Conecte-se agora

Chocolate: França goleia a Suíça e encaminha classificação

Publicado

em

Foto: Dimitar Dilkoff/AFP

Foto: Dimitar Dilkoff/AFP

A seleção da Suíça virou Honduras na Fonte Nova. Com a mesma facilidade com que despacharam os hondurenhos em Porto Alegre, a França esbanjou categoria e aplicou uma impiedosa goleada de 5 a 2 na tão comentada defesa suíça.

Com a impressionante vitória, os bleus chegam aos seis pontos e seis gols de saldo no grupo E. Além da liderança, os franceses tem o melhor ataque (com oito gols marcados, empatados com a Holanda) e a melhor campanha da primeira fase da Copa do Mundo de 2014 até aqui.

Fonte Nova

O estádio de Salvador pode ser apontado como o mais sortudo da Copa do Mundo até aqui. Na Fonte Nova, só goleadas: Holanda 5 x 1 Espanha, Alemanha 4 x 0 Portugal e, agora, França 5 x 2 Suíça. Nenhum outro estádio do Mundial viu tantos gols nessa primeira fase. A média tentos no estádio chegou a 5,33 gols por jogo.

O massacre

A marcação Suíça (famosa nas Copas de 2006 e 2010) suportou somente até os 15 minutos. E quando a França chegou as redes, o fez duas vezes em menos de dois minutos. Primeiro com Giroud, que subiu mais do que a zaga e cabeceou no ângulo de Benaglio. O goleiro suíço foi bem na bola, chegou a encostar nela, que acabou morrendo nas redes.

Comemoração francesa na Fonte Nova, abraços, sorrisos, replays do gol e bola ao centro. Tão logo a Suíça deu a saída, a bola já voltava para a França. Após uma bobeira na troca de passes defensiva, um lançamento encontrou o volante Matuidi livre na área. O jogador do PSG chutou rasteiro, de esquerda, no cantinho. Os franceses marcavam o segundo gol aos 17 do primeiro tempo.

A Suíça tentou equilibrar as forças ainda na primeira etapa. Com muita velocidade no ataque, o time obrigou o goleiro Lloris a fazer duas milagrosas defesas em sequência aos 29 minutos.

Primeiro, o arqueiro francês pulou para a direita e espalmou um perigoso chute rasteiro de Mehmedi. A bola sobrou para Shaqiri, que chutou no contrapé do goleiro. O camisa 1 voou para a esquerda e desviou de leve a bola que se perdeu pela linha de fundo.

No ataque seguinte, pênalti para a França. Djourou derrubou Benzema quase na linha de fundo e o árbitro apontou a cal. Na cobrança, o camisa 10 francês chutou forte e Benaglio saltou bonito para espalmar. No rebote, Cabaye carimbou o poste.

A tarde não era mesmo da Suíça. Aos 39, um escanteio a favor do time de vermelho acabou em gol da França. Na cobrança do canto, a bola passou alta, encobriu todos os jogadores suíços e acabou com a defesa francesa. Em um passe, Giroud já avançava completamente livre pela esquerda. Em velocidade, o jogador cruzou para a área, onde Valbuena só teve o trabalho de empurrar para as redes e aumentar o placar. O placar no intervalo era de França 3, Suíça 0.

Segunda etapa

Os últimos 45 minutos de jogo seguiram menos movimentados. A França se defendia bem e tinha muita paciência no ataque, trocando muitas bolas antes de tentar entrar na área suíça. Já a equipe da Suíça, quando dominava a bola, não conseguia criar boas jogadas.

Com perigo, a Suíça chegou apenas aos 20. Um cruzamento da direita encontrou Mahmedi sozinho quase dentro da pequena áera. O meia dominou livre e tentou encobrir Lloris, que saía para abafar. A bola passou torta, longe do gol francês.

Logo depois do susto, a França chegaria ao seu quarto gol no jogo. Benzema, artilheiro da equipe francesa na competição, recebeu lançamento pelo alto e tocou por baixo do goleiro Benaglio. Aos 27, Sissoko completou cruzamento de primeira e aumentou para cinco a vantagem francesa.

A Suíça ainda guardou o de honra. Aos 35, Dzemaili acertou uma bomba rasteira em cobrança de falta. A bola passou por baixo da barreira e morreu no cantinho direito de Lloris. Ninguém comemorou.

Suíça x França – Copa do Mundo – Grupo E – 16h – Fonte Nova (Salvador-BA)

Suíça – 0 : Benaglio; Lichtsteiner, Djourou, Von Bergen (Senderos), Ricardo Rodriguez; Inler, Behrami (Dzemaili), Xhaka, Shaqiri; Mehmedi, Seferovic. Técnico: Ottmar Hitzfeld.

França – 5: Lloris; Debuchy, Varane, Sakho, Evra; Moussa Sissoko, Matuidi, Cabaye, Valbuena; Benzema, Giroud (Pogba). Técnico: Didier Deschamps.

Anúncios

Destaques Esporte

Vasco e Plácido empatam sem gols na Arena da Floresta

Publicado

em

Num jogo de poucas emoções e sem gols, Vasco da Gama e Plácido de Castro empataram neste sábado (27), na Arena da Floresta. O confronto foi válido pela segunda rodada do Campeonato Acreano 2016.

Os goleiros André (Vasco) e Robson (Plácido) foram os responsáveis pelo grito de gol guardado, pois ambos tiveram atuações de destaque.

Com o empate, o Plácido de Castro chegou a vice-liderança, com quatro pontos ganhos, dois a menos que o líder Atlético Acreano. Por outro lado, o Vasco da Gama, com o ponto conquistado, assumiu a quinta posição na tabela de classificação.

Próximos jogos

As duas equipes retornam a campo no próximo domingo (6). O Plácido enfrenta o Andirá, às 16h.  Em seguida, às 18h, o Vasco-AC terá pela frente o Galvez. Os dois jogos serão disputados no estádio Arena da Floresta.

 

Continuar lendo

Destaques Esporte

Mirando a ponta da tabela, Galvez pega o Andirá

Publicado

em

Na briga pela liderança do Campeonato Acreano 2016, o Galvez retorna a campo na tarde de hoje, às 16h, para medir forças contra o Andirá EC. O técnico Paulo Roberto deve fazer três medicações na equipe que estreou com vitória frente ao Alto Acre por 2 a 0. O zagueiro Reginaldo Júnior pode ceder lugar para o estreante Victor Hugo, enquanto volante Araújo Goiano ganha uma chance entre os titulares na vaga de Thiago. Outra mudança planejada será a saída do meia Zagalo para a entrada do rápido Léo. O meia Douglas, recuperado de forte gripe, participou do coletivo-apronto da última sexta-feira (26) e pode ficar como opção do técnico Paulo Roberto Oliveira.
 
A boa novidade no clube no coletivo-apronto foi a presença do volante Kássio na equipe reservas, após um bom tempo no departamento médico. Porém, o jogador deve seguir fora da equipe para o compromisso da tarde de hoje.
 
 Para o confronto contra o Morcego, o Imperador não poderá contar com o atacante Renan Plácido, que sofreu uma lesão muscular durante a semana e faz tratamento médico para voltar aos treinos. O provável time do Imperador para enfrentar o Morcego será o seguinte: Máximo, Layo, Victor Hugo, Gato, Antônio Marcos; Araújo Goiano, Wilson, Olliver (Douglas), Léo, Careca; Tonho Cabañas.
Continuar lendo

Destaques Esporte

Testinha deve desfalcar o Rio Branco contra a Amax

Publicado

em

Na busca da segunda vitória consecutiva no início do Campeonato Acreano 2016, o Rio Branco tem compromisso agendado para a tarde de hoje, às 16h, no estádio Álvaro Felício Abrahão, em Xapuri, a 188 km da capital, contra a Amax. O maestro alvirrubro Testinha continua sendo dúvida para a partida e a expectativa é que seja poupado do compromisso.

No meio da semana e até véspera do confronto contra o Azulão xapuriense, o meia foi poupado das atividades, mas irá seguir com a delegação alvirrubra para a cidade de Xapuri. De acordo com fisioterapeuta do Estrelão, Leandro Brasil, a decisão da participação do meia na partida da tarde de hoje será da comissão técnica.

Mesmo querendo contar com o meia para o segundo compromisso do clube na disputa do estadual, o técnico João Carlos Cavalo vai avaliar as condições do gramado do estádio Álvaro Felício Abrahão, assim evitando que a recuperação total do atacante seja prejudicada.

Nas próximas cinco semanas, o Rio Branco terá cinco compromissos pelo estadual e outros dois pela Copa Verde. Com isso, a comissão técnica estuda a possibilidade de não arriscar na escalação do meia, mas sim poupá-lo para outros jogos mais importantes da temporada.

Caso o maestro Testinha seja vetado para o compromisso de hoje, Cavalo deverá optar pela escalação de Wagner Libano. Outra novidade na equipe estrelada para o confronto contra o Azulão xapuriense será a estreia do lateral esquerdo Cristian, após situação regularizada na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O provável time estrelado para hoje será: Fernando Pompéu; Ley, Tiago Índio, Cácio e Cristian; Roberto Dinamite, Tárta, Wagner Libano e Neném; Romarinho e Lucas Goiano.

 
Continuar lendo

Destaques Esporte

Blog aponta Rei Artur como o maior ídolo do Clube do Remo

Publicado

em

O atacante acreano Artur, 46 anos, popularmente conhecido pela torcida azulina como Rei Artur, foi eleito na enquete promovida pelo blog campeão como o maior ídolo da história do Clube do Remo. O acreano recebeu 82 votos (33.47%), posicionando-se à frente de outros nove jogadores de grande relevância na vida do clube. O gigante Alcino foi o segundo colocado, com 77 votos (31.43%) dos votos. O “azougue” Mesquita recebeu 25 votos (10.2%), ficando em terceiro lugar. Bira, grande artilheiro do clube, é o 4º, com 19 votos (7.75%).

Agnaldo, que hoje integra a comissão técnica do Leão, foi o quinto colocado, com 15 votos (6.12%). Ageu Sabiá é o sexto mais votado, com 11 votos (4.49%). Amoroso, ídolo nos anos 60, foi lembrado com 5 votos (2.04%). O goleiro Dico teve também 5 votos (2,04%). Gian vem a seguir com 3 menções (1.22%), mesma votação recebida pelo artilheiro Dadinho. Ao todo, 245 internautas participaram da enquete, realizada entre 13 e 21 de fevereiro.

Hoje, o ex-jogador residente em Rio Branco, onde além de funcionário da Secretária de Esporte e convidado especial da TV Gazeta (Record) para comentar os jogos do Campeonato Acreano. No ano passado, Artur de Oliveira, após começa o ano dirigindo o Vasco da Gama-AC, levou o Galvez ao vice-campeonato estadual.

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas