo modelo Voyage com a velocidade acima do permitido para estrada, quando o motorista perdeu o controle da direção, invadiu a pista contrária e colidiu violentamente contra um poste de energia.

Com o impacto, o carro capotou várias vezes e Clever desmaiou. Os amigos da vítima ainda conseguiram colocar Clever para fora do carro e após perceberem que ele não reagia, o deixaram com o motorista do veículo e fugiram do local. A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ainda chegou na ser acionada, mas quando os paramédicos chegaram ao local Clever que já estava sem vida.

Policiais Militares do Batalhão de Trânsito (BPtran) estiveram no local e isolaram a área para os trabalhos da perícia. O motorista que permaneceu no local e estava em estado visível de embriaguez, recusou-se a fazer o teste do bafômetro (etilômetro).

O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos. O condutor do veículo foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos. O veículo foi removido e levado por um guincho ao pátio do Departamento de Trânsito (Detran).

Continuar lendo

Acre

Energia elétrica de inadimplentes pode ser cortada a partir de hoje

Publicado

em

A energia elétrica dos consumidores inadimplentes pode voltar a ser cortada a partir desta segunda-feira, dia 3, desde que os consumidores sejam avisados. As interrupções estavam suspensas por determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) desde o dia 24 de março.

Como o prazo final para a isenção ocorreu no sábado, dia 1°, os cortes só estão autorizados a acontecer a partir de hoje porque o desligamento de serviços públicos não pode acontecer nas sextas-feiras, sábados, domingos e feriados.

Baixa renda

Segundo a Aneel, enquanto durar o estado de emergência da pandemia, continua proibido o corte para alguns grupos de consumidores. Conforme o Decreto Legislativo nº 6/2020, esse prazo atualmente vai até o final de 2020.

Neste grupo estão consumidores de baixa renda; unidades onde more pessoa que dependa de equipamentos elétricos essenciais à preservação da vida; unidades que deixaram de receber a fatura impressa sem autorização do consumidor, além daquelas cobradas em locais sem postos de arrecadação em funcionamento como bancos e lotéricas, por exemplo, ou nos quais a circulação de pessoas seja restringida por ato do poder público.

Agência Brasil

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas