Conecte-se agora

Em protesto contra o Incra, produtores rurais fecharão trecho da BR-317 por tempo indeterminado

Publicado

em

Revoltados com um pedido de reintegração de posse solicitado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), trabalhadores rurais que ocupam uma área de terra conhecida como Campo Alegre, há três anos, decidiram bloquear a BR-317 por tempo indeterminado, na terça-feira (29).

unnamed

A informação foi repassada pelo vice-presidente da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), José Janes. De acordo com o sindicalista, mais de 100 famílias serão despejadas através da ação judicial protocolada pelo Incra. Ele protesta ainda contra um estudo socioeconômico que foi feito pelo instituto.

“O Incra fez um estudo socioeconômico furado. No Campo Alegre temos agricultores expulsos da Bolívia e várias famílias sem teto. Apenas 20 das 120 famílias foram contempladas pelo Incra, que agora conseguiu por meio da Justiça, a reintegração de posse que deixará 100 famílias na rua”, diz José Janes.

Ele protesta ainda contra o que classifica como “morosidade e politicagem do Incra, do governo do Acre e do Governo Federal. Os governos do PT fizeram menos reforma agrária do que o governo do Fenando Henrique Cardoso. As administrações de esquerda ficaram só no discurso”, enfatiza Janes.

O sindicalista informa que o mês de maio, será dedicado exclusivamente a protestos. “Vamos ocupar a sede do Incra e vários prédios públicos. A estratégia foi decidida em assembleia com os trabalhadores rurais. Não intendemos porque um Incra que era para assentar está expulsando trabalhadores rurais”.

José Janes destaca que o bloqueio da estrada de acesso aos municípios de Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri, já foi comunicado à PRF e PM. “O Incra está acéfalo. Não conseguimos resposta de ninguém de lá. Bloquearemos a BR até que o instituto, o governo do Acre e o governo federal se pronuncie”, finaliza.

 

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas