Conecte-se agora

“Esse Wolvenar que foi preso é um dos homens mais honrados deste país, ninguém é mais honesto do que ele”

Publicado

em

O governador do Acre, Sebastião Viana (PT) foi o entrevistado do programa Roda Viva na noite de segunda-feira (12). Viana falou sobre a polêmica que se envolveu com o governador de são Paulo, Geraldo Alckimin (PSDB) na questão dos haitianos, das declarações do ex-governador Binho Marques (PT), da Operação G7, dos problemas que tem com a imprensa, da disputa eleitoral deste ano, dos projetos desenvolvidos no Estado e do governo Dilma.

Ao ser questionado sobre quem faria parte da “elite paulista” que de acordo com ele, teria raiva de negros pobres, Sebastião Viana, desconversou e disse que tinha consideração pelo povo de São Paulo, afirmando que sua filha teria nascido lá e que morou por um tempo no estado, onde fez pós-graduação. Sobre o envio de imigrantes, Viana explicou que “isso ocorre desde janeiro de 2011″, por que só agora que são haitianos negros o governo se manifestou?”

Sebastião_totalApesar de não criticar abertamente a presidenta Dilma Rousseff (PT), o governador do Acre acredita que falta organização na imigração que acontece pela fronteira do Acre. “Isso ainda vai dar problema. Nenhum país do mundo oferece abrigo e três refeições para um estrangeiro. Acho preciso ter visto obrigatório na saída de Porto Príncipe”, disse Viana que repetiu o mesmo argumento por diversas vezes durante a sabatina.

Sebastião Viana evitou polemizar na questão da enchente do Madeira. Questionado se a enchente teria sido causada pelos impactos das construção das hidrelétricas, ele remediu e disse que o que teria provado a enchente história seria as chuvas na Amazônia peruana. “Houve uma cheia que extrapolou todos os limites, por causa das precipitações de chuva e pela alta velocidade do Rio Madeira que é plano e demora a baixar o nível das águas”.

Questionado se subiria no palanque para apoiar Eduardo Campos, já que o seu vice, César Messias (PSB) iria pedir votos para o pernambucano, Viana foi enfático: “não me peçam para apoiar outro candidato, sou 100% Dilma”, disse o petista ao afirmar que a campanha volta Lula acontece apenas por uma parte da militância petista. Sebastião afirma que vai fazer todos os esforços para que a petista Dilma Ropusseff vença no primeiro turno.

O petista também falou que teria 90% de aceitação no Acre ao ser interrogado pelas declarações do ex-governador Binho Marques (PT), que em entrevista ao ac24horas teria dito que seu governo e o de Jorge Viana, teriam o DNA diferente da atual administração. Sebastião evitou polemizar, mas disse que é natural ter diferenças de um governo para o outro. Viana falou ainda que seu governo estaria pavimentando todas as ruas do estado.

O governador negou que tenha acontecido qualquer fato que ligue seu governo ao escândalo de corrupção investigado pela Polícia Federal na Operação G7. Sebastião afirma que depois de 28 meses nada foi provado e a PF teria pedido mais 90 dias. Ele destaca que realiza auditórias semestrais nas secretárias e defendeu Wolvernar Camargo, das acusações de corrupção ativa e passiva, fraude de licitação e desvio de verbas públicas.

“Esse Wolvenar Camargo que foi preso é um dos homens mais honrados deste país. Eu não escolho 10 – ninguém é mais honesto do que ele, mas prenderam um homem que há 32 anos mora na mesma casa, que dezenas vezes foi chamado para se envolver em privilégio de corrupção e se negou e rejeitou todos, um homem de dignidade única na vida”, disse Sebastião ao exaltar que seu governo defende intransigentemente a transparência.

O petista informou que Wolvenar vai entrar com uma ação de danos morais contra o Estado, caso seja provada sua inocência. “Se o governo for condenado vai tornar regressiva contra a magistrada que deu a sentença”. O caso da compra das cinco mil bicicletas elétricas, suspensa pela Justiça foi considerada como uma manobra da oposição pelo governador. “Isso foi uma ação de fato da oposição que não consegue desgastar o governo. Eles tentam mais não conseguem”.

Veja a íntegra da entrevista de Sebastião Viana ao programa Roda Viva da TV Cultura:

Propaganda

Acre

Mulher morre em avião da Latam que saiu de Rio Branco para Brasília

Publicado

em

A LATAM confirmou, a morte de uma passageira do voo LA3183, que decolou de Rio Branco com destino à Brasília na madrugada desta segunda-feira, 18.

Sebastiana Mendes Oliveira teve um mau súbito e, mesmo a aeronave tendo retornado à capital acreana para que ela recebesse atendimento, não resistiu, vindo a óbito.

A empresa aérea afirmou que se solidariza com a família e que presta toda assistência aos familiares.

Os demais passageiros tiverem seu voo remarcado para o início da madrugada desta terça-feira.
Confira abaixo a nota da LATAM enviada a reportagem do ac24horas. 

“A LATAM Airlines Brasil informa que o voo LA3183 (Rio Branco – Brasília), que decolou às 2h15* de hoje (18), retornou para o aeroporto de origem, pousando às 3h39*, para que uma passageira recebesse atendimento médico. A companhia se sensibiliza com o ocorrido e informa que está prestando toda a assistência necessária aos familiares da passageira.

A LATAM esclarece ainda que está prestando a assistência necessária aos passageiros e informa que o voo foi reprogramado para amanhã (19) sob número LA 9000, com previsão para decolar às 3h50*.”
*horário de Brasília

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.